ALZR11 fechou abril com dividendo +0,55% e rentabilidade +7,35%

Alianza Trust Renda Imobiliária (ALZR11), fundo imobiliário destinado a investidores em geral e administrado pelo BTG Pactual, divulgou na segunda-feira, 18 de maio/20, seu relatório mensal referente aos resultados do mês de abril/20.

ALZR11 pretende fazer uma 3ª emissão de cotas para aproveitar as oportunidades geradas neste atual cenário

Foi feito uma convocação para que os cotistas do fundo se manifestassem quanto a eventual realização de uma terceira emissão de cotas. Tal convocação foi feita pelo Administrador do ALZR11, o BTG Pactual.

Segundo evidenciou o relatório de resultados do mês de abril/20, a proposta é de uma emissão de até 3,5 milhões de novas cotas para capitalizar o fundo a fim de capturar eventuais oportunidades de investimento que estão sendo geradas neste momento e que seu administrador acredita que devem perdurar pelos próximos meses.

Em adição, afirmou que a capacidade de realizar essa eventual nova emissão dará ao fundo maior poder de negociação, gerando a possibilidade de excelentes aquisições na medida que o mercado ainda esteja se ajustando à atual crise causada pela pandemia.

Carteira de ativos: O ALZR11 possui 7 empreendimentos do setor de galpões logístico e edifícios comerciais localizados nos estados de São Paulo e Rio de Janeiro, todos com contratos atípicos.

alzr11

Rendimentos: A distribuição mensal referente ao mês de abril está previsto para o próximo dia 25 de maio/20. O valor será de R$ 0,60 por cota para os cotistas do fechamento do dia 18/05/20, que equivale a um dividendo de 0,55% (cota base R$ 106,71).

alzr11

O ALZR11 informou que possui atualmente cerca de R$ 45 milhões em caixa, que serão primeiramente utilizados para novas aquisições. Destacou também que seu gestor (Alianza Gestão de Recursos Ltda.) mantem a decisão de renunciar à sua parcela de remuneração até que a alocação dos recursos derivados da segunda emissão de cotas seja concluída no montante que a gestora considera adequado.

ALZR11 atribui o resultado recente do fundo novamente aos contratos fortes, à qualidade dos inquilinos e à importância dos imóveis para estes inquilinos.

Rentabilidade: O ALZR11 fechou o mês de abril com sua cota valorizando 7,35%, saindo de R$ 100,85 no final de março (31), para R$ 108,27 em 30 de abril.

Liquidez: No mercado secundário, com 100% de presença nos pregões, o ALZR11 apresentou volume médio diário de negociação de R$ 837,1 mil com giro de 5% das cotas em abril.

alzr11

O número de cotistas do ALZR11 continua crescendo desde o IPO. Em 30 de abril, o  número chegou em 43.918 cotistas, ou 6,7% a mais do que no mês anterior.

alzr11

Em linhas gerais, o objeto do ALZR11 é o investimento em empreendimentos imobiliários não residenciais (exceto hospitais e plantas industriais pesadas), com a finalidade de locação por meio de contratos atípicos, ou seja, propriedades alugadas para grandes empresas por meio de operações de Built-To-Suit (BTS) e Sale&LeaseBack (SLB).

O SLB é um transação na qual um determinado empresário vende sua propriedade para outro e, em seguida, arrenda essa propriedade (aluga a mesma), normalmente por longos prazos, mínimo de 10 anos.

Bruno Sperandio
Bruno Sperandio Autor

Engenheiro por formação, com mais de 7 anos de experiência no mercado de investimentos, trabalha com produção de conteúdo informativo e educacional para o mercado imobiliário brasileiro.

Comentários