RBVA11 está prestes a adquirir imóveis de uma grande varejista no Brasil

Nesta quinta-feira, dia 05 de dezembro de 2019, o Rio Bravo, adminstrador do FII Rio Bravo Renda Varejo (RBVA11) divulgou Fato Relevante onde informou que recebeu o aceite de uma proposta de aquisição de um portfólio de ativos de um grande varejista de âmbito nacional.

Em nota, foi informado que os Imóveis estão localizados em diversas regiões do país, com exposição maior ao estado de São Paulo.

A oferta

A proposta destes Imóveis, já com custos, tem valores entre R$ 90 e R$ 100 milhões, com cap rate aproximado de 7% ao ano e contrato de locação na modalidade Sale-Lease-Back, formato que consiste na aquisição dos ativos já locados por um prazo de 10 anos e termos específicos de locações atípicos.

Aquisição pode ser feita ainda em 2019

Segundo relatou o documento, a aquisição tem previsão de ser concluída ainda este ano.

"Será realizada a Due Diligence dos documentos relacionados aos Imóveis, a serem fornecidos pelos proprietários. Caso a Due Diligence não seja concluída até o final do mês de dezembro de 2019, a aquisição poderá ser realizada via Compromisso de Compra e Venda, conforme prazo estimado, até que seja concluída a análise documental e correspondentes regularizações sanáveis."

A conclusão da aquisição, contudo, dependerá do resultado satisfatório da Due Diligence técnica, ambiental e documental dos imóveis, bem como da superação das condições precedentes previstas na proposta.

Para esclarecer, "Due diligence" é definido como um processo de investigação ou exercício de cuidados que se espera que uma empresa tome antes de celebrar um acordo ou contrato com outra parte.

A compra está em linha com as estratégias do fundo

Na visão do administrador, essa aquisição está alinhada com a estratégia de investimentos do RBVA11, o qual está fundamentada na ponderação dos pilares:

  • Cap rate de aquisição;
  • Localização dos Imóveis;
  • Classificação do Locatário;
  • Liquidez do imóvel; e
  • Principais termos do contrato de locação que tragam segurança para o fundo.

No mais, a Rio Bravo terminou informando que de acordo com o avanço do processo, seus cotistas e o mercado serão devidamente informados via Fato Relevante sobre a conclusão da aquisição e detalhes dos imóveis, da transação e do impacto nas futuras distribuições de rendimentos.

Bruno Sperandio
Bruno Sperandio Desenvolvedor de conteúdos

Formado em Engenharia de Produção pela FAACZ, com experiência de mais de 5 anos no mercado financeiro do Brasil. Investidor e desenvolvedor de conteúdos sobre o mercado imobiliário, economia e investimentos.

Comentários