11 de setembro/20: fechamento e principais destaques do dia



O IFIX apresentou nesta sexta-feira (11), uma desvalorização de 0,04%, fechando o dia aos 2.791,80 pontos. No acumulado do mês de setembro e ano de 2020, a variação do índice é de +0,35% e -12,67%, respectivamente.

Mercado de FIIs: principais destaques e notícias do dia

ALZR11 (Híbrido) divulgou nova aquisição e disse que locatário do imóvel é o maior varejista do mundo em seu setor

  • Fundo divulgou que está adquirindo um novo empreendimento para seu portfólio no valor de R$ 71,1 milhões. O imóvel é um edifício comercial localizado na cidade de São Paulo e possui aproximadamente 15 mil m² de área de terreno e 8.792 m² de área construída.
  • Atualmente no imóvel funciona uma loja de artigos esportivos da Decathlon, que de acordo com o documento divulgado, é a maior varejista do mundo no setor, com mais 1.500 lojas distribuídas em 50 países e faturamento superior a €12 bi em 2019.
  • Confirmando o fechamento do negócio, o ALZR11 celebrará com a Decathlon um contrato de locação atípico do Imóvel, ainda em negociação, com o prazo mínimo de 10 anos, no modelo “Sale&Leaseback”.
  • A expectativa é que a conclusão do negócio ocorra em até 90 dias contados a partir do dia 10 de setembro.

 

PATC11 (Tijolo/Escritórios): houve o repasse de inflação em três contratos de locação na carteira, que respondem juntos por 32% de sua receita total - Destaques de agosto

  • Distribuição de R$ 0,29/cota (dividendo 0,33%, cota base R$ 87,67). O pagamento foi realizado em 8 de setembro aos detentores de cotas em 31 de agosto/20.
  • Sua cota encerrou o mês desvalorizando 0,91%, partindo de R$ 88,48 em 31 de julho, para R$ 87,67 em 31 de agosto.
  • Durante o mês ocorreram 8.852 negociações no mercado secundário, movimentando um volume de R$ 12 milhões, com liquidez média diária de aproximadamente R$ 573 mil.
  • Em seu portfólio, houve o repasse de inflação em três contratos de locação na carteira, que respondem juntos por 32% de sua receita total.
  • Até 31 de agosto/20, sua carteira possuía 5 imóveis em seu portfólio com 8.526 m 2 de ABL, totalizando um investimento de R$ 171 milhões e equivalentes a 49% de seus recursos totais. Ainda, o PATC11 tinha R$ 61 milhões investidos em FIIs de lajes corporativas, representando 18% dos recursos. O restante continuou investido em aplicações financeiras que incluem CDBs, LCIs e títulos públicos de renda fixa.

 

RBVA11 (Tijolo/Outros) atualiza os processos movidos por seu locatário Banco Santander (Brasil) e fala sobre ampliação de participação no Shopping Iguatemi, em São Paulo

  • A Rio Bravo investimentos, administradora, atualizou o mercado sobre os 28 processos movidos pelo locatário Banco Santander (Brasil) em face do fundo. Os destaques do comunicado foram os seguintes pontos:
  • Até às 18h do dia 11 de setembro, dos 28 processos, o Tribunal de Justiça de São Paulo já se manifestou em 26, sendo que todas as manifestações foram favoráveis ao RBVA11.
  • Em adição, o RBVA informou que recebeu uma proposta para adquirir uma fração equivalente a 77 cotas do Edifício Shopping Center Iguatemi pelo valor de R$ 4,5 milhões. O fundo já possui pequena participação de 75 das 60.000 cotas do empreendimento.
  • A conclusão da aquisição depende ainda de alguns fatores, bem como da superação das condições precedentes previstas na proposta.
  • De acordo com a Rio Bravo (administrador), a ampliação da participação no ativo será uma forma de aproveitar uma oportunidade de mercado para aumentar a exposição a um empreendimento consolidado e um dos principais centros comerciais do país.
  • Além da participação direta no ativo, o fundo também possui participação indireta em fundos imobiliários de Shopping Centers via cotas de FIIs.

 

XPIN11 (Tijolo/Galpões) nesta sexta-feira (11), que fechou 3 contratos de locação para os módulos dos galpões do Condomínio Park Jundiaí I, localizado no município de Jundiaí/SP. A receita total dos contratos, projetada para os 12 primeiros meses é de R$ 0,14/cota.

IRDM11 (Papel/CRI): A partir da próxima terça-feira, 15 de setembro/20, as 3.531.901 cotas da 7ª emissão do Iridium Recebíveis Imobiliários passarão a ser negociadas na B3.

HCTR11 (Papel/CRI): A Vórtx (administrador) aprovou a 6ª emissão de cotas do fundo nesta sexta-feira (11). Serão no máximo 1.071.215 cotas com valor unitário de R$ 116,69 e totalizando cerca de R$ 125 milhões. O montante mínimo da oferta restrita será de R$ 25.000.015,67 correspondente a 214.243 cotas. A oferta será destinada exclusivamente a investidores profissionais.

FEXC11 (Papel/CRI): A partir da próxima segunda-feira, 14 de setembro/20, as 665.173 cotas da 10ª emissão do BTG Pactual Fundo de CRI passarão a ser negociadas na B3.

 

Em dúvida se um determinado FII é o ideal para sua carteira neste momento? Faça nosso minicurso gratuito e aprenda como escolher os melhores Fundos Imobiliários.

 

Bruno Sperandio
Bruno Sperandio Autor

Engenheiro por formação, com mais de 7 anos de experiência no mercado de investimentos, trabalha com produção de conteúdo informativo e educacional para o mercado imobiliário brasileiro.




Comentários