07 de julho/20: Fechamento e principais destaques do dia



IFIX apresentou nesta terça-feira (07), uma desvalorização de 0,15%, fechando o dia aos 2.798,33 pontos. No acumulado deste mês de julho e ano de 2020, a variação do índice é de -0,28% e -12,45%, respectivamente.

Mercado de FIIs: Principais destaques e notícias do dia

HGBS11 (Tijolo/Shopping): 73% de seu portfólio está aberto para funcionamento gradual

O fundo apresentou uma tabela no dia 06 de julho/20 com o detalhamento do funcionamento de seus ativos.

hgbs11

O Tivoli Shopping teve suas atividades suspensas no dia 06 de julho/20, com retorno previsto para 20 de julho/20.

 

HTMX11 (Tijolo/Hotéis) esclarece situação de seus hotéis em meio a pandemia

Devido à pandemia ocasionada pelo covid-19, muitos hotéis da certeira acabaram interrompendo momentaneamente suas operações. Visando a manutenção da saúde dos empreendimentos investidos, o fundo arcou com aportes pontuais em alguns empreendimentos ao longo dos últimos meses. No entanto, passada a atual crise, o fundo encabeçará esforços para que esses valores aportado sejam ressarcidos.

HTMX11 possui um portfólio com participação em 23 hotéis no estado de São Paulo.

 

BCIA11 (Fundo de Fundos/FOF) apresentou valorização de 6,07% no mês - Destaques de junho

  • A cota patrimonial do BCIA11 apresentou valorização de 6,07% no mês, com impacto positivo dos segmentos de galpão, educacional e agência, e impacto negativo do segmento de lajes.
  • Desde o mês de abril, as receitas com rendimentos dos FIIs foram negativamente impactadas, resultado da queda do rendimento médio da carteira e também da menor alocação em FIIs.
  • Fundo mantem a distribuição em R$ 0,75 por cota desde o mês de março, em linha com a média histórica, devido à receita extraordinária com a venda do Tower Bridge e principalmente à maior participação da receita com ganho de capital, que respondeu por 46% das receitas no semestre.
  • Os R$ 0,75 por cota serão distribuídos no dia 28 de julho/20 (Dividendo 0,39%, cota base R$ 190,95).
  • Os proventos totalizaram R$ 5,20 por cota no 1º semestre, o que equivale um dividend yield anualizado de 8,9% sobre a cota patrimonial e de 5,5% sobre a cota de mercado, ambas do fim do período.
  • Fundo participou das ofertas de emissões do XPLG11, HGRU11 e FCFL11 no mês de junho.

 

PLCR11 (Papel/CRI) reforçou o caráter defensivo e resiliente dos seus CRIs

O fundo reforçou o caráter defensivo e resiliente dos seus CRIs, frisando a solidez dos emissores e dos investimentos do fundo por contarem, em geral, com lastro em ativos reais e garantias, e que até o momento não houve eventos de inadimplência em suas operações.

No fluxo de operações, no mês de junho o fundo adquiriu quatro CRIs, sendo três ofertas primárias.

Nos rendimentos, serão distribuídos R$ 0,25 no próximo dia 14 de julho (Dividendo 0,29%, cota base R$ 84,50).

PLCR11 possui uma carteira com 23 CRI (patrimônio líquido R$ 202,4 milhões).

 

BPFF11 (Fundo de Fundos/FOF): Portfólio alocado ficou dividido em 38 FIIs - Destaques de Junho

Em relação aos ativos da carteira, a Plural (gestor) informou que reduziu a posição em ALZR11, BBPO11, FIIP11, e zerou SPTW11.

Por outro lado, aumentou a posição em XPLG11, JSRE11, VILG11, BTLG11 e HGRU11. Sendo assim, os 92,92% do portfólio alocado ficou dividido em 38 FIIs e o restante da carteira finalizou composta por 5,02% de caixa e 2,06% de CRIs.

Nos rendimentos, o fundo distribuirá R$ 0,54 por cota no dia 07 de julho/20, correspondente a um dividendo de 0,57% no mês em relação ao preço de fechamento (R$94,39).

Considerando a distribuição de rendimento, a cota patrimonial valorizou 4,72% (R$ 94,13) e a cota de mercado (BPFF11) retraiu 3,67%. O volume médio diário de negociação ficou em R$ 302,62 mil no mês.

 

RECT11 (Híbrido) redobrou o monitoramento sobre os segmentos mais afetados nesse momento de turbulência - Destaques de junho

  • Considerando os potenciais impactos em decorrência da pandemia, o Consultor de Investimento do fundo tem atuado com a máxima diligência para atender aos interesses dos cotistas e disse que redobrou o monitoramento sobre os segmentos mais afetados nesse momento de turbulência, mantendo contato próximo junto aos locatários.
  • O Fundo encerrou o mês com distribuição de R$0,81 por cota (Dividendo 0,81%, cota base R$98,99). No acumulado de 12 meses o fundo distribuiu um montante total de R$10,85 por cota.
  • Conforme fato relevante publicado no dia 08 de junho, o fundo celebrou um contrato para aquisição de 04 andares no Condomínio Canopus Corporate Alphaville, que já faz parte do portfólio, situado na Avenida Tamboré, nº 267, Barueri/ SP. A área bruta locável da aquisição é de 4.149,12m² e o valor total da aquisição é de R$27.637.000, a um cap rate de 9,78% ao ano.
  • Conforme comunicado ao mercado publicado no dia 18 de junho, encerrou-se a 4ª emissão de novas cotas objeto de oferta pública com esforços restritos ICVM 476.
  • O montante total captado foi de R$100.000.032. - Os recibos RECT13 e RECT14 farão jus à distribuição de rendimentos de R$0,81. Já os recibos RECT15, RECT16 e RECT17 farão jus à distribuição de rendimentos de R$0,69, R$0,50 e R$0,34 por cota, respectivamente.
  • Conforme fato relevante publicado no dia 23 de junho, o administrador do fundo aprovou a 5ª emissão de novas cotas, objeto de oferta pública com esforços restritos da ICVM 476.
  • O valor total da oferta é de R$360.000.000, correspondente a até 3.600.000 de novas cotas, com preço de emissão por cota equivalente a R$100,00.
  • A MODEC Serviços de Petróleo do Brasil Ltda. renovou o contrato de locação por mais 5 anos, até junho de 2025, no edifício Parque Ana Costa, localizado em Santos/SP.

 

CARE11 (Tijolo/Híbrido) informou que vai distribuir seu primeiro dividendo em 2020

O fundo informou que apurou o valor de R$ 0,00617722529851745 por cota, a ser distribuído como rendimento referente ao primeiro semestre/20, aos cotistas detentores de cotas em 06 de julho/20 com pagamento em 14 de julho/20.

Bruno Sperandio
Bruno Sperandio Autor

Engenheiro por formação, com mais de 7 anos de experiência no mercado de investimentos, trabalha com produção de conteúdo informativo e educacional para o mercado imobiliário brasileiro.




Comentários