24 de julho/20: Fechamento e principais destaques do dia

IFIX apresentou nesta sexta-feira (24), uma desvalorização de 0,07%, fechando o dia aos 2.730,92 pontos. No acumulado deste mês de julho e ano de 2020, a variação do índice é de -2,70% e -14,87%, respectivamente.

fiis notícias

Mercado de FIIs: Principais destaques e notícias do dia

XPIN11 (Tijolo/Galpões): Rendimentos foram equivalentes a 283% do CDI - Destaques de junho

  • O resultado de R$ 0,71 por cota para o mês de junho decorreu do recebimento de 100% do valor de locação devido ao fundo, antecipação do pagamento dos aluguéis por 4 locatários e ganho de capital obtido na venda de 15% das cotas de FIIs da carteira.
  • Nos rendimentos, a distribuição foi de 0,60 por cota (dividendo 0,51%, cota base R$ 116,55). Esse valor representa cerca 283% do CDI atual (média 0,18% ao mês).
  • No mercado secundário, as cotas movimentaram aproximadamente R$ 3,1 milhões por dia e valorizaram 8,94% no mês.
  • O XP Industrial FII possui 88 módulos nos condomínios empresariais CEA, Barão de Mauá, Gaia, GLP Jundiaí I e GLP Jundiaí II, localizados nas cidades de Atibaia/SP, Jarinu/SP e Jundiaí/SP.

 

VISC11 (Tijolo/Shoppings): 12 dos 13 shoppings de seu portfólio já estão em funcionamento

  • Fundo informou que o shopping Paralela, localizado na cidade de Salvador, no estado da Bahia, retomou suas atividades neste dia 24 de julho. Com isso, o VISC passa a ter 12 shoppings de seu portfólio em funcionamento, que representam aproximadamente 89% da receita imobiliária.
  • Apenas o Minas Shopping, localizado em Belo Horizonte, MG, está com as atividades temporariamente interrompidas, com exceção de serviços de delivery.

 

BCFF11 (Fundo de Fundos/FOF) ainda possui R$ 0,20 por cota de resultados acumulados a serem distribuídos - Destaques de junho

  • O relatório destacou a variação positiva da cota do BCFF, com retorno de 7.4% em junho/20 e para o desempenho da cota nos últimos 12 meses, com alta de 19.3% vs 6.9% do IFIX.
  • Nos rendimentos, o BCFF distribuiu R$ 0,40 por cota (Dividendo 0,44% no mês, cota base R$ 90,40). O fundo ainda possui R$ 0,20 por cota de resultados acumulados a serem distribuídos.
  • Houve uma queda de 13% no resultado do fundo advindo dos FIIs de CRI/CRI, que foram impactados pela queda do CDI no último mês e pelas baixas taxas de IPCA e IGPM para o período.
  • O giro da carteira no mês de junho foi de R$225 milhões entre operações de compras e vendas de ativos.
  • No primeiro semestre, o fundo realizou uma captação de recursos que deu a oportunidade de investir em diversos fundos imobiliários, contribuindo com sua estratégia em todos os horizontes de tempo. No 1º semestre/20, o fundo girou um total de R$1,1 bilhão de sua carteira de ativos (média de 60% do Patrimônio).
  • Com a retomada das ofertas dos Fundos Imobiliários, BCFF voltou a analisar com maior profundidade ofertas primárias de outros fundos e continuam no processo ágil e defensivo em sua alocação de caixa, buscando oportunidade de investir em ativos de qualidade, de difícil replicação e retornos consistentes no longo prazo.
  • BTG Pactual, gestor, ressaltou que o desempenho dos rendimentos do BCFF ainda permanece abaixo de seu potencial devido posição atual do portfólio em fundos de Shoppings, que seguem com sua operação limitada em meio a pandemia do vírus.

 

FIIP11B (Tijolo/Galpões): Dividendo de 5,4% e valorização de 12,74% na cota - Destaques de junho

