22 de julho/20: Fechamento e principais destaques do dia



IFIX apresentou nesta quarta-feira (22), uma valorização de 0,13%, fechando o dia aos 2.735,69 pontos. No acumulado deste mês de julho e ano de 2020, a variação do índice é de -2,53% e -14,70%, respectivamente.

fiis

Mercado de FIIs: Principais destaques e notícias do dia

MALL11 (Tijolo/Shoppings): Todos os shoppings do fundo já estão abertos e funcionando com horário reduzido

Fundo informou que o Boulevard Shopping Feira reabriu no dia 21 de julho/20, funcionando de segunda à sábado, com horário reduzido, das 12 horas às 19 horas. Ainda permanecerão fechadas as operações de lazer e entretenimento, tais como cinema, teatro e recreação infantil. Com isso, 100% dos shoppings que compõe o portfólio do MALL11 se encontram abertos, funcionando com horário reduzido.

 

TRXF11 (Híbrido): Administrador aprova 3ª emissão de cotas e fundo conclui aquisição de mais 16 imóveis

A BRL Trust, administrador, aprovou a 3ª emissão de cotas do fundo no montante de até 2 milhões de cotas no valor de R$ 100,00/cota. O valor da cota foi calculado com base no valor patrimonial em 17 de julho/20, adicionado um prêmio de R$2,82. O preço de emissão unitário, sem considerar a taxa de distribuição primária, totaliza até R$ 200 milhões. As cotas serão objeto de oferta pública com esforços restritos de distribuição, a ser realizada nos termos da Instrução da CVM 476.

Em adição, o fundo também divulgou que juntamente com o TRXF11, concluíram a aquisição de mais 16 imóveis de propriedade do Grupo Pão de Açucar sendo que, dentre os 43 imóveis do contrato de aquisição, 5 imóveis já foram adquiridos em 29 de maio/20, mais 07 imóveis em 29 de junho/20, e 02 imóveis foram excluídos, com valores não relevantes para a transação, permanecendo assim 13 imóveis a serem adquiridos, conforme o objeto do contrato.

Os 16 imóveis adquiridos neste dia 22 de julho/20 são lojas atacadistas e varejistas operadas pela CDB e pela Sendas sob as bandeiras “Pão de Açúcar”, “Assaí” “Extra Hiper” e “Mercado Extra”.

Os contratos de locação foram celebrados na modalidade “sale and leaseback”, com penalidade por rescisão antecipada equivalente ao saldo devedor integral de cada um dos contratos de locação rescindidos antecipadamente e sem possibilidade de ação revisional de aluguel durante o prazo de vigência inicial de cada um dos contratos. O valor de aquisição dos 16 imóveis foi de R$ 446.285.628,01.

 

OUJP11 (Papel/CRI) Cotas da 3ª emissão já estão liberadas para negócios no mercado

As novas cotas da 3ª emissão (OUJP13, OUJP14 e OUJP15) devidamente subscritas e integralizadas foram convertidas para OUJP11 e já podem ser negociadas no mercado secundário de valores mobiliários a partir de hoje, dia 22 de julho/20.

A oferta pública foi encerrada no dia 22 de junho/20 e foram subscritas e integralizadas 365.018 novas cotas, no montante total de R$36.301.040,10.

 

OUFF11 (Fundo de Fundos/FOF) distribuiu R$ 0,83 por cota perfazendo um dividendo de 0,91% - Destaques de junho

No mês de Junho o fundo teve um desempenho patrimonial de 6,7% contra 5,59% do IFIX.

Na composição dos ativos, o fundo possui 87,5% do seu patrimônio aplicado em fundos imobiliários, 4,9% em CRIs e 7,6% em ativos de liquidez.

Nos rendimentos foram distribuídos R$ 0,83 por cota perfazendo um dividendo de 0,91% (cota base R$91,96). A reserva de resultados acumulados não distribuídos encerrou o mês com R$ 0,39 por cota.

O Ourinvest Fundo de Fundos é um FII constituído sob a forma de condomínio fechado que tem como objetivo a aquisição de ativos financeiros, prioritariamente cotas de outros fundos de investimento imobiliário.

