15 de julho/20: Fechamento e principais destaques do dia



IFIX apresentou nesta quarta-feira (15), uma valorização de 0,13%, fechando o dia aos 2.746,23 pontos. No acumulado deste mês de julho e ano de 2020, a variação do índice é de -2,15% e -14,32%, respectivamente.

fiis notícias fechamento

Mercado de FIIs: Principais destaques e notícias do dia

RBCO11 (Tijolo/Escritórios) movimentou R$ 5,6 milhões no mercado secundário - Destaques de junho

  • No dia 14 de julho/20 foram distribuídos R$ 0,40 por cota (Dividendo 0,45%, cota base R$ 88,50).
  • As cotas no mercado secundário movimentaram R$ 5,6 milhões e fecharam dia 30 de junho a R$ 88,50, valorizando 3,5% no mês.
  • O fundo possui 3 edifícios corporativos localizados na cidade de São Paulo representando 79,5% de seu patrimônio líquido. Os restantes 20,5% estão alocados em instrumentos de liquidez.

O objetivo do RBCO11 é a obtenção de renda e ganho de capital a ser obtido mediante a exploração de um ou mais empreendimentos imobiliários, voltados para o segmento de escritórios (incluindo lajes e prédios corporativos) sendo certo que em tais empreendimentos de escritórios poderão existir determinados imóveis destinados para atividades comerciais e varejo.

 

BTLG11 (Tijolo/Galpões) termina de pagar imóvel que já está locado até 2032

Fundo informou que pagou saldo remanescente de R$ 33 milhões referente a aquisição de um imóvel localizado na BR 116, nº 2.271, Bairro Verife, Município de Itaitinga, Estado do Ceará, região metropolitana de Fortaleza no qual se encontra um galpão locado para a BRF S.A., nos termos de um contrato de locação na modalidade built to suit com vencimento em maio de 2032.

 

TRNT11 (Tijolo/Escritórios) ganha ação de despejo contra a locatária

Fundo informou que após tentativas amigáveis para solucionar inadimplência, entrou com uma ação de despejo contra a locatária Bulls Holding Investments Company S.A., na qual o Juiz autorizou a retomada de posse dos imóveis que estavam locados para a Bulls.

No entanto, não será necessária a expedição de mandado de despejo, pois o Juiz autorizou o fundo a retomar os andares ocupados anteriormente pela Bulls independentemente da realização de uma diligência por oficial de justiça.

O administrador BTG Pactual ressaltou que a decisão, ainda cabe recurso de reversão da decisão por parte da locatária.

 

HUSC11 (Tijolo/Escritórios): Hospital é inaugurado devido à crescente demanda hospitalar em sua região - Destaques de junho

Em 30 de março/20 ocorreu o início das operações do Hospital, bem como a data de início do prazo locatício relativo ao empreendimento Hospital Unimed Sul Capixaba.

Foi formalizado o valor do aluguel mensal vigente a partir de então no valor de R$ 650.131,89. Com isso, o primeiro recebimento do aluguel por parte do fundo deu-se em maio (competência abril, primeiro mês de operação do Hospital)

O primeiro anúncio de distribuição dos resultados foi realizado no dia 29 de maio/20 (R$ 0,59 por cota, dividendo 0,42%, cota base R$ 140,04).

Em junho, a distribuição foi de R$ 0,59 por cota (Dividendo 0,43%, cota base R$ 135,10)

Apesar do início das operações, sua gestão informou que a obra não está concluída. A locatária optou por receber e ocupar o empreendimento desta forma, diante da crescente demanda de atendimento hospitalar na Cidade de Cachoeiro de Itapemirim – ES, sobretudo em razão do cenário de pandemia do novo coronavírus.

Conforme ocorra o desembolso do restante dos valores previstos no contrato de construção, o aluguel mensal devido ao fundo será devidamente majorado de modo a nele refletir tal acréscimo. Ou seja, como o valor do aluguel é definido com base no valor total da obra, quando forem quitados os reembolsos restantes mencionados o fundo aumentará a base de cálculo para definição do valor do aluguel.

A Unimed Sul Capixaba, principal operadora de saúde do sul do Estado do Espírito Santo, desenvolveu um projeto de expansão da sua infraestrutura hospitalar para se adequar ao déficit de atendimento hospitalar em sua região de atuação e à expectativa de crescimento na demanda por serviços de média e alta complexidade.

 

PORD11 (Papel/CRI) está confiante na qualidade de crédito de seu portfólio - Destaques de junho

Seguimos bastante confiantes na qualidade de crédito do portfólio. São cerca de R$ 200 milhões distribuídos em CRI (44%), Debêntures (12%), cotas de FII (16%) e Caixa (28%).

Sua carteira de recebíveis imobiliários pulverizada segue com um colchão de garantia bastante robusto.

Apesar de algumas renegociações, no sentido de diferimento do pagamento das parcelas de devedores individuais terem sido feitas aos longo da crise, fundo não vislumbra um cenário de inadimplência para pagamento das cotas dos CRIs que estão em carteira.

Em relação à carteira de FIIs, PORD11 teve importantes realizações de lucros em junho, com manutenção de parte da carteira com ganhos a realizar e com interessante geração de renda.

 

EURO11 (Tijolo/Galpões) terá novo Escriturador

Fundo informou que a partir de 24 de julho/20, o Banco Daycoval S.A, em substituição ao Itaú Corretora de Valores S.A, será seu novo Escriturador.

A Coinvalores disse que a mudança não implicará em qualquer alteração aos direitos conferidos às cotas, de forma que os cotistas não serão impactados e o atendimento continuará normalmente em seus respectivos agentes de custódias e/ou corretora de valores bem como não haverá qualquer alteração no pagamento de rendimentos.

 

FIIB11 (Tijolo/Galpões): Cotas valorizam 6,5% - Destaques de junho

  • Fundo distribuiu R$ 1,75 por cota no dia 10 de julho/20. Esse valor representa um dividendo de 0,35%, cota base R$ 492,00.
  • As cotas no mercado secundário movimentaram R$ 5,8 milhões e fecharam dia 30 de junho a R$ 492,00, valorizando 6,9% no mês.
  • De acordo com a última avaliação técnica realizada pela empresa Cushman&Wakefield Brasil, o valor de mercado dos ativos integrantes do patrimônio do fundo, incluindo os ativos classificados como propriedade para venda e propriedade para Investimento é de R$ 281.223.358,96.
  • O empreendimento do fundo é o “Perini Business Park”, um condomínio industrial idealizado na forma de galpões industriais.

Bruno Sperandio
Bruno Sperandio Autor

Engenheiro por formação, com mais de 7 anos de experiência no mercado de investimentos, trabalha com produção de conteúdo informativo e educacional para o mercado imobiliário brasileiro.




Comentários