22 de junho/20: Fechamento e principais destaques do dia

O IFIX apresentou nesta segunda-feira (22), uma desvalorização de 0,41%, fechando o dia aos 2.792,42 pontos. No acumulado deste mês de junho e ano de 2020, a variação acumulada do índice é de +4,97% e -11,74%, respectivamente.

noticias fiis

Mercado de FIIs: Principais destaques e notícias do dia

BICR11 (Papel/CRI) 24% do patrimônio está em caixa para futuras alocações estratégicas - Destaques de maio

A carteira da ativos do BICR11 está composta por CRI (57%), Cotas de FII (16%), LCI (3%) e caixa (24%).

Os 24% do patrimônio em caixa são para alocações estratégicas. (Patrimônio líquido R$ 49,7 milhões).

Carteira de ativos do fundo permanece saudável e adimplente com as obrigações. A maioria dos ativos que compõem a carteira de CRI contam com garantias reais, como a alienação= fiduciária de imóveis.

Foi distribuído R$ 0,32 por cota no último dia 15 de junho. Esse valor representa um dividendo de 0,31% (cota base R$ 101,00).

 

LUGG11 (Tijolo/Desenvolvimento): Em junho, os pedidos de distrato caíram 56,5% e as relocações subiram 120% - Destaques de Maio

O portfólio do fundo é composto por condomínios residenciais localizados em regiões estratégicas das cidades de Belo Horizonte - MG, Curitiba - PR e Campinas - SP, próximos a centros comerciais, universidades e polos empresariais.

Segunda torre do Luggo Lindoia foi liberada para locação no dia 18/05/2020 e os novos locatários poderão se mudar em 06/07/2020.

O lançamento da segunda torre explica o aumento temporário da vacância, que está em 27%.

O Luggo Cenarium em Campinas/SP, único empreendimento que ainda não está em operação, tem seu lançamento previsto para o mês de agosto/20.

No mês de maio ocorreram 23 distratos e 10 relocações. Em junho, os pedidos de distrato caíram 56,5% e as relocações subiram 120%.

Na visão acumulada histórica da operação da Luggo, foram 44 distratos, sendo que 32 deles foram relocados, com prazo médio de 15 dias.

Em casos de inadimplência, a seguradora dos ativos do LUGG11 cobre tanto o aluguel, quanto as despesas mensais (condomínio e IPTU) somados de multas e juros, com exceção da multa rescisória.

Nos rendimentos, foi distribuído R$ 0,50 por cota no último dia 15 de junho. Esse valor representa um dividendo de 0,48% (cota base R$ 102,17).

A rentabilidade da cota no mês de maio foi de 1,4%.

 

MALL11 (Tijolo/Shoppings) apresentou negociação diária média de R$ 1.4 milhões - Destaques de maio

Patrimônio líquido (R$ 799,2 milhões), valor de mercado (R$ 622,9 milhões).

Em maio, segundo a Associação Brasileira de Shopping Centers (Abrasce), mais de 100 shoppings do país ativaram as suas operações. O movimento foi mais forte nas regiões Sul e Centro-Oeste.

Quando do momento da reabertura parcial do shopping, as condições na cobrança de aluguel e condomínio tem variado de acordo com a orientação da administradora. Em linhas gerais, as administradoras continuam empenhadas na renegociação dos alugueis em aberto e vincendos e na gestão das despesas condominiais, assim como o seu controle de inadimplência.

MALL11 acredita que com a estabilização do quadro de contágio e retomada gradual das atividades no país, cada vez mais shopping centers de todo o país deverão abrir com determinadas restrições – redução do horário de funcionamento, cinemas e teatros fechados, praça de alimentação com menos operações – e intensificação das práticas de higiene e distanciamento – disponibilização de máscaras, álcool em gel, limitação do número de frequentadores, entre outros.

Nos rendimentos, foi distribuído R$ 0,11 por cota no último dia 12 de junho. Esse valor representa um dividendo de 0,13% (cota base R$ 82,40).

