HFOF11 divulga expectativa de rendimentos para 1º semestre de 2020

O fundo imobiliário Hedge TOP FOFII 3 (HFOF11), fundo de fundos administrado e gerido pela Hedge Investments, divulgou hoje, 20 de janeiro de 2020, o seu relatório gerencial referente ao último mês de dezembro.

O HFOF11 nasceu no ano de 2013 com o objetivo de investir preponderantemente em cotas de outros FII, com foco tanto nos rendimentos quanto ganhos de capital no processo de desinvestimento.

Incorporação FOFT11 e HFOF11

Em comunicado ao mercado e conforme deliberado em assembleia do FOFT11 realizada em 23 de dezembro de 2019, foi aprovada a incorporação do FOFT11 pelo fundo, buscando unificá-los, de forma a melhorar liquidez, otimizar gestão e diluir despesas.

As relações de troca da Incorporação FOFT11 foram definidas com base no valor patrimonial das cotas do FOFT11 e do HFOF11 do dia 31 de dezembro de 2019, de modo que cada cota do FOFT11 detida pelo cotista do fundo passará a ser 0,992479 cotas do HFOF11.

Informações adicionais a respeito do tratamento das frações de cotas decorrentes das relações de troca, incluindo sua agregação para leilão a ser realizado na B3 para pagamento aos detentores de tais frações, bem como demais impactos aos cotistas de ambos os fundos decorrentes da Incorporação FOFT11, serão divulgados oportunamente de maneira uniforme ao mercado, informou a Hedge.

O Hedge TOP FOFII 3 teve um ano de 2019 bastante ativo

Veja alguns dos principais acontecimentos no fundo que acorreram no ano de 2019.

Capacidade de alocação - R$ 1,0 bilhão investidos em cotas de fundos imobiliários e alocação total dos recursos em até 2 meses do encerramento de cada emissão.

Monitoramento constante - 41 FIIs investidos ao longo do ano de diversos segmentos tanto em alocações setoriais estratégicas como em oportunidades táticas.

Mercado Secundário - Atuação em 100% dos pregões do ano, por meio de realização de leilões, block trades e day trades com cotas de FII, compra e venda de direitos de preferência, bem como com operações diárias no mercado.

HFOF11 - Carteira de Investimentos

Ao longo de dezembro de 2019, o HFOF11 recebeu os recursos das sobras do direito de preferência da 6ª emissão de cotas no volume de R$ 60 milhões.

Foram realizados R$ 118 milhões em investimentos e R$ 49 milhões de desinvestimentos ao longo do mês, encerrando dezembro com 94% dos ativos alocados em cotas de fundos imobiliários, já considerando os recursos captados na 6ª emissão.

A carteira de investimentos do Hedge TOP FOFII 3 está alocada conforme abaixo.

hfof11

Desempenho do HFOF11

O fundo distribuiu R$ 1,40 por cota como rendimento referente ao mês de dezembro de 2019. O pagamento foi realizado em 15 de janeiro de 2020.

Importante destacar que os rendimentos anunciados pelo HFOF11 são em patamar superior ao que foi apresentado no prospecto da primeira emissão (distribuição de R$ 17,31 versus R$ 13,47 previstos para até esta data).

hfof11

O gráfico acima mostra a composição do resultado gerado pelo fundo mês a mês nos últimos 12 meses e compara este valor com o rendimento distribuído no mesmo período.

Expectativa de rendimentos

Com base nos rendimentos projetados dos FII investidos, lucros já realizados, ganhos de capital contabilizados na carteira, a Hedge acredita que será possível a distribuição de rendimentos para o primeiro semestre de 2020 conforme abaixo indicado.

hfof11

A expectativa de dividend yield ou de rentabilidade não representam promessa, garantia de rentabilidade ou isenção de riscos para os cotistas, destacou o informativo.

O HFOF11 é um fundo imobiliário do tipo FOF - Fundo de fundos com gestão ativa, do segmento de títulos e valores mobiliários.

Atualmente possui um patrimônio de R$959,6 milhões e cerca de 25,8 mil cotistas. Sua taxa de administração é de 0,6% ao ano sobre o seu valor de mercado, juntamente com uma taxa de performance de 20% sobre o que exceder o IFIX.

Bruno Sperandio
Bruno Sperandio Desenvolvedor de conteúdos

Formado em Engenharia de Produção pela FAACZ, com experiência de mais de 5 anos no mercado financeiro do Brasil. Investidor e desenvolvedor de conteúdos sobre o mercado imobiliário, economia e investimentos.

Comentários