Curto, Médio e Longo prazos: HGBS11 apresenta o futuro dos shoppings



Quer receber todas as notificações desse FII? Seguir FII Seguir Fundo

A Hedge Investiments, administradora do FII Hedge Brasil Shopping (HGBS11) divulgou ao mercado na tarde da quinta-feira, 28 de maio/20, um relatório de informações apresentando as perspectivas e desafios frente à covid-19.

Na apresentação, trouxeram informações de muita qualidade para o investidor de fundos imobiliários, onde mostraram os principais indicadores do setor, desafios da indústria, tendências e perspectivas, dentre outros.

Abaixo, veja um resumo das informações fornecidas pela Hedge Investments.

Para o cenário macro, o documento mostrou uma recapitulação dos indicadores econômicos neste ano, além da variação acumulada para os principais índices de referência.

hgbs11

hgbs11

Para indústria de fundos imobiliários, o HGBS11 divulgou informações da evolução de investidores no setor, média diária de negociação, além do volume de recursos captados em 2019 e 2020, até então.

hgbs11

Dentre os seguimentos dos FIIs, a Hedge compilou a variação do valor das cotas negociadas no mercado secundário. Perceba que o segmento mais atingido pela crise do vírus foi o de shoppings (-26,5%) e, por outro lado, as agências tiveram a menor desvalorização no período.

hgbs11

Nos desafios decorrentes da pandemia nos shoppings do portfólio do HGBS11, foram apontados as oportunidades e desafios, sendo eles:

Shopping como centro de distribuição

  • Localização privilegiada dos empreendimentos nos principais centros urbanos;
  • Utilização do shopping para atender o last mile delivery;
  • Expansão do uso de plataformas como Delivery Center, Rappi e iFood para entrega de refeições.

Consolidação da Multicanalidade

  • Adesão do pequeno e médio lojista à multicanalidade;
  • Criação de e-commerce, vendas por redes sociais e retirada na loja ou drive thru;
  • O shopping se beneficia da expansão do faturamento para além das lojas físicas.

Readequação dos espaços

  • Consolidação de transportes alternativos e queda da receita de estacionamento;
  • Alteração na legislação referente à vagas de estacionamento;
  • Rentabilização de áreas subutilizadas.

Estratégia de investimentos do HGBS11

Localização do portfólio: 14 dos 16 shoppings localizados em capitais e regiões metropolitanas, sendo 10 na Grande São Paulo.

Diversificação de operadores: exposição às melhores práticas de gestão de administradores de 1ª linha.

Potencial de longo prazo: portfólio composto por ativos maturados e resilientes.

Em adição, o HGBS11, pensando em todos os possíveis momentos nesse novo start da indústria de FIIs, apresentou as perspectivas para o mercado de shoppings e o que esperar para o setor no curto, médio e longo prazos.

hgbs11

Na apresentação, divulgou também um dado muito interessante, que é o cenário de reabertura dos shoppings do HGBS11. A figura abaixo apresenta as aberturas previstas até 15 de junho/20, conforme plano anunciado pelo Governo do Estado de São Paulo e pela Prefeitura de Cuiabá.

hgbs11

Por último, veja a composição do patrimônio líquido do HGBS11.

hgbs11

Hedge Brasil Shopping - FII de renda gestão ativa

HGBS11 é um fundo imobiliário do tipo tijolo focado nos investimentos em propriedades de shoppings centers. Com uma participação de 2,69% no índice IFIX (índice que representa a performance média das cotações dos FIIs negociados na Bolsa de valores), está entre os 10 FIIs mais negociados na B3.

Com cerca de 62,4 mil cotistas e um patrimônio próximo de R$ 2,25 bilhões, o Hedge Brasil Shopping é destinado a investidores em geral, possui uma taxa de administração de 0,60% ao ano sobre seu valor de mercado e não é cobrado taxa de performance em seus resultados.

Para conferir o relatório completo do HGBS11, acesse a página do fundo clicando aqui, role a página até o final e clique em "Outros relatórios - 28/05/2020".

Bruno Sperandio
Bruno Sperandio Autor

Engenheiro por formação, com mais de 7 anos de experiência no mercado de investimentos, trabalha com produção de conteúdo informativo e educacional para o mercado imobiliário brasileiro.




Comentários