HGCR11 possui mais de R$ 3 milhões acumulados para distribuição

O fundo imobiliário CSHG Recebíveis Imobiliários FII - HGCR11 apresentou seus resultados referentes ao último mês de dezembro.

HGCR11 possui mais de R$ 3 milhões em resultados acumulados para distribuição

Segundo destacou seu administrador, Credit Suisse, na próxima quarta-feira, dia 15 de janeiro de 2020, será pago o valor de R$ 0,60 por cota referente aos rendimentos recebidos.

hgcr11

O resultado no mês foi de R$ 4,5 milhões, equivalente a R$ 0,51 por cota, e ao final de dezembro, o HGCR11 havia distribuído 98,2% do resultado apurado no semestre e detinha R$ 3,1 milhões (R$ 0,35 por cota) de resultados acumulados em períodos anteriores e ainda não distribuídos.

Cotistas da 7ª emissão do HGCR11 já receberão rendimentos agora em janeiro

No dia 18 de dezembro, foi divulgado comunicado a mercado pelo HGCR11 tratando do encerramento da liquidação do direito de preferência de sua 7ª emissão de cotas, cujos rendimentos referentes à dezembro serão pagos, também no dia 15 de janeiro, conforme tabela abaixo:

hgrc11

HGCR11 apresentou em 2019 um retorno total de 22,7%, equivalente a 381% do CDI

Durante o mês, a cota ajustada do HGCR11 em bolsa apresentou variação de +7,1%. No ano, seu retorno total, calculado pela cota em bolsa ajustada por rendimentos, foi de +22,7% (vs +36,0% do IFIX), equivalente a 381% da variação do CDI no período.

hgcr11

Durante os últimos 24 meses, a cota ajustada apresentou variação de +48,3% (vs +43,6 do IFIX), equivalente a 378% do CDI no período.

Mercado secundário do HGCR11 movimentou em 2019, 5,5 vezes mais que em 2018

O ano de 2019 foi importante para o processo de consolidação do HGCR11, que encerrou o ano com 45.948 investidores (vs 6.612 ao final de 2018) e tendo negociado R$ 780 milhões de reais (vs 121 milhões em 2018).

hgcr11

Durante o ano, o fundo realizou três novas emissões de cotas, tendo captado volume aproximado de R$ 638 milhões.

Durante o mês, foi realizada movimentação total entre compras e vendas de aproximadamente R$ 222,1 milhões, sendo que a alocação líquida total foi de R$ 139,4 milhões em ativos alvo.

Neste contexto,o fundo encerrou o mês com 91,1% do total de ativos alocados em ativos alvo.

O HGCR11 encerrou o mês com seu patrimônio líquido alocado em CRIs, LCI, cotas de FIIs e Renda fixa.

hgcr11

Como mostra a figura, o fundo é composto em sua maioria por investimentos em CRIs, sendo esse, seu objetivo principal de investimento de acordo com seu regulamento.

Esses recebíveis possuem garantias reais e estão distribuídos geograficamente da seguinte maneira.

hgcr11

O CSHG Recebíveis Imobiliários, que possui cerca de 46 mil cotistas, tem por objetivo a realização de investimentos em títulos e valores mobiliários, priorizando os Certificados de Recebíveis Imobiliários (CRI), que atendam aos critérios definidos em sua política de investimentos.

A taxa de administração, hoje, é de 0,8% ao ano sobre o valor de mercado, além de uma taxa de performance de 20%. O HGCR11 é dividido em 8.715.910 cotas e atualmente possui R$ 921 milhões em patrimônio.

Bruno Sperandio
Bruno Sperandio Desenvolvedor de conteúdos

Formado em Engenharia de Produção pela FAACZ, com experiência de mais de 5 anos no mercado financeiro do Brasil. Investidor e desenvolvedor de conteúdos sobre o mercado imobiliário, economia e investimentos.

Comentários