29 de junho/20: Fechamento e principais destaques do dia



O IFIX apresentou nesta segunda-feira (29), uma desvalorização de 0,11%, fechando o dia aos 2.787,24 pontos. No acumulado deste mês de junho e ano de 2020, a variação acumulada do índice é de +4,79% e -11,92%, respectivamente.

fiis noticias

Mercado de FIIs: Principais destaques e notícias do dia

FIIP11B (Tijolo/Galpões): Locatário inadimplente com três alugueis consecutivos pede urgência para revisão de aluguel

O fundo tomou conhecimento da medida liminar no dia 26 de junho/20, que determina conceder o desconto à locatária C&A de 50% do valor da locação pelo período de nove meses, entre os meses de março e novembro de 2020, em função situação econômico-financeira e epidemiológica do município de São Paulo e seus desdobramentos frente à saúde financeira da companhia.

Os representantes do FIIP11B estão envidando todas as medidas necessárias e seguem em contato com seus assessores legais a fim de que sejam tomadas as medidas cabíveis diante de tal fato e seus desdobramentos.

 

VRTA11 (Papel/CRI) mantem confortável posição de caixa para atravessar o cenário de incertezas - Destaques de maio

  • Fundo finalizou o mês de maio com cerca de R$ 41 milhões em caixa (8% do patrimônio líquido - PL), permanecendo a estratégia de manter confortável posição de caixa para atravessar o cenário de incertezas causadas pela pandemia.
  • Os restantes R$ 468 milhões (92% do PL) estão alocados em ativos de CRI.
  • As operações dos CRIs estão divididas em corporativo (68%), Residencial (19%), Shoppings (6%), loteamentos (5%) e Fractional (2%).
  • Nos rendimentos, a distribuição foi de R$ 0,73 por cota representando um dividendo de 0,65% para o mês (cota base R$ 112,30).
  • A rentabilidade da cota foi de negativos 0,55%, partindo de R$ 112,93 no final de abril para R$ 112,30 em 29 de maio. O valor da cota patrimonial fechou o mês valendo R$ 105,03.
  • No mercado secundário foram negociados aproximadamente R$ 14 milhões (média diária R$700 mil).
  • 394 é o número de investidores que aumentou no mês, fechando em 48.292 cotistas.

 

HGFF11 (Fundo de Fundos/FOF) vai fazer 2ª emissão de cotas

Foi aprovado pelo seu administrador Credit Suisse neste dia 29 de junho a 2ª emissão de cotas do fundo. Serão emitidas no mínimo, 209.381 e, no máximo, 2.093.802 novas cotas com valor total de até R$ 199.999.967,04.

A oferta será destinada a investidores em geral com o valor unitário de R$ 95,52 determinado com base no valor patrimonial das cotas do HGFF11 no fechamento de 29 de maio/20. O valor será acrescido do custo unitário de distribuição, equivalente a um percentual de até 3,0%.

Exceto no caso do exercício do direito de preferência, cada Investidor deverá apresentar pedidos de subscrição de, pelo menos, 50 cotas, ao valor de R$ 95,52 por cota, ou seja, R$ 4.776,00 mais o percentual adicional de distribuição.

 

TRXF11 e TRXB11 Concluem aquisição e locação de mais 7 imóveis e formalizam as condições de outros 29 imóveis ao Pão de Açúcar e ao Assaí Atacadista

Os fundos concluíram a aquisição de mais 7 imóveis e formalizaram as condições para a aquisição de mais 29 imóveis de propriedade da Companhia Brasileia de Distribuição (CBD) e da Sendas Distribuidora S.A. (“Sendas” e em conjunto com CBD formam o grupo “Grupo Pão de Açúcar”), sendo que, dentre os 43 imóveis que estão na lista, 5 imóveis já foram adquiridos no final do mês de maio/20, e 02 imóveis foram excluídos, com valores não relevante para a transação.

O valor de aquisição total dos 36 imóveis é de R$ 1.019.877.296,06  e são compostos por lojas atacadistas e varejistas operadas pela CDB e pela Sendas sob as bandeiras “Pão de Açúcar”, “Assaí”, “Extra Hipermercados” e “Mercado Extra”. Dos 36 imóveis, 7 imóveis tiveram a aquisição e locação concluídas neste dia 29 de junho/20.

 

RBVA11 (Tijolo/Outros) assina documento para adquirir 4 ativos imobiliários

O fundo assinou hoje (29), escrituras objetivando a aquisição de quatro ativos da Companhia Brasileira de Distribuição (GPA), em cumprimento aos compromissos de compra e venda com contratos de locação atípicos celebrados em 23 de dezembro de 2019, no modelo de contrato “Sale-Lease-Back”.

Os referidos Imóveis estão localizados no estado de São Paulo, nas cidades de São Paulo, São Bernardo do Campo, Campinas e Guarujá. Os Imóveis localizados nas cidades de Recife e no Distrito Federal ainda estão em processo de Due Diligence, o qual terá seu resultado divulgado oportunamente.

Bruno Sperandio
Bruno Sperandio Autor

Engenheiro por formação, com mais de 7 anos de experiência no mercado de investimentos, trabalha com produção de conteúdo informativo e educacional para o mercado imobiliário brasileiro.




Comentários