Fundo de tijolo do setor educacional FAED11 entrega bons lucros para cotistas

O Anhanguera Educacional - FAED11 - é um fundo imobiliário do tipo tijolo que detém 100% de três imóveis adquiridos por meio de operação de Sale & Lease Back (operação no mercado imobiliário definida pelo ato de vender um ativo operacional de alto valor - geralmente um imóvel - e o aluga de volta).

Portfólio de ativos do FAED11: Taboão da Serra, Leme e Valinhos

Taboão da Serra: Educação a Distância e Faculdade Anhanguera de Taboão da Serra, desde 2000. Oferece cursos de graduação e cursos de pós-graduação. O prédio é equipado com laboratório de saúde e de informática, biblioteca e anfiteatros com palco.

Leme: Educação a Distância e Centro Universitário Anhanguera, desde 1994, com cursos de graduação presenciais. O prédio é equipado com laboratórios de biologia, de enfermagem, de fotografia, de microscopia, de informática, entre outros. Conta também com biblioteca e anfiteatros.

Valinhos: Sede Administrativa da Anhanguera, e que abriga a presidência do Grupo. A propriedade é composta por ampla área verde, cinco blocos, estacionamento, cozinha, auditórios, piscina, e circuito interno de TV.

Os empreendimentos são locados pelo Anhanguera Educacional, onde seus prazos de locação tem vigência até 2020 e 2024.

Fundo distribui rendimentos  mensais para cotistas

Ontem, 17 de dezembro de 2019, seu administrador BTG Pactual divulgou ao mercado o relatório gerencial onde mostram seus resultados referentes ao último mês de outubro.

Nos rendimentos, o fundo distribuiu R$ 1,55 por cota no período.

Cota do FAED11 valorizou 34,61% nos últimos 12 meses

No mercado secundário, sua liquidez apresentou uma relevante movimentação, negociando 14.190 cotas e um volume de R$ 3,6 milhões no mês de setembro.

O FAED11 é um fundo imobiliário do tipo tijolo com gestão passiva do segmento educacional, que investe em empreendimentos imobiliários construídos para fins de geração de renda com locação ou arrendamento.

O fundo iniciou suas atividades em meados de 2009 e atualmente possui um patrimônio de R$121,5 milhões e cerca de 3,7 mil cotistas. É administrado pelo BTG Pctual, que recebe uma taxa de administração de 0,30% ao ano sobre o total de ativos do fundo.

Bruno Sperandio
Bruno Sperandio Autor

Engenheiro por formação, com mais de 7 anos de experiência no mercado de investimentos, trabalha com produção de conteúdo informativo e educacional para o mercado imobiliário brasileiro.

Comentários