Com sinais positivos no mercado imobiliário, BRCR11 apresenta a menor vacância em 12 meses

O BTG Pactual, na condição de administrador e gestor do BTG Pactual Corporate Office Fund (BRCR11), divulgou ao mercado nesta segunda-feira, 03 de fevereiro de 2020, seu informativo mensal do mês de Janeiro.

No documento, o gestor do BRCR11 disse que em janeiro a rentabilidade total para o cotista, considerando rendimentos distribuídos e o valor da cota, foi negativa em 1,9%.

Veja um comparativo com o Ibovespa (principal indicador de desempenho das ações negociadas na Bolsa do Brasil).

brcr11

A liquidez média diária do BRCR11 na bolsa foi de R$ 5,8 milhões no período e a cotação no mercado secundário fechou o mês a R$ 114,96 por cota.

brcr11

BRCR11 apresenta a menor vacância nos últimos 12 meses

Com base no último mês de dezembro, em termos de receita de locação, a vacância financeira do seu portfólio representou 8,0%, a menor do ano em 2019.

brcr11

Embora o BRCR11 se encontre em um novo patamar de vacância, seu principal desafio ainda continua sendo a comercialização das áreas vagas do portfólio.

Segundo o BTG, o mercado de São Paulo já apresenta uma melhora significativa para imóveis bem posicionados e de qualidade. Já no Rio de Janeiro, o mercado tem se mostrado desafiador para novas locações.

Carteira de investimentos do BRCR11

O quadro abaixo mostra que atualmente, o fundo apresenta 12 ativos em sua carteira distribuídos nos estados de São Paulo (69,7%) e Rio de Janeiro (30,3%).

brcr11

brcr11

Características e informações do BRCR11

brcr11

O BC Fund é um dos maiores FIIs listados em bolsa do Brasil

O BRCR11 foi constituído em junho de 2007 e, desde então, adota uma gestão ativa de sua carteira. Seu objetivo primordial é investir em escritórios comerciais de laje corporativa, estrategicamente localizados em grandes centros comerciais.

Bruno Sperandio
Bruno Sperandio Autor

Engenheiro por formação, com mais de 7 anos de experiência no mercado de investimentos, trabalha com produção de conteúdo informativo e educacional para o mercado imobiliário brasileiro.

Comentários