HABT11 - Confira seus resultados, alocações e futuros investimentos

O FII Habitat II - HABT11 - divulgou hoje (07) seu relátório mensal onde revela seus resultados e principais informações referentes ao último mês de outubro.

De acordo com os comentários do gestor, o fundo encerrou seu terceiro mês de operação com investimentos realizados em 13 Certificados de Recebíveis Imobiliários (CRIs), totalizando R$ 133,79 milhões, o equivalente a 56,08% do patrimônio líquido do fundo.

"Temos ainda parte do caixa investido em uma LCI e em um FII de CRI, via oferta 476. Os novos investimentos do mês de outubro foram em 2 operações de CRI, que totalizam R$ 16,6 milhões aproximadamente" destacou o gestor.

HABT11 - Resultados e distribuições

Sobre seus resultados e distribuição de rendimentos, o HABT11 distribuiu, no último dia 31, o valor de R$ 0,78 por cota. No entanto, o fundo ficou com um excedente a distribuir, de meses passados, de R$ 0,18 por cota, que, ainda segundo o gestor, será distribuido ao longo deste semestre, minimizando uma oscilação muito grande das distribuições.

HABT11 - Alocação de ativos

Com seus ativos, todos os 13 CRIs na carteira do fundo estão lastreados em projetos de loteamento e multipropriedade localizados em 09 estados brasileiros, nas regiões Sul, Sudeste, Centro-Oeste e Nordeste.

Quanto a alocação do portfólio, ao final do mês de setembro, 56,08% do seu patrimônio líquido estava investido em CRIs. Já os investimentos em LCI e FII, a gestão informou que tem o objetivo de otimizar a alocação do caixa que será utilizado em aquisições de CRIs futuramente.

  • 29,48% - Fundo de caixa
  • 56,08% - CRIs
  • 6,05% - Cotas de FIIs
  • 8,39% - LCIs

HABT - Futuros investimentos e novas alocações

No dia 11 de outubro, foram investidos R$ 12,6 milhões no CRI Pedra da Ilha, em cotas sênior, com remuneração de IPCA + 11,25% ao ano, e R$ 2,0 milhões em cotas subordinadas, com remuneração de IPCA + 18,913% ao ano, com prazo de 60 meses.

O CRI tem como lastro os recebíveis de empreendimento de multipropriedade em Penha-SC. O projeto de fracionado é o único da região e está localizado em frente ao parque temático Beto Carrero World.

Já no dia 25 de outubro, foram investidos aproximadamente R$ 1,75 milhões no CRI Loteamento Terrazul CJ, em cotas sênior, com remuneração de IGP-M + 10,50% ao ano e prazo de 119 meses, e aproximadamente R$ 246 mil, em cotas Mezanino, com remuneração de IPCA + 11,0% ao ano.  O fundo já possui na carteira cotas Mezanino do CRI e esta liquidação é referente a parte da segunda tranche da operação.

Em adição, o documento ressaltou também que o fundo possui  8 operações de CRIs no pipeline para os próximos meses, que totalizam mais R$ 73,04 milhões em investimentos nos ativos alvo do FII.

Em suma, o HABT11 é um fundo novo que iniciou suas negociações na bolsa no último mês de agosto. É um FII com prazo indeterminado que tem como objetivo a aquisição de ativos financeiros imobiliários, com preponderância em Certficados de Recebíveis Imobiliários (CRIs) lastreados em carteiras de recebíveis pulverizados.

Bruno Sperandio
Bruno Sperandio Desenvolvedor de conteúdos

Formado em Engenharia de Produção pela FAACZ, com experiência de mais de 5 anos no mercado financeiro do Brasil. Investidor e desenvolvedor de conteúdos sobre o mercado imobiliário, economia e investimentos.

Comentários