BPML11: Fundo de shoppings do BTG Pactual divulga resultados

O BTG Pactual Shoppings (BPML11), fundo imobiliário do tipo tijolo apresentou nesta terça-feira, 04 de fevereiro de 2020, seu informativo mensal de janeiro.

Em relação ao comportamento da cota no mercado secundário, o BTG Pactual, administrador e gestor do BPML11, informou que o fundo apresentou negociações em 100% dos pregões no mês de dezembro.

Essa movimentação transacionou cerca de R$ 23,5 milhões e seu valor de mercado encerrou em R$ 118,50 por cota, o que representou uma rentabilidade de mais de 18% para o cotista em relação ao seu IPO.

Distribuição de rendimentos do BPML11

Em janeiro o BTG Pactual shoppings distribuiu R$ 0,21 por cota, referente ao mês de novembro.

Segundo o relatório, neste mesmo mês o resultado consolidado havia sido afetado pela compensação do prejuízo contábil acumulado, originado pelo descasamento entre a competência e o caixa das receitas oriundas dos shoppings no mês de agosto, com a entrada dos ativos no portfólio.

Importante ressaltar que o resultado de dezembro, equivalente a R$ 0,59 por cota será distribuído neste mês de fevereiro.

Desempenho financeiro do BPML11

O resultado líquido do BPML11 em dezembro foi positivo em R$ 6,081 milhões.

Sobre este valor, o gestor informou que teve que considerar um ajuste gerencial negativo em R$ 3,504 milhões dado principalmente pelas inadimplências oriundas do regime caixa de contabilização.

Assim, o resultado passível de distribuição ficou positivo em R$ 2,576 milhões.

bpml11

BPML11: Carteira de investimentos

Em dezembro não houve nenhuma alteração na composição do portfólio de shoppings do BPML11, sendo que a carteira permanece com 7 ativos, dos quais 3 estão alocados em sociedade de propósito específico (SPE).

O patrimônio líquido ao final de dezembro era de 439,1 milhões, sendo que a participação em imóveis somada com a participação em companhias fechadas totalizava R$ 829,5 milhões.

As aplicações financeiras se encontravam majoritariamente em fundos de renda fixa e totalizam R$ 65,9 milhões, pouco inferior que o mês anterior dado principalmente pelo pagamento das suas despesas operacionais.

A composição do patrimônio líquido do BPML11 e a sua carteira de ativos estão retratadas a seguir:

pbml11

BPML11 foi constituído em julho de 2019 e, desde então, adota uma gestão ativa de sua carteira. Seu objetivo primordial é investir em empreendimentos imobiliários caracterizados como Shoppings Centers.

Bruno Sperandio
Bruno Sperandio Autor

Engenheiro por formação, com mais de 7 anos de experiência no mercado de investimentos, trabalha com produção de conteúdo informativo e educacional para o mercado imobiliário brasileiro.

Comentários