  • A gestão do fundo tem considerado algumas flexibilizações para o pagamento dos aluguéis, sempre buscando entender as dificuldades financeiras que os processos de isolamento e distanciamento social acarretaram aos inquilinos, que estão majoritariamente concentrados nos setores de comercio e varejo.
  • Foi concedida uma flexibilização à Telhanorte, locatária do imóvel em Contagem/MG, no qual foi diferido o percentual de 45% dos aluguéis relativos aos meses de abril e maio de 2020, a ser recomposto em 6 parcelas iguais entre os meses de junho e novembro de 2020.
  • Locatária C&A pede na justiça, o desconto de 50% do valor da locação devida pelo período de nove meses, entre os meses de março e novembro de 2020, em função da sua situação econômico-financeira. Os representantes do FIIP11B estão envidando todas as medidas necessárias e seguem em contato com assessores legais a fim de que sejam tomadas todas as medidas cabíveis para reverter a liminar.
  • A C&A segue inadimplente pelo terceiro mês consecutivo. A inadimplência representa um decréscimo de aproximadamente R$ 0,13 mensais por cota na distribuição de resultados do fundo.
  • Sobre a rescisão antecipada do contrato de locação junto à União Lojas Leader, o fundo também segue em contato com assessores para que aconteça a desocupação do imóvel e a cobrança dos valores devidos pelo inquilino, e que não foram cobertos pela Carta Fiança.
  • Nos rendimentos, foram distribuídos R$ 10,80 por cota, composto, em sua maioria pelo valor do recebimento da Carta Fiança atrelada ao contrato de Leader, executada em maio (Dividendo 5,4%, cota base 199,00).
  • No mercado secundário, as cotas movimentaram aproximadamente R$ 164,7 mil por dia e valorizaram 12,74% no mês.
  • O patrimônio do fundo é composto por 7 ativos logísticos localizados nas regiões Sul e Sudeste do Brasil.

 

IBFF11 (Fundo de Fundos/FOF): Deságio da cota de mercado comparado a cota patrimonial estava em 13,7% - Destaques de junho

  • Rendimentos foram de R$ 0,45 por cota, o que representa um dividendo de 0,57% (cota base R$ 77,98).
  • A valorização patrimonial foi de 4,85%, passando de R$ 86,41 para 90,60. Considerando o valor de fechamento ao fim de junho, o deságio da cota de mercado comparado a cota patrimonial estava em 13,7%.
  • Em junho, o resultado foi de R$ 3 milhões, sendo R$ 2,8 milhões de variação positiva em mercado secundário não realizada. 4 dos 23 ativos não auferiram receita, destaque para os shoppings.
  • O resultado ajustado ficou em R$ 187 mil, sendo R$ 211 mil relativos a dividendos de FIIs investidos e R$ 49 mil em ganho de capital no mercado secundário e R$ 11 mil de receita financeira, descontadas as despesas do fundo.
  • O FOF Integral BREI teve média diária de negociação de aproximadamente R$ 230 mil, o que representa uma liquidez de 9,2% de suas cotas no mês.
  • O FOF Integral BREI tem apresentado recuperação desde o maior impacto da Covid-19 em março-20. No mês de junho, o fundo apresentou um relevante retorno patrimonial, devido, principalmente, ao bom resultado em secundário de suas principais posições.
  • O FII Integral BREI Fundo de Fundos Imobiliários tem como objetivo principal auferir rendimentos e ganho de capital com a aquisição de cotas de outros Fundos de Investimento Imobiliário.

 

XPML11 (Tijolo/Shoppings) passa a ter 11 dos 12 shoppings de seu portfólio reabertos após o início da pandemia

Fundo informou que as operações do Shopping Bela Vista (Salvador/BA) foram retomadas hoje. O shopping está funcionando em horário reduzido e segue rígido protocolo de reabertura, que visa preservar o bem-estar de todos os clientes, lojistas, colaboradores e parceiros.

O XP Malls, portanto, passa a ter 11 shoppings reabertos após o início da pandemia. O Natal Shopping (Natal/RN) permanece fechado e funcionando apenas com serviços essenciais, atividades de delivery e drive-thru. Sua reabertura está prevista para os próximos 15 dias.

 

BRCR11 (Tijolo/Escritórios): Receita do fundo será impactada positivamente R$ 0,18 por cota

Fundo divulgou que concluiu a aquisição das unidades que compõem o Edifício Morumbi Corporate – Diamond Tower, com área total locável de aproximadamente 36.918,18m², localizado na Avenida Doutor Chucri Zaidan, nº 1,240, Berrini, na cidade de São Paulo.

O valor total da aquisição é de R$810.000.000,00 e foi integralmente recebido à vista neste dia 24 de julho pelo vendedor. O documento também ressaltou que, o vendedor garantirá ao fundo por 24 meses (até agosto de 2022) o complemento do aluguel mensal (Renda Mínima Garantida) atualmente pago pelas locatários até o valor equivalente a um cap rate anual de 7,25%.

Com a receita da locação dos ativos e da Renda Mínima Garantida, a Gestora estima que a receita mensal do BRCR11 será impactada em aproximadamente R$ 0,18 por cota, já considerando a nova base de cotistas do fundo após a 7ª emissão.

 

Já sabe o que é renda mínima garantida (RMG) em um fundo imobiliário? Tiramos essa dúvida e muitas outras em nosso e-book gratuito.

Bruno Sperandio
Bruno Sperandio Autor

Engenheiro por formação, com mais de 7 anos de experiência no mercado de investimentos, trabalha com produção de conteúdo informativo e educacional para o mercado imobiliário brasileiro.

Comentários