KNRI11: FII híbrido elevou taxa de vacância, mas sustenta rendimentos



Quer receber todas as notificações desse FII? Seguir FII Seguir Fundo

Kinea Renda Imobiliária (KNRI11), fundo imobiliário que busca gerar renda através da locação de um portfólio diversificado de prédios corporativos e galpões logísticos, divulgou seu relatório de gestão e resultados do mês de julho/20.

O documento iniciou apresentando a elevação da taxa de vacância de 5,68% para 5,91% no portfólio do KNRI11 devido a desocupações em dois de seus edifícios corporativos no estado do Rio de Janeiro.

No entanto, seu gestor (Kinea Investimentos) disse que a carteira do fundo continua apresentando solidez frente ao prolongamento da crise do coronavírus, apresentando baixa inadimplência e boa performance de recebimentos de aluguéis no mês de julho.

O patrimônio do KNRI11 (R$ 3,7 bilhões) fechou o mês de julho com uma parcela alocada em ativos de liquidez (R$ 500 milhões) e o restante permanece composto por 19 propriedades sendo 10 edifícios comerciais (escritórios corporativos) e 9 centros logísticos (galpões), o que demonstra, de acordo com seu gestor, o equilíbrio entre a tipologia de logística e de escritório, concedendo maior previsibilidade e menor volatilidade no fluxo de receitas de aluguel.

knri11

Todos os empreendimentos estão localizados na região sudeste do Brasil, com maior concentração no estado de São Paulo.

knri11

O prazo médio dos contratos firmados pelo KNRI11 é de 9,86 anos, sendo que 65% possuem datas de vencimento a partir do ano de 2024.

knri11

No que diz respeito a sua diversificação de locatários, o KNRI11 possui um total de 81 contratos e mais de 50 inquilinos distribuídos em diversas áreas de atuação, sendo os principais segmentos, o setor de serviços e comércio.

knri11

No mercado secundário da B3, foram movimentados um total de 665.332 cotas do KNRI11, equivalentes a cerca de 2,82% do seu total de cotas. Com isso, o volume médio diário somou R$ 4,6 milhões e sua cota obteve uma variação negativa de -7,17% no mês, partindo de R$168,94 em 30 de junho, para R$ 156,82 em 31 de julho.

Atualmente o KNRI11 possui a maior participação (média de 120 FIIs) no índice que representa os principais fundos imobiliários da bolsa de valores brasileira, o IFIX.

Nos rendimentos, o valor que será distribuído pelo fundo referente ao mês de julho cujo pagamento ocorrerá no próximo dia 14 de agosto, foi mantido em R$0,65 por cota, representando um dividendo de 0,41% para o mês (cota base R$ 156,82).

Por fim, a Kinea ressaltou que continua monitorando a carteira de inquilinos de forma a se antecipar a eventuais impactos que o prolongamento da crise do coronavírus possa exercer sobre o fluxo de recebimentos do Kinea Renda Imobiliária.

O KNRI11 é um FII do tipo híbrido administrado pelo Intrag, iniciou suas atividades em meados de 2010 e atualmente possui 200,3 mil cotistas. Sua taxa de administração é de 1,25% ao ano sobre seu valor de mercado e não é cobrado o adicional de performance. Nos últimos 12 meses, a variação da cota é de positivos 2,37%.

 

Ainda não sabe muito sobre FIIs Híbridos? Acesse nosso e-book gratuito e entenda de maneria simples como funcionam os segmentos do mercado.

Bruno Sperandio
Bruno Sperandio Autor

Engenheiro por formação, com mais de 7 anos de experiência no mercado de investimentos, trabalha com produção de conteúdo informativo e educacional para o mercado imobiliário brasileiro.




Comentários