19 de junho/20: Fechamento e principais destaques do dia



O IFIX apresentou nesta sexta-feira (19), uma valorização de 0,33%, fechando o dia aos 2.804,01 pontos. No acumulado deste mês de junho e ano de 2020, a variação acumulada do índice é de +5,38% e -11,33%, respectivamente.

fiis

Mercado de FIIs: Principais destaques e notícias do dia

RBCO11 (Tijolo/Escritórios): Ativo do fundo vai fazer migração de fornecimento de energia elétrica para o mercado livre de energia - Destaques de maio

  • Ativo do fundo, Ed. Birmann 20, vai fazer migração de fornecimento de energia elétrica para o mercado livre de energia e poderá trazer potencial redução de custos para o condomínio.
  • Em maio foram negociados 4 contratos regrando o diferimento do valor locatício, gerando uma redução temporária de aproximadamente 2,6% na receita, cujo valor será reposto pelos locatários em menos de 12 meses.
  • RBCO11 apresentou cerca de 1,0% de inadimplência nas receitas, oriundos de cessão de uso de antenas e restaurante em um dos ativos, sendo que 100% dos locatários dos andares quitaram seus valores dentro do mês.
  • No dia 12 de junho o fundo distribuiu R$ 0,37 por cota (dividendo 0,43%, cota base R$ 85,49). A distribuição reflete um Dividend Yield prospectivo anualizado de 5,2%.
  • Em maio o caixa do fundo ficou estável, sendo o resultado das aplicações financeiras de R$ 0,04 centavos por cota, ou seja, mais de R$ 0,11 centavos de diferença em relação a abril.
  • O fundo tem aproximadamente R$ 76 milhões em caixa destinados à aquisição de ativos, em negociação.

 

ALZR11 (Híbrido): Liquidez diária foi de R$ 1 milhão - Destaques de maio

Em maio, fundo teve importante evento sobre a eventual realização de uma terceira emissão de até 3,5 milhões novas cotas. De acordo com o Alianza, gestor, o resultado da consulta foi bastante satisfatório, dada a forma de interação inovadora e grande quantidade de cotistas na base.

No próximo dia 25 de junho, o fundo vai distribuir R$ 0,59 (dividendo 0,44%, cota base 133,70).

No mercado secundário, o ALZR11 apresentou volume médio diário de negociação de R$ 1 milhão.

Número de cotistas continua crescendo. Ao término de maio, 47.668 cotistas, representando um incremento de 8,5% na base, ou mais 3.750 novos investidores, diante do último dia de abril.

 

BTLG11 (Tijolo/Galpões) possui 7 empreendimentos logísticos distribuídos nas regiões sul, sudeste e nordeste do Brasil - Destaques de maio

Fundo adquiriu um galpão refrigerado locado para a BRF em Fortaleza/CE, em contrato atípico com vencimento para 2032. Com esse ativo no portfólio, o fundo passa a concentrar ainda mais sua receita em inquilinos com atividades relacionadas ao setor alimentício, que tem demonstrado segurança e resiliência neste momento.

Todos os ativos do portfólio se encontram adimplentes e em funcionamento normal de suas operações.

No próximo dia 25 de junho, o fundo vai distribuir R$0,50 por cota (dividendo 0,47%, cota base R$104,97) sendo que o resultado do mês foi equivalente a R$0.43 por cota.

O BTLG11 possui 7 empreendimentos logísticos distribuídos nas regiões sul, sudeste e nordeste do Brasil.

 

XPHT12 (Tijolo/Hotéis) Cancelamento da 2ª emissão de cotas

Fundo informou que em 15 de junho/20, a Comissão de Valores Mobiliários aprovou o pedido de revogação da oferta em razão do contexto atual dos mercados de capitais mundiais e, em especial, do mercado de capitais brasileiro, causado pela crise do vírus.

Portanto, a oferta e os atos de aceitação anteriores ou posteriores tornaram-se ineficazes, devendo ser restituídos integralmente os valores dos cotistas que estavam participando da emissão.

Os valores integralizados serão devolvidos acrescidos dos rendimentos líquidos auferidos pelas aplicações do Fundo nos Investimentos Temporários, até o dia 24 de junho de 2020, observados os procedimentos operacionais da B3 e/ou da Instituição Escrituradora, conforme o caso.

 

IRDM11 (Papel/CRI) Rendimentos foram superiores em relação ao último mês - Destaques de maio

  • Em maio, o fundo aproveitou para realizar o ganho em algumas posições em FIIs e realocou esses recursos para novas alocações em CRIs e também FIIs
  • A alocação em caixa reduziu de 5,21% para 3,67% do PL e a alocação em FIIs diminuiu de 34,75% para 31,92% do PL.
  • A cota apresentou uma valorização de 2,66%, chegando ao patamar de R$ 104,69, e o fundo se manteve com uma alta liquidez de R$ 66,2 milhões/mês (ou R$ 3,3 milhões/dia de média).
  • O IRDM11 realizou uma distribuição de rendimentos no dia 17 de junho/20 de R$ 0,76 por cota para os cotistas que detinham cotas no dia 09 de junho/20 (dividendo 0,66%, cota base R$ 115,15).
  • Os rendimentos foram superiores em relação ao último mês, mas o fundo ainda tem sofrido os impactos negativos gerados pelos baixos/negativos índices de inflação e segue contrabalanceado esse impacto com a geração de valor da gestão ativa na compra e venda de ativos, em especial FIIs, no mercado secundário.
  • A carteira do fundo está distribuída em CRI (64,41%), cotas de FII (31,92%) e fundo de renda fixa (3,67%).

 

FIIP11B (Tijolo/Galpões) Informa o terceiro inadimplemento consecutivo por parte do Inquilino

Fundo informou o inadimplemento do aluguel de maio/20, por um dos seus inquilinos, a C&A Modas. Se não regularizado, o decréscimo será de aproximadamente R$ 0,13 por cota nos rendimentos a serem distribuídos em junho/20. O contrato de locação representa um percentual de aproximadamente 9,6% das receitas imobiliárias totais do fundo. Esse é o terceiro inadimplemento consecutivo por parte do inquilino.

Bruno Sperandio
Bruno Sperandio Autor

Engenheiro por formação, com mais de 7 anos de experiência no mercado de investimentos, trabalha com produção de conteúdo informativo e educacional para o mercado imobiliário brasileiro.




Comentários