27 de julho/20: Fechamento e principais destaques do dia

IFIX apresentou nesta segunda-feira (27), uma desvalorização de 0,30%, fechando o dia aos 2.722,77 pontos. No acumulado deste mês de julho e ano de 2020, a variação do índice é de -3,00% e -15,17%, respectivamente.

fiis notícias

Mercado de FIIs: Principais destaques e notícias do dia

FCFL11 (Tijolo/Educacional): 93% dos contratos de locação vencem no ano de 2037 - Destaques de junho

Sobre a notificação da ALLPARK EMPREENDIMENTOS, PARTICIPAÇÕES ESERVIÇOS S/A., locatária, empresa responsável pela operação do estacionamento do INSPER - Campus Faria Lima, a posse da área foi entregue ao fundo.

Após tentativas extra judiciais de quitação dos valores em aberto, a administradora esclarece que ingressou com um processo judicial para reaver os valores em aberto, respeitando o contrato de locação entre as partes, visando assim preservar o patrimônio dos cotistas.

Nos rendimentos, foram distribuídos R$ 0,57 por cota, representando um dividendo de 0,54% (cota base R$ 107,30) no mês de junho.

Os vencimentos dos contratos de locação em percentual de receita do fundo, vencem em 2029 (7%) e 2037 (93%).

O FCFL11 é proprietário de 100% do Imóvel localizado na Rua Quatá, nº 300, na Vila Olímpia, na cidade de São Paulo. O Insper – Instituto de Ensino e Pesquisa é uma instituição acadêmica sem fins lucrativos que oferece cursos de graduação em Economia e Administração, pós-graduações, MBA, Mestrados e cursos de curta duração.

A administradora (BTG Pactual) esclarece que todos os andares construídos estão ocupados pelo Insper e o estacionamento está vago.

 

EDGA11 (Tijolo/Escritórios): Inadimplência de locatário vai gerar impacto negativo de R$ 0,09 por cota

O fundo informou que não recebeu de algumas de suas locatárias o pagamento dos respectivos aluguéis referentes ao mês de junho/20, vencidos no início de julho/20.

Com isso, a inadimplência vai representar um impacto negativo na distribuição de rendimentos em, aproximadamente, R$ 0,09 por cota.

O BTG Pactual, administrador, disse que cobrará das locatárias multa e encargos devidos, conforme aplicáveis, nos termos previstos nos respectivos contratos de locação.

Ademais, ressaltou que está em conjunto com o Consultor Imobiliário do fundo fazendo um acompanhamento particularizado com os Locatários com o objetivo de mapear os impactos do COVID-19 em cada uma das operações.

 

TGAR11 (Híbrido/Desenvolvimento) anunciou o início de sua 8ª emissão de cotas: Aplicação mínima para novos investidores inicia em R$ 25 mil

O montante inicial da oferta será de, inicialmente, até R$ 300.000.089,70 (sem considerar a taxa de distribuição primária) podendo ser aumentado em até 490.878 novas cotas adicionais, em virtude do exercício do lote adicional, de tal forma que o valor total da oferta poderá ser de até R$ 360.000.107,64 ou diminuído em virtude da distribuição parcial.

O preço de emissão é de R$ 128,00 por cota, calculado com base na média do valor de mercado dos 21 últimos pregões anteriores ao dia 06 de julho/20, o qual inclui a taxa de distribuição primária de R$ 5,77 por cota, sendo, portanto, o valor unitário da cota de R$ 122,23.

Cada investidor da oferta deverá adquirir a quantidade mínima de 196 novas cotas, equivalente a R$25.088,00, o qual já inclui a taxa de distribuição primária. A aplicação mínima inicial por investidor não é aplicável aos cotistas do fundo quando do exercício do direito de preferência.

 

VSHO11 (Tijolo/Shoppings): Ativos do fundo retomam suas atividades a partir de hoje (27)

Seu administrador, Votorantin Asset, comunicou que foram tomadas novas medidas ao combate ao COVID-19 nos empreendimentos sob sua administração.

Portanto, o Shopping Hortolândia e o Shopping Valinhos, ambos localizados no estado de São Paulo, retomaram suas atividades a partir de hoje, 27/julho, com regras de funcionamento e horário das 12h00 às 16h00 (segunda a domingo).

O Shopping Bay Market, localizado no estado do Rio de Janeiro, permanece em funcionamento desde o dia 01/Julho com horário de funcionamento das 12h00 às 20h00 (segunda a sabado) e das 14h00 às 20h00 (domingos).

 

RBRP11 (Tijolo/Escritórios) apresentou retomada de procura por espaços vagos no portfólio - Destaques de junho

Fundo concluiu a aquisição de 1 andar no Alphaville e metade de 1 andar no Edifício Delta Plaza e passaram a deter 51% do prédio. Os ativos adquiridos estão alugados para a empresa Livance, empresa de health offices (consultórios inteligentes) e inserida no segmento de saúde.

