BRCR11 - Fundo celebra compra de ativo e terá impacto nos rendimentos

A adminstradora do FII BTG Pactual Corporate Office - BRCR11 - veio informar ao mercado no dia de hoje (07) que celebrou uma promessa de compra de certos andares do Edificio Torre Sucuripa.

O imóvel abriga a seção Norte do complexo de uso misto do Parque da Cidade, localizado à Av. das Nações Unidas, na Cidade de São Paulo - SP.

Confira as principais informações dessa nova aquisição:

  • O fechamento da operação está sujeito à verificação de determinadas condições precedentes usuais a operações dessa natureza;
  • Valor da compra: R$122.085.000,00;
  • Será pago até o dia 29 de novembro de 2019 após o cumprimento integral das condições precedentes;
  • A Gestora estima que a receita mensal do fundo será impactada em aproximadamente R$ 0,04/cota;
  • O cap rate envolvido na operação é de 7,41%;

No mais, considerando os requisitos de confidencialidade previstas na promessa de compra, as demais informações serão informadas quando do fechamento da operação.

BRCR11 - FII BTG Pactual Corporate Office

O BC Fund é um dos maiores fundo de investimento imobiliário listado em bolsa do Brasil, com uma participação de 3,5% no índice IFIX, ficando, com isso, na sétima posição dos FIIs mais negociados.

Foi constituído em junho de 2007 e, desde então, adota uma gestão ativa em sua carteira, com o objetivo principal de investir em escritórios comerciais de laje corporativa.

Atualmente o portfólio do fundo é composto por 11 ativos localizados nas Cidades de São Paulo e Rio de Janeiro com 58 contratos de locação.  É administrado pela BTG Pactual Serviços Financeiros e possui uma taxa de administração 0,25% ao ano e gestão 1,5% sendo que, até 09-09-2022, a taxa de gestão será 1,1% em carater de desconto.

Bruno Sperandio
Bruno Sperandio Desenvolvedor de conteúdos

Formado em Engenharia de Produção pela FAACZ, com experiência de mais de 5 anos no mercado financeiro do Brasil. Investidor e desenvolvedor de conteúdos sobre o mercado imobiliário, economia e investimentos.

Comentários