Em maio, o fundo apresentou negociação diária média de R$ 1.4 milhões com presença em 100% dos pregões.

 

VISC11 (Tijolo/Shoppings) 10 dos 13 shoppings já estão abertos

A BRL Trust, administrador, informou que O Shopping Tacaruna, localizado na cidade de Recife no estado de Pernambuco, retomará suas atividades a partir de hoje, 22 de junho/20.

O VISC11 já tem 10 shoppings de seu portfólio em funcionamento, que representam aproximadamente 62% da receita imobiliária esperada.

 

RBRP11 (Tijolo/Escritórios) conclui nova aquisição com contrato atípico

Fundo comunicou que concluiu a aquisição (22 de junho/20) do conjunto 52, localizado no 5º andar, do Edifício Delta Plaza, localizado em São Paulo/SP, pelo valor total de R$ 2,7 milhões.

O imóvel será locado para a empresa Livance Serviços de Apoio Administrativo S.A., empresa de consultórios inteligentes (health offices), em modelo de pay-per-use, com prazo de duração total de 10 anos (contrato atípico).

Com a celebração deste contrato, os imóveis detidos pelo RBRP11 no Edifício Delta Plaza estarão locados, zerando a vacância existente no ativo.

 

BRCR11 (Tijolo/Escritórios): 7ª emissão de cotas

Seu administrador (BTG Pactual) informou na manhã de hoje (22), que no próximo dia 29 de junho/20 será iniciado o prazo para exercício do direito de preferência pelos cotistas para a 7ª emissão de cotas do fundo.  O montante inicial da oferta restrita é de inicialmente, R$ 262.167.000,00 correspondente a 3.100.000 cotas.

Cada cotista e investidor profissional pagará pela subscrição e integralização de cada nova cota, R$ 86,63, valor equivalente à média de fechamento da cota no período compreendido entre o dia 12 e 18 de maio/20.

Segundo o BTG, os recursos da oferta serão destinados a aquisição do Edifício Morumbi Corporate - Diamand Tower, após o cumprimento de algumas condições precedentes.

 

MXRF11 (Híbrido): Rentabilidade da cota foi de 6,9% - Destaques de maio

Na carteira de CRIs o fundo teve mais um mês de movimentação ativa dos papéis, com destaque para a venda total do remanescente do CRI de risco Latam, e reduziram marginalmente alguns papéis para realocações em FIIs, que acreditam ter melhores relações de risco-retorno no momento.

Na carteira de cotas de FIIs, o fundo explorou a estratégia de alocação em ativos que, na visão da gestão, estavam com descontos excessivos no mercado secundário. O book de FIIs encerrou o mês com investimento líquido de R$ 3,37 milhões.

Até o momento, a gestão não identificou e não vislumbra nenhum inadimplemento e/ou default que provoquem interrupção adicional ao fluxo de pagamentos em nenhum papel.

No dia 10 de junho o MXRF11 propôs uma consulta formal visando a aprovação pelos cotistas da 6ª emissão de cotas.

Os rendimentos distribuídos foram de R$ 0,07 por cota (dividendo 0,64%, cota base R$ 10,83).

No mercado secundário, ocorreram 141.565 negociações no período, movimentando um volume de R$ 80,62 milhões. Com 100% de presença nos pregões, sua liquidez média diária na bolsa foi de R$ 4,03 milhões.

A rentabilidade da cota no mês de maio foi de 6,9%, partindo de R$ 10,13 em 30 de abril, para R$ 10,83 em 29 de maio.

 

SARE11 (Híbrido): Nova aquisição poderá proporcionar um incremento de 10% em distribuição de rendimentos

Neste dia 22 de junho o fundo assino o contrato relativo a aquisição de 4 conjuntos no Edifício Work Bela Cintra, localizado na Rua Bela Cintra, 755, São Paulo/SP, pelo valor de R$15.750.000,00. O edifício foi entregue há apenas 3 anos e possui certificação LEED Gold para construções sustentáveis. O Imóvel encontra-se 100% locado, com prazo médio de locação remanescente de 4 anos.

