ALZR11 - Fundo apresenta relevante crescimento no número de cotistas



Quer receber todas as notificações desse FII? Seguir FII Seguir Fundo

No último mês de outubro, acumulando a variação do preço e os rendimentos distribuídos, a cota do FII Alianza Trust Renda Imobiliária - ALZR11 - apresentou um retorno total de 6,17%, comparado a 4,29% do IFIX - índice de referência dos FIIs.

Para quem fechou o último dia 14 com cotas do fundo, seu pagamento de rendimentos no valor de R$ 0,55 está previsto para o próximo dia 25.

Este resultado foi impactado positivamente pela adição dos aluguéis dos últimos ativos adquiridos pelo fundo (IPG São Paulo-SP e Aptiv Espírito Santo do Pinhal-SP), contudo continua impactado pelo nível de caixa decorrente da 2ª emissão.

Com esses valores, o rendimento anualizado foi 5,8% sobre a cota de fechamento de 13 de novembro (R$ 113,60), 6,9% sobre a cota de R$ 95 (cotistas da 2ª emissão) e 6,6% sobre a cota de R$ 100 (cotistas da 1ª emissão).

Depois do seu impacto dos resultados no último mês de junho, voltando para casa dos quarenta centavos, neste mês (outubro), o fundo avançou atingindo o patamar dos cinquenta centavos.

Para a composição desse rendimento, o fundo está composto por seis ativos distribuídos no estado de São Paulo e Rio de Janeiro, estando 100% ocupados através de contratos atípicos.

Dessa composição, 60% são galpões logísticos e 40% são edifícios comerciais divididos como mostra a figura abaixo.

Mercado secundário e liquidez do ALZR11

As cotas do Alianza são negociadas em bolsa desde janeiro de 2018 e referente ao último mês de outubro, foram apresentados os seguintes números.

  • 100% de presença nos pregões;
  • Volume diário médio de negociação R$ 1,5 milhões;
  • Volume total de negociações R$ 27,6 milhões;
  • Giro de 9% das cotas;
  • Valor de mercado: R$ 320 milhões;
  • Variação da cota: + 5,6%.

O número de cotistas continua crescendo, como tem ocorrido em todos os meses desde o IPO. No final de outubro, eram 28.296 cotistas, 8,5% a mais que no mês anterior.

O objeto do ALZR11 é  investir em empreendimentos imobiliários não residenciais (exceto hospitais e plantas industriais pesadas), que atendam os critérios de elegibilidade dos seus ativos-alvo, com a finalidade de locação por meio de contratos atípicos.

É administrado pelo BTG Pactual e sua gestão é feita pela Alianza Gestão de Recursos Ltda.

Atualmente o fundo possui uma participação de 0,5 no IFIX, ficando entre os 50 fundos imobiliários mais negociados na Bolsa de Valores do Brasil.

Bruno Sperandio
Bruno Sperandio Autor

Engenheiro por formação, com mais de 7 anos de experiência no mercado de investimentos, trabalha com produção de conteúdo informativo e educacional para o mercado imobiliário brasileiro.




Comentários