FII de shopping - HGBS11 - já apresenta um patrimônio líquido de R$ 2,9 bilhões

A Hedge Investiments, administradora do FII Hedge Brasil Shopping - HGBS11 - divulgou ao mercado seu relatório gerencial com as informações do mês de janeiro.

No documento, o HGBS11 também apresentou uma retrospetiva do ano de 2019. Veja quais foram os principais acontecimentos no fundo:

Após a Hedge assumir a gestão do HGBS11, foram implementadas algumas ações que se resume nos seguintes tópicos:

  • Substituição de administradores em shoppings que o HGBS11 detém controle;
  • Reciclagem do portfólio;
  • Melhoria na gestão de caixa;
  • Redução do custo condominial em shoppings que o HGBS11 detém controle;
  • Redução de inadimplência e do custo de auditoria em todos os ativos; e
  • Aprimoramento na comunicação aos investidores.

Segundo a Hedge, essas ações foram implementadas com sucesso, trazendo ganhos diretos e indiretos para o HGBS11.

Além disso, o fundo realizou duas emissões de cotas que captaram R$ 300 milhões e R$ 757 milhões em março e setembro de 2019, respectivamente.

No quadro abaixo, veja como foi alocado os recursos da captação:

hgbs11

Desempenho do HGBS11

O HGBS11 distribuiu R$ 1,40 por cota como rendimento referente ao mês de janeiro. O pagamento foi realizado na última sexta-feira, 14 de fevereiro.

hgbs11

Esse valor foi creditado aos detentores de cotas em 31 de janeiro de 2020.

Rentabilidade acumulada do HGBS11

Para ter uma melhor ideia, o gráfico abaixo compara a série histórica acumulada, na base 100, de alguns indicadores de mercado em relação ao valor da cota e aos rendimentos distribuídos desde o início do IFIX, em janeiro de 2011.

hgbs11

Perceba que o valor da cota ajustada por rendimentos do HGBS11 apresenta o maior rendimento no período.

Mercado secundário do HGBS11

No fechamento de janeiro, o valor de mercado da cota foi R$ 289,20, o que representa um valor de mercado total de R$ 2,9 bilhões.

Esse montante, de acordo com seu relatório, posiciona o HGBS11 como o maior fundo imobiliário de portfólio de shopping center.

Com 10 milhões de cotas no mercado, o fundo está entre os 5 FIIs mais negociados na bolsa de valores.

Nos últimos 12 meses o fundo esteve presente em todos os pregões da B3, negociando um volume de R$ 1,2 bilhões, valor equivalente a 59,7% do seu total de cotas.

hgbs11

Carteira de investimentos do HGBS11

O Hedge Brasil Shopping encerrou o mês de janeiro com investimentos em 16 shopping centers, distribuídos em onze cidades e cinco estados.

Podemos observar na figura abaixo a diversificação dos ativos no Brasil, onde 87% da carteira de ativos imobiliários do HGBS11 está concentrada no estado de São Paulo.

hgbs11

Atualmente, a participação do HGBS11 nos shopping centers contempla investimentos diretos nos imóveis e via cotas de FIIs sendo que 84% da carteira está alocada em Ativos Imobiliários e os restantes 7% em FIIs, CRI, FIIs de CRI e outros ativos de renda fixa (RF).

hgbs11

Hedge Brasil Shopping - FII de renda gestão ativa

HGBS11 é um fundo imobiliário do tipo tijolo focado nos investimentos em propriedades de shoppings centers e conta com uma participação de 3,6% no índice IFIX (índice que representa a performance média das cotações dos FIIs negociados na Bolsa de valores).

Com cerca de 57 mil cotistas e um patrimônio próximo de R$ 3 bilhões, o Hedge Brasil Shopping é destinado a investidores em geral, possui uma taxa de administração de 0,60% ao ano sobre seu valor de mercado e não é cobrado taxa de performance em seus resultados.

 

Bruno Sperandio
Bruno Sperandio Autor

Engenheiro por formação, com mais de 7 anos de experiência no mercado de investimentos, trabalha com produção de conteúdo informativo e educacional para o mercado imobiliário brasileiro.

Comentários