KNCR11 divulga relatório de resultados do mês de outubro

O Kinea Rendimentos Imobiliários (KNCR11), fundo imobiliário de maior patrimônio líquido da bolsa (PL de R$ 4,08 bilhões) e o segundo maior Fii em termos de representatividade no Ifix (6,2% de participação), divulgou ontem (01) o seu Relatório Gerencial referente ao último mês de outubro.

De acordo com a sua gestão, ao final do período, o KNCR11 apresentava uma alocação de aproximadamente 91,3% dos seus ativos em Certificados de Recebíveis Imobiliários (CRIs) e 2,5% da carteira investidor em Letras de Crédito Imobiliárias (LCIs), de modo que, dessa maneira, 93,8% do seu patrimônio estava, portanto, aplicados em títulos de renda fixa imobiliária.

No mesmo comunicado, o Kinea informou que a parcela remanescente, de 6,2%, segue alocada em instrumentos de caixa (liquidez).

Vale lembrar que o objetivo do KNCR11 é gerar retorno aos seus cotistas através de um portfólio dedicado ao investimento em ativos de renda fixa de natureza imobiliária, especialmente em CRIs e LCIs.

Ainda em relação ao mês passado, a gestora destacou que os dividendos referentes a tal mês (cuja distribuição irá ocorrer no próximo dia 13 de novembro), serão de R$ 0,52 por cota.

Composição da carteira do KNCR11

Atualmente a carteira do KNCR11 se mostra alocada, em relação aos seus indexadores, da seguinte maneira:

  • 84,0% no CDI;
  • 8,2% no IPCA;
  • 6,2% na Selic; e
  • 1,6% no IGP-M;

Negociação e liquidez do KNCR11

O Kinea ressaltou que no mês de outubro foram transacionadas 1.607.637 cotas, totalizando, com isso, um volume de R$ 165,53 milhões, correspondendo à uma média de aproximadamente R$ 7,2 milhões por dia.

Abaixo é possível visualizar a variação do volume negociado, valor da cota, e o valor da cota mais os rendimentos do KNCR11:

Carteira de ativos do KNCR11

Ao término de outubro, o KNCR11 apresentava a seguinte carteira de CRIs e LCIs, conforme é possível constatar abaixo:

Nessa configuração, o fundo apresentou uma evolução patrimonial bastante representativa no último ano, conforme é possível visualizar na tabela abaixo, na qual representa o valor patrimonial referente ao último dia de cada mês, já deduzidos os rendimentos dos meses em questão:

Saiba mais sobre o KNCR11

O Kinea Rendimentos Imobiliários é um fundo imobiliário que teve o seu início em meados de 2012, que tem como gestor o Kinea Investimentos Ltda e como administrador a Intrag DTVM Ltda.

Atualmente o fundo conta com uma taxa de administração de 1,08% ao ano e não possui taxa de performance.

Conforme já mencionado anteriormente, o portfólio do KNCR11 é dedicado ao investimento em ativos de renda fixa de natureza imobiliária, primordialmente se dedicando aos CRIs e LCIs.

Em maio desse ano, foi iniciado o processo de distribuição de cotas da 8ª emissão do fundo.

“Acreditamos que a nova emissão irá contribuir para o aumento de liquidez das cotas no mercado secundário, bem como irá permitir a aquisição de novas operações atrativas para o fundo, contribuindo para a diversificação da carteira e diluição de riscos”, ressaltou a sua gestão na ocasião.

No final de outubro, o fundo contava com 49.773 cotistas, tendo apresentando um volume negocial mensal de R$ 165.530.461,17, o que representou uma média diária de negociação de R$ 7.196.976,57.

Não é à toa que esse é um dos Fiis mais representativos, em termos de robustez, da nossa indústria de fundos imobiliários.

Rafael Campagnaro
Rafael Campagnaro Head de Conteúdo

Engenheiro por formação, trabalha com produção de conteúdo informativo e educacional para o mercado financeiro no FIIs.com.br desde que iniciou no universo das finanças.

Comentários