HFOF11: FII acredita que entre 4 a 6 meses seus ativos estejam livres dos impactos da crise

Hedge TOP FOFII 3 FII (HFOF11), fundo imobiliário administrado e gerido pela Hedge Investments, apresentou para seus cotistas e o mercado em geral, como ficará a movimentação de sua carteira diante dos atuais acontecimentos do COVID-19 e os impactos no mercado imobiliário.

HFOF11 tem como objetivo auferir valorização e rentabilidade de suas cotas no longo prazo por meio do investimento preponderantemente em cotas de outros FII, com foco tanto dos rendimentos quanto ganhos de capital no processo de desinvestimento.

HFOF11 e Covid-19 - Impactos e comportamentos em sua carteira de investimentos

Com relação ao portfólio do HFOF11, a aversão ao risco que surgiu do aumento de volatilidade dos mercados derrubou as cotações de todos os segmentos que compõe o IFIX, de Shoppings e Hotéis, que foram os mais atingidos, a até mesmo CRIs e Residencial.

Segundo a Hedge, se analisarmos o impacto que essa crise trará para cada um dos FII que compõe o portfólio do HFOF11, veremos que em alguns casos pode ser que por um período de três ou quatro meses alguns FIIs fiquem sem renda em função do ativo por ele investido ser obrigado a fechar temporariamente.

Com isso, a distribuição de dividendos do HFOF11 vai ser impactada negativamente.

Por outro lado, a grande maioria dos ativos investidos pelos FII vão continuar funcionando e recebendo a renda das locações, que serão prontamente distribuídas através de dividendos.

No entanto, de qualquer forma, os ativos imobiliários investidos pelos FII serão impactados "momentaneamente", pois não sofreram um impacto que lhes tire o valor intrínseco.

Ou seja, se você analisar o valor de um ativo imobiliário pela sua capacidade de gerar renda, em um período curto de tempo, o ativo deveria ser impactado porque ele gerará menos renda do que o inicialmente previsto, mas essa análise deve privilegiar a sua capacidade de gerar renda na perpetuidade.

Portanto, esse impacto de curto prazo tem pouca relevância para a avaliação do ativo.

Com isso, os preços que alguns FII bateram nos últimos dias, com descontos ao redor de 40% do seu valor patrimonial, apresentam-se como uma EXCELENTE oportunidade de compra, destacou a Hedge.

HFOF11 - Recursos em caixa

Como o HFOF11 estava com caixa, vindo da captação da sua 7° emissão, sua gestão aproveitou as quedas e compraram os ativos que se mostraram, em sua análise, os mais adequados.

A Hedge acredita que a contribuição das compras realizadas nas últimas semanas será importante para os resultados futuros do HFOF11.

"Gostaríamos de destacar, devido ao grande número de questões que estamos recebendo a esse respeito, que o HFOF11 seguirá distribuindo dividendos relativos ao FFO dos ativos investidos e aos lucros acumulados no exercício, e que esses valores devem ser muito próximos daqueles que já vinham distribuindo".

Além disso, a Hedge acredita que dentro de 4 a 6 meses os ativos estejam livres dos impactos negativos da crise atual.

Abaixo, veja o breakdown da carteira do HFOF11 por segmento de mercado para que possam avaliar sua diversificação de portfólio.

hfof11

Leia também:

 

Bruno Sperandio
Bruno Sperandio Autor

Engenheiro por formação, com mais de 7 anos de experiência no mercado de investimentos, trabalha com produção de conteúdo informativo e educacional para o mercado imobiliário brasileiro.

Comentários