BARI11 encerra o ano de 2019 com retorno acumulado em 20,16%

Nesta quarta-feria, 29 de janeiro de 2020, o Barigui Rendimentos Imobiliários I (BARI11), fundo imobiliário do tipo papel divulgou seu relatório de informações referente aos seus últimos resultados.

O fundo começou suas atividades em dezembro de 2018 e suas negociações na bolsa de valores só foram observadas na primeira quinzena do mês de agosto de 2019.

Segundo seu administrador, Oliveira Trust, foi alcançado a alocação total de seu patrimônio em ativos alvo, que são os certificados de recebíveis imobiliários (CRI).

No final do mês de novembro de 2019, o BARI11 encerrou a sua segunda emissão de cotas, com 1,5 milhões de novas cotas.

A partir do encerramento de oferta o fundo deu início a uma segunda etapa em seu processo de alocação em ativos, levando em consideração seu foco principal em CRI.

Alocação de ativos do BARI11: Seu foco está em CRI de lastro pulverizado

O BARI11 investe preponderantemente em CRI de lastro pulverizado, emitidos a partir de cesta de créditos oriundos de contratos de financiamento à aquisição de imóveis performados e contratos de crédito com garantia imobiliária (CGI).

bari11

Desempenho e resultados do BARI11: Expectativa positiva para os próximos meses

Nos rendimentos, BARI11 encerra o ano com acumulado de 11,26% de dividendos distribuídos sobre o valor de emissão de sua cota ou 10,24% sobre o valor de fechamento da cota em dezembro.

bari11

Os dividendos do mês de dezembro foram impactados pela compra de ativos que pagam proventos pela primeira vez somente no mês seguinte à sua aquisição.

No entanto, segundo seu administrador,  nos próximos meses os indexadores irão contribuir de forma positiva para a distribuição, a partir dos índices publicados em outubro, novembro e dezembro de 2019.

O BARI11 encerra o ano de 2019 com retorno acumulado em 11,24% com base em seu valor patrimonial e 20,16% com base em seu valor de mercado

bari11

Mercado secundário e liquidez: BARI11 está em 100% dos pregões

Durante os meses de novembro e dezembro, o BARI11 esteve presente em 100% dos pregões, com evolução tanto no número de cotistas (aproximadamente 4x), quanto no número mensal de negócios (4,7x) e no volume financeiro diário de negociações (2,7x).

bari11

BARI11 no período registrou incremento expressivo em sua liquidez no mercado, em número de negócios e volume diário de negociação, assim como na pulverização de sua base de cotistas.

Segmentado por títulos e valores mobiliários com uma gestão ativa, o BARI11 possui um patrimônio de R$ 225 milhões e 3,5 mil cotistas.

Bruno Sperandio
Bruno Sperandio Autor

Engenheiro por formação, com mais de 7 anos de experiência no mercado de investimentos, trabalha com produção de conteúdo informativo e educacional para o mercado imobiliário brasileiro.

Comentários