01 de setembro/20: fechamento e principais destaques do dia



IFIX apresentou nesta terça-feira (01), uma desvalorização de 0,27%, iniciando o mês com 2.774,66 pontos. No acumulado do mês de setembro e ano de 2020, a variação do índice é de - 0,27% e -13,29%, respectivamente.

Mercado de FIIs: principais destaques e notícias do dia

FVBI11 (Tijolo/Escritórios): cotistas devem apresentar preço médio de aquisição de cotas até o fim de setembro

  • O BTG Pactual, administrador, informou que os cotistas do fundo devem informar exclusivamente por meio do preenchimento do formulário online, seu custo médio de aquisição de cotas, até o dia 30 de setembro/20 para fins de apuração do Imposto de Renda sobre eventual ganho de capital verificado na amortização do FVBI11.

 

ABCP11 (Tijolo/Shoppings): Receita Federal do Brasil pede esclarecimentos ao fundo

  • O fundo recebeu em 28 de agosto/20 uma auto de Infração lavrado pela Receita Federal do Brasil (RFB), alegando que deve ser tributado como uma pessoa jurídica.
  • “O Auto de Infração é decorrente de processo de fiscalização iniciado pela RFB a partir de comunicação recebida pela RFB da Comissão de Valores Mobiliários (CVM) questionando o enquadramento fiscal do fundo.”
  • Segundo a RFB, o suposto enquadramento do fundo como pessoa jurídica fundamenta-se no fato de que há um cotista com participação superior a 25% das cotas. Ainda, diante do não enquadramento, a RFB entende ter havido falta de recolhimento de alguns impostos nos períodos compreendidos de 01/2016 a 12/2018.
  • O montante total do Auto de Infração é de R$ 158.915.103,88, equivalente a 15,3% do seu patrimônio líquido com base no mês de julho/20.
  • A administradora do ABCP11 (Rio Bravo), portanto, informou que o embasamento legal do auto de infração não se sustenta, dentre outros motivos, pelo fato de: o cotista relevante não ter sido sócio, incorporador ou construtor do empreendimento imobiliário que integra seu portfólio (Shopping); e o auto não se atentar ao critério temporal, considerando que o ABCP11 foi constituído e o Shopping reformado e inaugurado antes da entrada em vigor da Lei 9.779/99.
  • Nesse contexto, a administradora disse que tomará todas as medidas cabíveis, seja na esfera administrativa ou judicial, para defesa desse posicionamento, o qual entende estar inteiramente alinhado aos interesses do fundo e de seus cotistas.
  • O ABCP11 tem o prazo de 30 dias para apresentar sua defesa aos fatos alegados.

 

BRCO11 (Tijolo/Galpões) fecha contrato de locação com a Magazine Luiza S.A

  • O fundo de galpões administrado pelo Oliveira trust e gerido por Bresco, informou que fechou um contrato de locação para o empreendimento Bresco Contagem com a empresa Magazine Luiza S.A.
  • O início da nova locação está previsto para 01 de setembro/20, com vencimento em 31 de janeiro/22.
  • Houve uma desocupação antecipada de uma parte da área pela Coty Brasil Comércio LTDA., contemplando a devolução imediata do módulo e uma indenização devida ao BRCO no valor de R$ 123.994,44 equivalente a dois alugueis contratados.
  • Essa locação, em conjunto com a desocupação antecipada, poderá representar um acréscimo de 1,10% no resultado mensal, ou cerca de R$0,01 por cota, em comparação aos rendimentos distribuídos em agosto/20.

 

TRXF11 (Híbrido/Varejo) em conjunto com TRXB11, finalizam o processo de aquisição total de 39 imóveis do grupo pão de açúcar

  • O BRL Trust, administrador dos fundos, informou que concluiu a aquisição de mais 11 imóveis de propriedade do Grupo Pão de Açúcar (GPA).
  • De acordo com o documento, os 11 imóveis foram adquiridos no dia 31 de agosto e são lojas varejistas operadas pela Companhia Brasileira de Distribuição (CDB) sob as bandeiras “Pão de Açúcar” e “Mercado Extra”, sendo 4 localizadas em São Paulo/SP, 1 localizada em Peruíbe/SP, 1 localizada em Ribeirão Preto/SP, 1 localizada em São Bernardo do Campo/SP, 1 localizada em Indaiatuba/SP, 1 localizada em Valinhos/SP, 1 localizada em Santana de Parnaíba/SP e 1 localizada em Campinas/SP. O valor de aquisição foi de R$ 233.646.025,49 e as lojas foram locadas à CBD pelo prazo de 15 anos.
  • Dentre os 43 imóveis que estavam na negociação, 05 imóveis já haviam sido adquiridos em 29 de maio/20, 07 imóveis já haviam sido adquiridos em 29 de junho/20, 16 imóveis já haviam sido adquiridos em 22 de julho/20, ao passo que 04 imóveis foram excluídos, com valores não relevantes para a transação, totalizando assim 39 imóveis adquiridos, com valor total de aproximadamente R$ 1.183.000.000,00.

 

BCIA11 (Fundo de Fundos/FOF): cotas da 3ª emissão começam a ser negociadas hoje (01)

  • As cotas da 3ª emissão do fundo, atualmente sob o código ISIN nº ISIN “BRBCIACTF005”, passaram a ser negociadas na B3 S.A. – Brasil, Bolsa, Balcão, hoje (01), participando em igualdade de condições nas futuras distribuições de rendimentos do BCIA11.

 

LVBI11 (Tijolo/Galpões): locatária que representa R$0,10/cota nos rendimentos informou que vai rescindir contrato

  • O fundo logístico gerido pela VBI Real Estate informou que recebeu, em 31/08/2020, da locatária “DHL Logistics (Brazil) Ltda.” Uma notificação sobre a rescisão antecipada do contrato de locação do seu imóvel denominado “Ativo Araucária”.
  • Conforme condições do referido contrato, deverá ser cumprido aviso prévio de 12 meses até a efetiva desocupação do imóvel, além do pagamento de multa por rescisão antecipada na data da desocupação.
  • Dessa forma, a efetiva desocupação do ativo é esperada para ocorrer somente em 01 de setembro/21 e não é esperado qualquer impacto financeiro no fundo até essa data, uma vez que o aluguel deverá ser pago durante todo o período. O aluguel mensal representa, nessa data, o equivalente a aproximadamente a R$ 0,10 por cota.

 

PVBI11 (Tijolo/Escritórios) desembolsou R$ 412 milhões em compra de imóvel já locado até 2034

  • O VBI Prime Properties divulgou que fechou um contrato de compra das ações da empresa CBLA EMPREENDIMENTO IMOBILIÁRIO S.A.
  • A Companhia é proprietária do imóvel Park Tower (conforme descrito no Prospecto da 1ª emissão de cotas do fundo), empreendimento localizado na Av. Brigadeiro Luís Antônio, nº 3521, no município de São Paulo.
  • A compra foi concluída mediante o pagamento à vista do montante de R$ 412.269.738,11.
  • O Imóvel encontra-se 100% locado através de um único contrato típico de locação vencendo em 2034.
  • O aluguel esperado para os próximos 12 meses equivale a aproximadamente R$ 0,30/cota.

 

Ainda não sabe em qual FII você deve investir? Confira o "Investindo em Fundos Imobiliários" com a Suno e não perca mais nenhuma oportunidade!

Bruno Sperandio
Bruno Sperandio Autor

Engenheiro por formação, com mais de 7 anos de experiência no mercado de investimentos, trabalha com produção de conteúdo informativo e educacional para o mercado imobiliário brasileiro.




Comentários