O SARE11 já detém participação de 77,8% no Edifício Work Bela Cintra e, com esta aquisição, passa a ter 100% de participação no empreendimento. Considerando o aluguel estimado para os próximos 12 meses, esta aquisição poderá proporcionar um incremento de aproximadamente 10% em sua distribuição de rendimentos, cerca de R$ 0,0269 por cota, com base na última distribuição de junho (R$ 0,26 - dividendo 0,30% - cota base R$ 85,49).

 

HCTR11 (Papel/CRI) não tem preferência por região específica em seus ativos - Destaques de maio

No mês, o fundo teve um dividendo de 0,92% (cota base R$ 120,00), distribuindo R$1,11 por cota.

Durante o mês, 100% dos ativos pagaram as obrigações conforme previsto, sem qualquer evento de inadimplência observado na carteira.

Todos os CRIs em carteira contam com fundo de reserva de pelo menos 2 meses e razões de garantia que servem de colchão de liquidez para absorver impactos de curto e médio prazos.

O Hectare CE FII tem como foco principal investir em ativos para financiamento de projetos imobiliários ao redor do Brasil, sem uma preferência por alguma região específica.

Sua carteira é composta por CRIs (91,3%) e os restantes 8,7% são ativos de liquidez.

 

FPAB11 (Tijolo/Escritórios): Locatário prorroga por mais 6 meses seu contrato de aluguel - Impacto seria de R$ 0,70 por cota

Foi prorrogado a locação dos ativos do fundo por mais 6 meses com locatária que tinha informado que ia devolver as salas alugadas no Edifício Los Angeles.

Portanto, em decorrência da prorrogação, o decréscimo no fluxo de caixa ocorrerá somente a partir de dezembro/20, (anteriormente era em junho/20), e será de aproximadamente R$ 0,70 por cota.

A área a ser devolvida representa 14,79% da ABL do empreendimento e 20,10% da receita de locação bruta atual. Em se tratando de vacância, a taxa, a partir de dezembro/20, passará a ser de 42,05%.

 

HGBS11 (Tijolo/Shoppings): 2 dos 16 shoppings do fundo fecham as portas novamente

Em função do recente aumento do número de casos do vírus, foi suspensa a autorização para o funcionamento do Parque Dom Pedro Shopping, localizado na cidade de Campinas, Estado de São Paulo.

O período de suspensão vigorará de 22 de junho a 29 de junho de 2020, podendo ser revisto conforme fundamentos técnicos.

Também, em função do agravamento da situação na região metropolitana de Porto Alegre, foram suspensas as atividades do I Fashion Outlet Novo Hamburgo, localizado na cidade de Novo Hamburgo, Estado do Rio Grande do Sul. O fechamento vigorará, a princípio, de 23 de junho a 29 de junho de 2020.

Em ambos os ativos, fica autorizado apenas o funcionamento das atividades essenciais e os serviços de delivery e drive-thru.

Com a suspensão das atividades destes dois ativos, o HGBS11 se encontra com 85% do seu portfólio com reaberturas permitidas pelas autoridades locais.

Adicionalmente, de maneira a buscar evitar maiores restrições, a prefeitura de Cuiabá determinou a redução do horário de funcionamento das atividades dos shoppings centers.

Desta forma, pelo período de 15 dias, o Shopping Goiabeiras, localizado na cidade de Cuiabá, terá seu horário de funcionamento reduzido para das 11h às 18h a partir do dia 24 de junho.

Bruno Sperandio
Bruno Sperandio Autor

Engenheiro por formação, com mais de 7 anos de experiência no mercado de investimentos, trabalha com produção de conteúdo informativo e educacional para o mercado imobiliário brasileiro.

Comentários