HGBS11 - Fundo é o maior com portfólio de shopping center



Quer receber todas as notificações desse FII? Seguir FII Seguir Fundo

Iniciando suas atividades em novembro de 2006, o FII Hedge Brasil Shopping - HGBS11 - está completando 13 anos neste mês. Com uma participação de 4,7% no índice IFIX, o fundo está entre os 5 FIIS mais negociados em bolsa.

Basicamente, o fundo tem o objetivo de obter rendimentos através da aquisição e exploração comercial de participação em shoppings centers construídos e em operação com pelo menos 15.000 m² de área bruta locável (ABL), localizados em regiões com área de influência de, no mínimo, 500 mil habitantes e administrados por empresas especializadas, atuando de forma ativa na gestão da carteira de investimentos.

No dia de hoje (18), o fundo divulgou seus resultados e foi informado que no último dia 22 de outubro foi feito um acordo com a Aliansce Sonae Shopping Centers S.A. para aquisição de 25% do Shopping West Plaza.  Ainda, em 25 de outubro, foi feito um acordo com a Brookfield Brasil Shopping Center para aquisição de 45% do mesmo empreendimento. Segundo o relatório, as operações em conjunto somam R$ 203 milhões.

Já agora na última quinta-feira (14) foi comunicado da aquisição de 15% do Suzano Shopping, localizado na cidade de Suzano - SP. O volume da transação será de R$ 46,5 milhões, e o cap rate (número que representa a porcentagem da renda anual adquirida através de um imóvel sobre o seu valor) da transação estimado para o primeiro ano é de 8%.

Sobre seu desempenho e resultados

O fundo distribuiu R$ 1,40 por cota como rendimento referente ao mês de outubro. O pagamento foi realizado na última quinta-feira, aos detentores de cotas em 31 de outubro. Nesta mesma data o valor de mercado da cota foi R$ 279,00, o que representa um valor de mercado total de R$ 2,79 bilhões. Esse montante posiciona o HGBS como o maior fundo imobiliário de portfólio de shopping center.

Com 10 milhões de cotas no mercado, nos últimos 12 meses o fundo esteve presente em todos os pregões da Bolsa, negociando um volume de R$ 839 milhões, equivalente a 51% do seu total de cotas.

Carteira de ativos do HGBS11

O fundo encerrou o mês de outubro com investimentos em 12 shopping centers, distribuídos em nove cidades e cinco estados, que juntos totalizam aproximadamente 496 mil m² de ABL.

Atualmente, a participação do HGBS nos shopping centers contempla investimentos diretos nos imóveis e via cotas de FIIs . A ABL própria da carteira totaliza 136,3 mil m².

Do seu patrimônio liquido, 63% da carteira estão alocados em ativos imobiliários e 37% em cotas de FIIs, CRIs, FIIs de CRI e outros ativos de renda fixa.

Falando da participação majoritária do fundo, que são os shoppings centers, 79% da carteira está concentrada no estado de São Paulo, o estado com o maior PIB do país.

Além destas operações, o fundo está com acertos avançadas para a aquisição de 2 participações em empreendimentos que totalizam um montante aproximado de R$ 150 milhões. "Esperamos que estas transações venham a ser concluídas até o final do ano" informou a Hedge Investments, getora do fundo.

No mais, o relatório informou que o HGBS11 pretende manter cerca de 5% do seu patrimônio líquido disponível para ganhar agilidade em negociações de futuras oportunidades de investimento.

Bruno Sperandio
Bruno Sperandio Autor

Engenheiro por formação, com mais de 7 anos de experiência no mercado de investimentos, trabalha com produção de conteúdo informativo e educacional para o mercado imobiliário brasileiro.




Comentários