 

OUCY (Papel/CRI): Fundo conta com reserva de lucros no valor de R$ 0,32/cota - Destaques de junho

Durante o mês de junho a administração vendeu um CRI e adquiriu cotas do FII OUJP11. A alocação em ativos alvo (CRI) se manteve em 96,1% do PL assim como no mês anterior.

Em julho, ativos do fundo voltam ao seu fluxo normal, ficando apenas uma operação com carência de pagamento e sendo acompanhada por sua administração.

Nos rendimentos foram distribuídos R$ 0,55 por cota perfazendo um dividendo de 0,63% (cota base R$86,42). O fundo conta ainda com reserva de lucros no valor de R$ 0,32/cota que poderá compor a distribuição de resultados no segundo semestre.

 

OULG11 (Tijolo/Galpões): Locatários do fundo pagam pontualmente seus alugueis - Destaques de junho

O fundo conta hoje com dois imóveis e aproximadamente 80.000 m² de ABL próprio.

Os imóveis são: Imóvel em Juiz de Fora – MG, construído na modalidade Built-to-Suit, com um contrato atípico firmado com a Mercedes Benz a menos de 3km da fábrica de caminhões da locatária; e imóvel localizado em Duque de Caixas – RJ com um contrato típico firmado com a Braskem, a 5,6 km da planta operacional da locatária.

No mês de junho os locatários adimpliram pontualmente em suas obrigações levando o resultado distribuível no mês a R$ 0,74/cota.

No entanto, a distribuição efetiva do mês foi de R$ 0,68 por cota (Dividendo 0,70%, cota base R$ 97,11)

O fundo conta ainda com reserva de contingência de aproximadamente R$ 595 mil para manutenções das propriedades, caso necessário.

O fundo Ourinvest Logística tem como objetivo a aquisição de imóveis voltados para as atividades logística e industrial.

 

TGAR11 (Híbrido/Desenvolvimento) esclarece a divulgação do encerramento da 4ª emissão de cotas

Fundo esclareceu a divulgação do encerramento da 4ª emissão de cotas, onde o coordenador líder Intrader DTVM Ltda., informou sobre o encerramento da distribuição da 4ª emissão ocorrido em 07 de maio/18, no qual constou, por equívoco, que foram ofertadas 504.703,6318 cotas no valor unitário de R$ 109,30, totalizando R$ 55.164.106,96.

A Vórtx, administrador do TGAR11, disse que na verdade foram ofertadas 224.350,6773 cotas, sendo efetivamente subscritas e integralizadas 215.721,8051 cotas, no valor unitário de R$ 115,89, totalizando R$ 25 milhões.

O TGAR11 e seu Gestor estão em contato com o Coordenador Líder da 4ª emissão e com a CVM para retificar os valores constantes do comunicado de encerramento, nos termos do respectivo sistema da CVM.

 

XPHT11 (Tijolo/Hotéis) segue com 8 de 14 hotéis em funcionamento

Fundo informou que as atividades do hotel Ibis Budget Blumenau foram novamente suspensas em razão de um decreto municipal, tendo em vista o aumento da disseminação do COVID-19 na região.

Por outro lado, as atividades do hotel Ibis POA Assis Brasil foram retomadas em linha com a evolução gradual das atividades econômicas em Porto Alegre/RS.

A Genial Investimentos, administrador do fundo, disse que ainda não é possível estimar quando todos os hotéis do portfólio retomarão suas atividades, uma vez que o país ainda sofre com as consequências da disseminação do COVID-19 e busca contê-las, por meio da adoção de políticas de isolamento horizontal. Mencionou também que diversos municípios estão iniciando a execução de um plano de reabertura econômica gradual e cuidadosa, trazendo novas perspectivas para o setor. Por último, ressaltou que os hotéis em operação também incorrem no risco de suspensão das atividades caso a realidade local e suas autoridades recuem no plano de reabertura.

Com isso, o XPML11 segue com 8 de 14 hotéis em funcionamento.

 

Bruno Sperandio
Bruno Sperandio Autor

Engenheiro por formação, com mais de 7 anos de experiência no mercado de investimentos, trabalha com produção de conteúdo informativo e educacional para o mercado imobiliário brasileiro.




Comentários