BTLG11: Novos imóveis, 8ª emissão de cotas e liquidez recorde

O BTG pactual, administrador e gestor do FII BTG Pactual Logística (BTLG11), divulgou na tarde do dia 27 de julho, os resultados do fundo referentes ao mês de junho/20.

O "BTGLOG" é um fundo imobiliário do tipo tijolo que investe em empreendimentos imobiliários focados em operações de segmentos logísticos.

Em junho, o fundo passou a ter direito parcialmente ao aluguel do ativo BRF Fortaleza. O valor pro rata (valor de acordo com proporção determinada) foi na proporção do valor pago à vista em 16 de junho, o que representou 33% do valor total do aluguel.

A propriedade situa-se na região metropolitana de Fortaleza/CE no qual se encontra um galpão locado para a BRF S.A., nos termos de um contrato de locação na modalidade built to suit com vencimento em maio de 2032.

btlg11

Destaque para a movimentação no fundo em sua 8ª emissão de cotas (R$ 300 milhões), tanto na negociação dos novos ativos do portfólio como no aumento da liquidez de suas cotas, que aumentou em 230% na comparação com o mês de maio/20, alcançando uma média superior a R$ 2 milhões por dia de negociação.

btlg11

Repare que o mês de junho apresentou a maior movimentação do BTLG11 nos últimos 12 meses.

Em 08 de julho, o BTLG11 celebrou um contrato para comprar 3 ativos, estando o fechamento da operação sujeito à verificação de determinadas condições. A operação será realizada no valor de R$ 338 milhões. O valor de receita contrata desses novos ativos para os próximos 12 meses é de 8,71%, e o rendimento esperado no 1º ano é de 11,90% sobre a parc, segundo a visão da gestora.

No contexto da COVID-19, a gestão do BTLG11 disse que se mantém-se próxima de todos seus inquilinos, prezando não apenas pela rentabilidade atual dos ativos, mas por uma relação de longo prazo, de forma que todas eventuais demandas serão analisadas caso a caso.

Sem contar com os ativos em processo de aquisição, BTLG11 possui 7 empreendimentos logísticos em sua carteira, distribuídos nas regiões Sul, Sudeste e Nordeste do Brasil, sendo 91% de contratos atípicos e 9% de contratos típicos.

btlg11

btlg11

btlg11

Até o momento, todos os ativos do portfólio se encontram adimplentes e em funcionamento normal de suas operações.

Nos rendimentos, foram distribuídos R$ 0,50 por cota referente aos resultados de junho, representando um dividendo de 0,47% (cota base R$ 104,70).

Com um patrimônio de R$ 335 milhões e cerca de 23,8 mil cotistas, o BTLG11 é um FII de segmento galpões que tem por objeto a obtenção de renda e ganho de capital por meio da exploração de empreendimentos imobiliários focados em operações logísticas. É destinado a investidores em geral, possui uma taxa de administração de 0,9% ao ano sobre seu valor de mercado e sem adicionais de desempenho (performance).

 

Ainda não entende muito bem sobre Fundos Imobiliários do setor logístico? Baixe nosso minicurso gratuito e aprenda de maneira simples e bem didática.

Bruno Sperandio
Bruno Sperandio Autor

Engenheiro por formação, com mais de 7 anos de experiência no mercado de investimentos, trabalha com produção de conteúdo informativo e educacional para o mercado imobiliário brasileiro.

Comentários