KNRI11 - Vacância do fundo aumenta no mês de outubro

No dia de ontem (04) foi divulgado através do relatório de gestão, os destaques do mês de outubro/19. Veja quais foram as principais informações do FII Kinea Renda Imobiliária.

  • Conclusão  da liquidação financeira de 2 terrenos na cidade de Cabreúva, que é um município da aglomeração urbana de Jundiaí, no estado de São Paulo;
  • Finalização da locação de 2 andares do Ed. São Luiz para o Banco BMG;
  • Foram iniciadas as obras do centro logístico na modalidade Built To Suit (BTS) para um dos maiores varejistas de moda do país. O empreendimento terá aproximadamente 180.000m² e dobrará a capacidade de armazenamento da varejista. Com os desembolsos previstos neste projeto, será atingido a alocação de 92% dos R$ 1,2 bi captados na 6ª emissão de cotas do fundo;
  • O valor patrimonial das cotas apresentou uma variação positiva de 0,1%, passando de R$150,78 para 150,93;
  • O prazo médio dos contratos firmados pelo fundo é de 9,69 anos.

Com relação a carteira de inquilinos, o fundo sofreu a desocupação de 10 módulos do empreendimento Global Jundiaí pela empresa Prime Logística.

Portanto, como resultado dessas movimentações de saída, o fundo teve um aumento da vacância, sendo que a vacância física do fundo ao final do mês de outubro foi de 5,05% (ante 2,78% no mês anterior), e a vacância financeira, 7,36% (ante 6,54% no mês anterior).

KNRI11 - Renda mensal e liquidez

O pagamento dos dividendos referentes a outubro será R$ 0,74/cota, a ser distribuído no próximo dia 14.

Quanto à liquidez, suas cotas foram negociadas em 100% dos pregões da bolsa, com volume médio diário de aproximadamente R$ 8,25 milhões.

Em síntese, os volumes transacionados representaram um total de 1.148.679 cotas negociadas, equivalentes a aproximadamente 4,87% do seu total de cotas, com um volume médio diário de R$ 8.252.470 e um volume médio por negócio de R$ 2.663,77.

Atualmente o Fundo possui a maior participação no IFIX (7,2%).

KNRI11 - Carteira de ativos

No momento, seu portfólio está composto por 19 propriedades, sendo 10 edifícios comerciais e 9 centros logísticos.

Diante disso, o KNRI11 possui um total de 85 contratos de locação e mais de 50 inquilinos, trazendo, com isso, uma considerável diversificação de ativos e locatários.

Veja agora sua distribuição de receita por estado, tipologia, tipo de contrato e índice de reajuste.

KNRI11 - Sobre o fundo

KNRI11 é um fundo imobiliário de tijolo, do tipo ANBIMA renda gestão ativa de segmento híbrido.

Foi constituído em julho de 2010 com objetivos destinados à aplicação em empreendimentos imobiliários, sendo imóveis comerciais e centros de distribuição, preferencialmente prontos, ou em projetos, para posterior alienação, locação ou arrendamento.

É administrado pela Intrag DTVM Ltda, gerido pelo Kinea Investimentos Ltda,  e sua taxa de administração é de 1,25% ao ano sobre o valor de mercado das cotas, e engloba não somente a remuneração do administrador mas também do gestor, banco escriturador e custodiante.

O fundo não apresenta taxa de performance.

Bruno Sperandio
Bruno Sperandio Desenvolvedor de conteúdos

Formado em Engenharia de Produção pela FAACZ, com experiência de mais de 5 anos no mercado financeiro do Brasil. Investidor e desenvolvedor de conteúdos sobre o mercado imobiliário, economia e investimentos.

Comentários