Administrador percebeu que durante o mês de junho houve uma retomada na procura dos espaços vagos do portfólio do fundo, em especial no edifício Amauri 305.

RBRP11 recebeu 76,3% da receita originalmente prevista nos contratos (100% dos montantes esperados pós negociações ocorridas em março e abril). O fundo possui apenas um caso de inadimplência, que representa 2,1% na receita imobiliária (Paquetá Calçados, que possivelmente desocupará o imóvel).

Em Junho, foi possível notar um incremento substancial na receita imobiliária do fundo, uma vez que as carências concedidas em contratos fechados no início do ano se encerraram.

É esperado um aumento adicional das receitas imobiliárias durante o segundo semestre, com a devolução de descontos concedidos nos últimos meses, além da evolução de eventuais negociações para ocupação dos imóveis desocupados.

No mercado secundário, foram negociados 713 mil cotas que movimentaram cerca de R$ 2,9 milhões por dia. A cota valorizou 14,4% em junho.

Nos rendimentos, foram distribuídos R$ 0,48 por cota (Dividendo 0,52%, cota base R$ 91,00).

 

BTLG11 (Tijolo/Galpões): Ativos do portfólio estão adimplentes e em funcionamento normal de suas operações - Destaques de junho

Em junho, o fundo passou a ter direito parcialmente ao aluguel do ativo BRF Fortaleza. O valor pro rata foi na proporção do valor pago à vista em 16 de junho, o que representou 33% do valor total do aluguel.

Destaque para a movimentação no fundo em sua 8ª emissão de cotas, tanto na negociação dos novos ativos do portfólio como no aumento da liquidez de suas cotas, que aumentou em 230% na comparação com o mês de maio/20, alcançando uma média superior a R$ 2 milhões por dia de negociação.

No contexto da COVID-19, a gestão do BTLG11 disse que se mantém-se próxima de todos seus inquilinos, prezando não apenas pela rentabilidade atual dos ativos, mas por uma relação de longo prazo, de forma a que todas eventuais demandas serão analisadas caso a caso. Até o momento, portanto, todos os ativos do portfólio se encontram adimplentes e em funcionamento normal de suas operações.

Sem contar com os ativos em processo de aquisição, BTLG já possui 7 ativos logísticos em sua carteira.

Nos rendimentos, foram distribuídos R$ 0,50 por cota, representando um dividendo de 0,47%, cota base R$ 104,70.

 

CBOP11 (Tijolo/Escritórios) troca prestador de serviços de escrituração do fundo

Fundo informou que haverá a substituição da instituição prestadora dos serviços de escrituração do fundo, saindo a Itaú Corretora de Valores S.A., para a posse da Vórtx Distribuidora de Títulos e Valores Mobiliários LTDA.

A partir de hoje (27), portanto, qualquer comunicação relacionada aos serviços de escrituração de cotas deverá ser direcionada aos endereços indicados: E-mail: [email protected]; Telefone: (11) 4118-4211; Ouvidoria: [email protected]

O administrador do fundo, Credit Suisse, disse que devido ao processo de migração, poderá haver indisponibilidade dos procedimentos indicados a seguir no período entre 29 de julho/20 a 31 de julho/20: (i) consultas de posição; (ii) transferência de titularidade de cotas mantidas foram de mercado de bolsa de valores; (iii) movimentação de ambiente de custódia de cotas; (iv) pagamentos de eventuais eventos pendentes; (v) atualização cadastral; e (vi) registro de gravames, entre outros.

A administradora ressaltou que a mudança não implicará acréscimo de custos e quaisquer alterações nos direitos conferidos às cotas, inclusive no que tange ao pagamento de rendimentos, os quais serão realizados normalmente na conta corrente previamente cadastrada por cada cotista.

 

HGBS11 (Tijolo/Shoppings): 15 dos 16 shoppings já estão funcionando para o público em geral

Foram retomadas as atividades no Parque D. Pedro Shopping e Tivoli Shopping neste dia 27 de julho, com horário de funcionamento das 16h às 20h. As praças de alimentação seguem com funcionamento permitido apenas para delivery e take away. As atividades do Shopping Goiabeiras também retornou suas atividades, porém, com horário de funcionamento das 11h às 21h.

Com isso, o HGBS11 passa a ter 15 dos 16 ativos em funcionamento parcial. Apenas o I Fashion Outlet NH, localizado em Novo Hamburgo (RS) ainda permanece fechado.

 

Não perca mais tempo pesquisando por informes e invista em uma seleção de dados elaborada por especialistas em análise de FIIs. Otimize seu tempo e suas decisões.

Bruno Sperandio
Bruno Sperandio Autor

Engenheiro por formação, com mais de 7 anos de experiência no mercado de investimentos, trabalha com produção de conteúdo informativo e educacional para o mercado imobiliário brasileiro.

Comentários