Fundo fecha o mês de outubro com valorização de +125% em 2019



Quer receber todas as notificações desse FII? Seguir FII Seguir Fundo

O fundo Continental Square Faria Lima FLMA11, fechou o mês de outubro/19 com uma grande evolução no valor a sua cota.

Fazendo um comparativo no início do mês de outubro (1) até ontem (31), sua cota teve uma valorização de + 42,32%. Já no ano de 2019, o fundo fechou em outubro com significativos +125% de valorização em sua cota.

Com toda essa evolução, seu P/VPA atual está em 2,23, ou seja, o valor da sua cota está valendo mais do que o dobro do seu atual patrimônio líquido.

Porque desse aumento instantâneo?

No dia 24 de outubro, o fundo soltou um relato de esclarecimento de consulta da B3/CVM com o assunto “Solicitação de esclarecimentos sobre oscilação atípica”.

A carta descrevia o seguinte: “Tendo em vista as últimas oscilações registradas com as cotas de emissão do fundo, o aumento do numero de negócios e da quantidade negociada...vimos solicitar que nos seja informado...se há algum fato do conhecimento dessa administradora que possam justifica-las.”

Em resposta, sua gestora (BR-Capital) informou que não há qualquer fato, que seja do seu conhecimento, que possa justifica-las.

Sobre o FLMA11

FLMA11 é um fundo imobiliário do tipo tijolo e seus investimentos são direcionados em propriedades comercias do segmento escritórios. Foi constituído em novembro de 2000 com objetivo de aplicação em investimentos de natureza imobiliária, para ganho de capital e obtenção de renda, por meio da aquisição de qualquer ativo alvo.

Atualmente o fundo possui 2 ativos, sendo um do setor hoteleiro e o outro de lajes corporativas. Tem uma média de 36 mil cotistas, participação de 0,68% no índice IFIX e um patrimônio líquido de próximos R$ 200 milhões.

Bruno Sperandio
Bruno Sperandio Autor

Engenheiro por formação, com mais de 7 anos de experiência no mercado de investimentos, trabalha com produção de conteúdo informativo e educacional para o mercado imobiliário brasileiro.




Comentários