Antes de falarmos sobre os FIIs para 2019, devemos primeiro lembrar alguns pontos importantes que fazem desse tipo de investimento tão interessante.

Fundos imobiliários são altamente recomendados para quem pretende ganhar dinheiro. Devido a esse motivo, vamos mostrar neste artigo que os FIIs em 2019 serão uma excelente opção de investimento.

Mas antes disso, podemos já definir que os melhores FIIs em 2019 são aqueles que trazem segurança no investimento, rentabilidade, gestão eficiente e consistência em seus resultados. Por isso, investir em fundos imobiliários pode alavancar seu patrimônio de forma extraordinária ao longo do tempo.

FIIs 2019 - Os melhores são os mais rentáveis - Como faço para obter

fiis 2019

Primeiro, Você precisa se atentar a 4 passos importantes. Veja:

Defina um objetivo

Esse é um passo importante para a definição do tipo de fundo que irá atender às suas expectativas.

É muito necessário que Você saiba suas pretensões. Isso fará toda diferença.

Quanto você pode investir

Para começar um investimento em fundos imobiliários não é preciso muito. Com apenas R$10 Você já consegue investir.

Selecione um fundo imobiliário

A análise do fundo imobiliário é essencial antes de fazer sua escolha. Por isso, veja alguns pontos que devem ser estudados:

  • Compare a rentabilidade e volatilidade histórica entre fundos similares. Caso invista em fundo em fase de captação, naturalmente, o fundo não terá histórico
  • Leia o prospecto e dedique especial atenção à seção fatores de riscos do empreendimento
  • Acompanhe o andamento da negociação do FII: seu valor, número de negócios fechados, variação do preço, etc
  • Conheça a administração e gestão do fundo

Acompanhe o mercado de FIIs

Leia as publicações preparadas pelos gestores e administradores.

Consulte a lista de fundos imobiliários atualizada constantemente no site do Fiis.com.br. Nele, Você encontra links para documentos que descrevem os fundos em detalhes.

Leia jornais e outras publicações sobre economia e mercado imobiliário.

Onde buscar informações sobre FIIs em 2019

fiis 2019

Os fundos imobiliários existem a bastante tempo. Foi em 1994, através da Lei Federal 8.688/93, que a CVM regulamentou seu funcionamento no Brasil.

Entretanto, foi apenas nos últimos 5 anos que os FIIs ganharam maior notoriedade no setor financeiro, entrando no radar de analistas e financistas.

Portanto, encontrar informações de qualidade sobre eles pode demandar um esforço maior.

Pensando nisso, segue abaixo um glossário com 5 passos para auxiliar o investidor na busca de informações sobre os FIIs:

  1. Levante quais são os ativos que compõem o portfólio do fundo imobiliário
  2. Busque informações sobre valor patrimonial dos imóveis
  3. Pesquise sobre outros empreendimentos comerciais da região dos ativos do fundo
  4. Aprenda a avaliar o binômio: valor patrimonial/valor de mercado
  5. Descubra como funciona a distribuição de rendimentos do fundo

No geral, esse formato é utilizado pela maioria dos analistas de fundos imobiliários.

Portanto, se Você for analisar um fundo, saiba que é um pouco trabalhoso.

Mas não se preocupe! Para resolver esse problema, existem sites que são excelentes canais de informações de fundos imobiliários.

Em especial, vamos mostrar dois grandes sites que produzem informação de forma gratuita e de qualidade para essa indústria. São eles:

Esses portais entregam todas as informações detalhadas e importantes para o investidor.

  • Indicadores de desempenho
  • Relatórios gerenciais
  • Comunicados e assembleias
  • Lista de FIIs por participação no IFIX, código, tipo, segmento, entre outros
  • Ranking de FIIs
  • Dentre outros

Por fim, saber identificar os melhores FIIs em 2019 é essencial para que Você faça boas escolhas para compor sua carteira de investimentos. Fazendo isso, Você irá desenvolver habilidades de conhecimento e obterá de forma consistente a competência de saber como investir em FIIs.

Marcos Baroni
Marcos Baroni Especialista em FIIs (Suno Research)

Marcos Baroni é especialista em Fundos Imobiliários. Professor há 20 anos em cursos de Graduação e MBA nas áreas de Gestão de Projetos e Processos.

Comentários