06 de agosto/20: Fechamento e principais destaques do dia



IFIX apresentou nesta quinta-feira (06), uma desvalorização de 0,30%, fechando o dia aos 2.712,45 pontos. No acumulado do mês de agosto e ano de 2020, a variação do índice é de -0,76% e -15,55%, respectivamente.

Mercado de FIIs: Principais destaques e notícias do dia

VRTA11 (Papel/CRI) vai adicionar R$ 0,5 bi em seu portfólio

Fundo informou que encerrou no dia 05 de agosto sua oferta pública da 7ª emissão de cotas. Foram 5.149.510 cotas, considerando a emissão de cotas adicionais, no valor unitário de R$ 99,03, perfazendo o montante de R$ 509.955.975,30.

Desse montante, 4.398.921 cotas foram subscritas por 22.121 pessoas físicas, acumulando o valor de R$ 435.625.146,63.

 

XPML11 (Tijolo/Shoppings) divulgou a data da apresentação dos resultados do 2º trimestre de 2020

A XP Vista Asset, gestora do XP Malls (XPML11), informou que vai apresentar os resultados do fundo referentes ao segundo trimestre de 2020 (2T20) no próximo dia 17 de agosto (segunda-feira), às 16 horas. Veja mais informações na página do fundo em nosso site, na seção “atualizações do XPML11” em Comunicado não Fato Relevante - 05/08/2020.

 

TEPP11 (Tijolo/Escritórios) obteve uma rentabilidade equivalente a 300% do CDI - Destaques de julho

O fundo finalizou o mês de julho com um bom resultado operacional, sendo puxado principalmente pelo início do pagamento do aluguel de um dos inquilinos após carência prevista em contrato.

A inadimplência segue em níveis razoáveis diante da crise e a gestão está concentrando esforços em conter os efeitos negativos que a pandemia vem trazendo, sobretudo em relação à vacância.

Na carteira de locatários, saíram quatro inquilinos do Ed. Passarelli, representando um aumento de 3% de vacância no portfólio do TEPP11. Um impacto de R$0,012 por cota. Com essa mudança, o fundo fecha o mês de julho com ocupação de 89%.

Nos rendimentos, o valor distribuído pelo fundo cujo pagamento vai ocorrer no dia 17 de agosto, é de R$ 0,52 por cota, representando um dividendo de 0,57% para o mês (cota base R$ 91,00). Comparando o dividendo do TEPP11 com a taxa CDI de julho (0,19%), o fundo obteve uma rentabilidade equivalente a 300% do CDI.

No mesmo período, as cotas do TEPP11 foram negociadas em 100% dos pregões com volume médio diário de aproximadamente R$ 1,93 mil, registrando uma desvalorização de 2,15%, partindo de R$93,00 em 30 de junho, para R$ 91,00 em 31 de julho.

O patrimônio do TEPP11 fechou o mês acumulando um patrimônio próximo de R$ 350 milhões, alocado em 3 imóveis corporativos localizados na cidade de São Paulo.

 

MXRF11 (Híbrido) vai apresentar os resultados do 2º trimestre de 2020 na próxima quarta-feira (12)

A XP Vista Asset, gestora do Maxi Renda (MXRF11), informou que vai apresentar os resultados do fundo referentes ao segundo trimestre de 2020 (2T20) no próximo dia 12 de agosto (quarta-feira), às 16 horas. Veja mais informações na página do fundo em nosso site, na seção “atualizações do MXRF11” em Comunicado não Fato Relevante - 05/08/2020.

 

UBSR11 (Papel/CRI): cotas do fundo movimentaram cerca de R$ 2 milhões por dia no mercado secundário - Destaques de julho

No acumulado dos últimos 12 meses, a distribuição de rendimentos do fundo corresponde a 8,9% ao ano, ou o equivalente a 211% do CDI. Após dedução do imposto de renda, tributo que incide sobre rendimentos decorrentes de aplicações financeiras, o rendimento do fundo passa a equivaler a 248% do CDI.

O Fundo distribuiu entre dezembro/17 (primeiro mês após o encerramento de sua oferta inicial) e julho/20 um montante acumulado de 30,6% (versus um CDI acumulado de15,6%).

Em 14 de agosto/20, referente ao resultado do mês de julho, o fundo vai distribuir R$ 0,70 por cota, representando um dividendo de 0,68% para o mês (cota base R$ 101,60). O resultado do mês reflete em especial a manutenção de um elevado percentual de recursos alocados em CRIs.

O UBSR11 encerrou o mês com 98,4% de seus recursos alocados em CRIs, distribuídos em 54 operações.

No mercado secundário, as cotas do UBSR11 foram negociadas em 100% dos pregões com volume médio diário de aproximadamente R$ 2 milhões, registrando uma desvalorização de 1,75%, partindo de R$ 101,73 em 30 de junho, para R$ 99,94 em 31 de julho.

 

OUJP11 (Papel/CRI): recursos captados na 3ª emissão de cotas estão de acordo com o planejado - Destaques de julho

Em julho, sua carteira permaneceu adimplente em suas obrigações e chegou ao final do mês com 81,8% dos investimentos alocados em ativos imobiliários, dos quais 79,3% em CRI e 2,5% em FII. O saldo de 18,2% estava alocado em instrumentos de caixa.

A alocação dos recursos captados na 3ª oferta de distribuição de cotas do fundo tem ocorrido de acordo com o planejado.

Em 14 de agosto/20, referente ao resultado do mês de julho, o fundo vai distribuir R$ 0,50 por cota, representando um dividendo de 0,48% para o mês (cota base R$ 103,90).

No mercado secundário, as cotas do OUJP11 foram negociadas em 100% dos pregões com volume médio diário de aproximadamente R$ 1 milhão, registrando uma desvalorização de 6,39%, partindo de R$ 111,00 em 30 de junho, para R$ 103,90 em 31 de julho.

Seu gestor (JPP Capital), informou que está monitorando seus ativos em carteira para antecipar os impactos da crise causada pela pandemia e permanece confiante na qualidade de seu portfólio.

 

VGIP11 (Papel/CRI) encerrou 2ª emissão de cotas

Fundo informou que encerrou neste dia 06 de agosto sua oferta pública da 2ª emissão de cotas. Foram 913.264 cotas, sem considerar a emissão de cotas adicionais, no valor unitário de R$ 95,68, perfazendo o montante de R$87.381.099,52. Desse montante, 678.425 cotas foram subscritas por 746 pessoas físicas, acumulando o valor de R$ 64.911.704,00.

 

 

VISC11 (Tijolo/Shoppings) tem 100% dos shoppings em funcionamento com a reabertura do Minas Shopping, em belo horizonte, MG

A Vinci Real Estate, gestora do FII Vinci Shopping Centers, informou na tarde desta quinta-feira que o Minas Shopping voltou a funcionar, hoje. Com isso, o fundo passa a ter todos os 13 shoppings de seu portfólio em funcionamento.

Os shoppings seguem rígido protocolo de reabertura e as operações nos segmentos de alimentação e entretenimento, bem como os dias e horários de funcionamento seguem as restrições impostas pelas autoridades locais.

 

Alta vacância em um portfólio de FIIs pode ser bom? Respondemos essa pergunta em nosso conteúdo gratuito.

 

Bruno Sperandio
Bruno Sperandio Autor

Engenheiro por formação, com mais de 7 anos de experiência no mercado de investimentos, trabalha com produção de conteúdo informativo e educacional para o mercado imobiliário brasileiro.




Comentários