A XP Investimentos, coordenador líder da 4ª emissão de cotas do XP LOG (XPLG11), comunicou ao mercado que anulou a 4ª oferta pública de cotas.

O pedido de revogação foi feito junto a Comissão de Valores Mobiliários (CVM) no último dia 20 de março em razão do contexto atual dos mercados de capitais mundiais, em especial, no mercado de capitais brasileiro, causado pela crise do Novo Coronavírus (Covid 19).

De acordo com seu administrador Vórtx, esse motivo exposto configurou uma alteração dos fatos existentes quando da apresentação do pedido de registro da oferta.

Portanto, a oferta e os atos de aceitação anteriores ou posteriores das novas cotas do XPLG11, serão restituídos integralmente aos Investidores e aos cotistas.

Os valores já depositados serão acrescidos dos rendimentos líquidos auferidos pelas aplicações do XPLG11 e dos rendimentos pagos, calculados pro rata, a partir da data de liquidação, com dedução, se for o caso, dos valores relativos aos tributos incidentes, se a alíquota for superior a zero, no prazo de até 05 dias úteis contados da comunicação da revogação da oferta.

Por fim, o XPLG11 informou que divulgará oportunamente um novo comunicado ao mercado informando acerca da revogação ou não da oferta pela CVM, incluindo, em caso de permissão do pedido de suspensão da oferta, as datas estimadas para a restituição aos cotistas dos valores até então integralizados.

-

O XP Logística, que possui 122,9 mil cotistas, é um fundo imobiliário que tem o objetivo de obter ganhos pela aquisição e exploração comercial de empreendimentos, especialmente na área logística e industrial.

Além disso, o XPLG11 é um FII do tipo tijolo, conta com uma de taxa administração de 0,95% - 0,75% ao ano (em regra de cascata conforme previsto no regulamento), e taxa de performance de 20% do que exceder o benchmark (IPCA + 6,0% ao ano).

Nos últimos 12 meses, o retorno de suas cotas no mercado secundário é negativo em 8,95%.

Bruno Sperandio
Bruno Sperandio Desenvolvedor de conteúdos

Formado em Engenharia de Produção pela FAACZ, com experiência de mais de 5 anos no mercado financeiro do Brasil. Investidor e desenvolvedor de conteúdos sobre o mercado imobiliário, economia e investimentos.

Comentários