JSRE11 - Fundo misto apresenta grande diversificação de ativos



Quer receber todas as notificações desse FII? Seguir FII Seguir Fundo

O JS Real Estate Multigestão FII - JSRE11 - apresentou hoje (13) seus últimos resultados ao mercado.

Como destaque, seu administrador (Banco J. safra S.A.) informou que no último mês de outubro o JSRE11 distribuiu rendimentos de R$ 0,57 por cota, obtendo, com isso, um yield de 0,50%.

O Fundo possui um portfólio de ativos bem diversificado

Com um patrimônio liquido de aproximadamente R$ 1,5 bilhões, a alocação de seus ativos se distribui de forma bem diversificada, atingindo os principais segmentos do mercado de investimentos imobiliários.  Veja como fica sua distribuição:

  • (8,65%) Cotas de FII  - R$ 130.651.482
  • (46,03%) Imóveis e participações - R$ 694.778.658
  • (2,53%) CRI - R$ 38.256.897
  • (6,66%) LCI - R$ 100.580.822
  • (37,24%) Títulos Públicos - R$ 562.187.476

Um ponto importante apresentado em seu relatório é a alocação de baixo risco e liquidez que o fundo mantém, (Títulos públicos) com foco em analisar as oportunidades de investimento em imóveis e cotas de FII, tendo em vista as fases do ciclo do mercado imobiliário e o mercado de juros, que está e sua mínima histórica e por este motivo contribui, portanto, com a evolução da industria de FIIs.

Ainda sobre seus ativos, hoje a carteira de títulos de renda fixa (CRI e LCI) segue 100% adimplente e seus imóveis físicos contemplam 100% de taxa de ocupação.

Liquidez no mercado secundário

O fundo encerrou o mês de outubro com próximos R$ 160 milhões de volume negociado, atingindo sua maior liquidez nos últimos 6 meses ilustrados.

 

FII JS Real Estate Multigestão

O JSRE11 é um fundo imobiliário do tipo híbrido. Seus investimentos podem ser compostos por todos os segmentos de investimento do mercado imobiliário. Fundos híbridos são também conhecidos como fundos mistos pelo fato de obterem portfólios com grande diversificação de ativos.

Ele foi constituído em fevereiro de 2011 objetivando alcançar rendimentos oriundos das cotas de outros Fiis, ganho de capital nas negociações de cotas de Fiis e rendimentos dos CRIs, LCIs e LHs que venha a adquirir.

Possui atualmente uma participação relevante de 2,7% no índice IFIX, ficando, assim, entre os 10 fundos imobiliários mais negociados na B3, Bolsa de valores do Brasil.

Bruno Sperandio
Bruno Sperandio Autor

Engenheiro por formação, com mais de 7 anos de experiência no mercado de investimentos, trabalha com produção de conteúdo informativo e educacional para o mercado imobiliário brasileiro.




Comentários