MALL11 divulga relatório referente ao último mês de outubro

O Malls Brasil Plural (MALL11), fundo imobiliário administrado pela Genial Investimentos Corretora de Valores Mobiliários e gerido pela Brasil Plural Gestão de Produtos Estruturados, divulgou hoje (07) o seu relatório gerencial referente ao último mês de outubro.

No período, houveram importantes acontecimentos que poderão impactar de maneira direta os resultados do FII nos próximos meses.

O primeiro deles foi a assinatura do instrumento vinculante, no dia 25, para a aquisição de 18,0524% do Shopping Barra, em salvador (BA).

O shopping possui atualmente 50.589 m² de área bruta total, com aproximadamente 150.000 m² de área construída, um estacionamento com aproximadamente 3.000 vagas e dispõe de 315 lojas, com grandes marcas para a sua ancoragem, como a Centauro Esporte, Magazine Luiza, Lojas Americanas, Renner, Riachuelo e C&A.

Já no dia 31 do mesmo mês (quinta-feira última), o FII anunciou a assinatura de um outro instrumento vinculante para a aquisição de 25,00% do Suzano Shopping, localizado em Suzano (SP).

Este, por sua vez, atualmente possui 24.058 m² de Área Bruta Locável (ABL), com aproximadamente 48.889 m² de área construída, um estacionamento com 1.700 vagas e dispondo de mais de 130 operações, com a presença de marcas renomadas: C&A, Casas Bahia, Lojas Americanas, Renner, Centauro e Kalunga.

MALL11 - Performance dos ativos

No que tange o operacional dos ativos presentes em seu portfólio, a gestão do MALL11 ressaltou que o Maceió Shopping, localizado em Maceió (AL), apresentou performance consistente no mês, permanecendo em linha com as expectativas da equipe de gestão do fundo para o ano, dado que o shopping apresentou um crescimento de 6,8% em suas vendas no mês de setembro, frente ao ano passado.

No ano, o ativo está bem acima da inflação, performando mais de 7% de crescimento em termos de vendas frente ao mesmo período do ano passado.

Em termos de ocupação, foi mantida em patamar próximo a 100% no mês. Para o ano de 2019, a ocupação média também permaneceu em torno de 100%.

Pioneiro em seu estado, o Maceió Shopping foi responsável por grandes transformações no varejo local, possuindo mais de 30 anos de existência.

Com um ABL de 40.774 m², o shopping detém mais de 200 lojas oferecendo produtos e serviços diferenciados e recebendo mensalmente um público de mais de 1 milhão de pessoas.

Suas principais lojas âncoras são as grandes marcas: Magazine Luiza, Leader, C&A, Lojas Americanas, Le Biscuit, Marisa, Ricardo Eletro e Lojas Riachuelo.

A aquisição foi realizada em dezembro de 2017, mediante uma operação de desinvestimento da BR Malls no qual o fundo adquiriu a participação de 54,2% no empreendimento.

Desde então, o shopping vem apresentando crescimento consistente em termos de vendas/m², expandindo seu ABL e mantendo sua taxa de ocupação à níveis próximos à 100%.

Já em relação ao Shopping Tacaruna, localizado em Recife (PE), este performou no mês, em termos de vendas, levemente abaixo frente ao ano passado, em aproximadamente 2%, impactado principalmente pela entrada de novos lojistas em fase de estabilização de vendas.

“À título de exemplo, o espaço anteriormente ocupado pela Ricardo Eletro, que se apresentava com uma operação com performance aquém da esperada - principalmente em termos de vendas - se encontra locado desde julho pela Magazine Luiza. O lojista ainda está em período de maturação de vendas, e sua perspectiva segue positiva para o ano”, ressaltou a gestão em seu comunicado.

O shopping mesmo assim mantém a sua taxa de ocupação a níveis próximos de 100%, com a manutenção apenas de vacância técnica.

Inaugurado em 1997, o Shopping Tacaruna é um ativo dominante em sua região, com um público atraído pelo seu mix completo de lojas, serviços e lazer.

O shopping possui 44.830 m² de ABL e recebe mensalmente aproximadamente 1,3 milhão de pessoas.

Oferecendo mais de 260 lojas, possui também espaços para serviços, área gourmet e um rooftop de 700 m², sendo uma área voltada para eventos de vocação para atração turística.

O Shopping possui forte ancoragem, com marcas reconhecidas no mercado - Hiper Bompreço, Renner, Lojas Americanas, C&A, Riachuelo, Le Biscuit, Casas Bahia, Leader e Livraria Leitura - além de 6 megalojas – PBKids, Kalunga, Centauro, Ricardo Eletro, Caixa Econômica Federal e Milena Imóveis.

Adicionalmente, o shopping conta com uma administração profissional realizada pela Tmall Gestão de Empreendimentos Comerciais Ltda., empresa ligada ao grupo JCPM, um dos grupos de maior relevância na indústria de shopping centers do Nordeste, com participação em diversos empreendimentos.

A operação foi concretizada em setembro de 2019, na qual o fundo adquiriu 6,67076% do shopping.

Resultado do MALL11, indicadores operacionais do portfólio e distribuição de rendimentos

Em relação às vendas por metro quadrado e à taxa de ocupação, a gestão destacou que os referidos dados são ponderados pela participação que o fundo possui em cada shopping.

Ressaltou-se, contudo, que à medida que novos ativos forem incorporados ao seu portfólio, serão divulgadas informações operacionais mais detalhadas, dado que informações individualizadas podem comprometer a estratégia competitiva dos ativos.

Diante disso, é interessante destacar que a política de distribuição de rendimentos do MALL11 considera os seguintes fatores:

  • Geração de caixa do fundo;
  • Potencial de geração de caixa dos ativos do fundo;
  • Estabilização dos rendimentos; e
  • Resultados acumulados não distribuídos;

Assim sendo, o resultado do fundo no mês de outubro se fizeram conforme abaixo:

O resultado acima representa uma distribuição de rendimentos de R$ 0,43 por cota, com pagamento aos cotistas prevista para 14 de novembro.

Abaixo, é possível visualizar a rentabilidade acumulada total das cotas do FII – que considera a valorização do preço da cota e os dividendos acumulados no período – desde o início das suas atividades, no comparativo com o IFIX, índice referente na indústria de fundos imobiliários no Brasil.

Em relação ao histórico de distribuição de dividendos aos cotistas do MALL11, a tabela a seguir apresenta os valores anunciados pelo fundo em cada mês, no último ano:

Por fim, através do mesmo documento, a gestão destacou também que, no mês de outubro, o fundo apresentou negociação diária média acima de R$ 3.234 mil reais, e se manteve com presença em 100% dos pregões no mês.

MALL11 – Saiba mais a respeito

O Malls Brasil Plural é um fundo imobiliário de gestão ativa, do segmento de shopping center, e que investe acima de dois terços do seu patrimônio líquido em empreendimentos imobiliários construídos, para fins de geração de renda com locação ou arrendamento.

O fundo teve o início das suas atividades em dezembro de 2017, e atualmente a sua taxa de administração é de 0,5% ao ano sobre o seu patrimônio líquido.

Rafael Campagnaro
Rafael Campagnaro Head de Conteúdo

Engenheiro por formação, trabalha com produção de conteúdo informativo e educacional para o mercado financeiro no FIIs.com.br desde que iniciou no universo das finanças.

Comentários