MXRF11: FII alcançou o maior número de investidores da história



Quer receber todas as notificações desse FII? Seguir FII Seguir Fundo

O Maxi Renda (MXRF11), conhecido como o favorito dos investidores iniciantes em razão do seu preço/cota e desempenho no mercado, divulgou seus resultados de agosto/20.

A XP Vista Asset, gestora do MXRF11, juntamente com seu administrador, o BTG Pactual, destacaram mais uma vez o elevado crescimento no número de cotistas para mais de 242 mil.

Esse novo patamar é o maior da indústria de FIIs no Brasil e para o fundo representa um crescimento de 12,3% (cerca de 26 mil novos cotistas) referente ao mês anterior, jul/20.

Depois do Maxi Renda, acima de 200 mil investidores o mercado apresenta o BCFF11 com 229,6 mil, XPML11 (229,4 mil), HGLG11 (223 mil) e o KNRI11 com 213 mil cotistas.

Sobre as movimentações e acontecimentos, veja quais foram os principais destaques do MXRF11 no mês:

  • Gestão continuou com a tese de aproveitar as oportunidades no mercado secundário, por conta das distorções geradas pela volatilidade dos mercados, buscando ativos com bons fundamentos, preços descontados e que com características defensivas para atravessarem o atual período.
  • No primeiro semestre foi distribuído o montante equivalente a 97,96% dos lucros apurados segundo o regime de caixa.
  • Para o cotista que não teve a oportunidade de analisar o relatório gerencial de março, o gestor sugere a sua leitura, uma vez que explicações e características dos ativos nos quais o MXRF investe são explicadas com detalhes e muita profundidade, bem como esclarecimentos acerca da qualidade creditícia e mecanismos de mitigação de riscos e monitoramentos.

Nos rendimentos, a distribuição de R$ 0,07 por cota foi realizada em 15 de setembro/20 (dividend yield mensal, 0,65%, cota base R$ 10,67). Esse resultado foi equivalente a 369,76% do CDI no período, já livre de impostos.

A seguir, observe a composição do resultado financeiro (calculado com base no regime de caixa) e a distribuição por cota dos últimos 12 meses:

Na composição de sua carteira, o Maxi Renda segue uma estratégia de manter um portfólio composto de CRIs de boa qualidade, com taxas atraentes do ponto de vista risco-retorno, foco em originação e estruturação próprias e atento à gestão ativa para ganho adicional em operações no mercado secundário.

Dessa maneira, seu patrimônio líquido de R$ 1,57 bilhão está distribuído em créditos imobiliários (70%), imóveis (5%), cotas de FIIs (5%) e ativos em caixa (20%).

mxrf11

No mercado secundário, a liquidez média diária na bolsa foi de R$ 7,66 milhões, girando cerca de 10,6% do total de suas cotas.

Com isso, sua cota desvalorizou 2,55% e a rentabilidade a mercado, ajustada pelos proventos de agosto (+0,65% - 2,55%) foi equivalente a  -1,9%.

Na figura abaixo, veja a comparação entre a evolução histórica do valor de mercado e patrimonial da cota, e o volume médio diário de negociações.

MXRF11 é um FII do tipo híbrido, gestão ativa e destinado a investidores em geral. Foi constituído em setembro de 2011 com o objetivo de obter ganhos através da aplicação em ativos financeiros com lastro imobiliário, podendo ser CRIs, Debênture, LCI, LH e cotas de FIIs, e ativos imobiliários, como imóveis comerciais e projetos imobiliários residenciais.

Sua taxa de administração é de 0,9% ao ano sobre seu valor de mercado, sem adicional de performance.

Texto publicado em 24 de setembro/20.

 

As oportunidades aparecem todos os dias! Acesse nosso checklist e entenda o que um investidor precisa analisar para encontrar os melhores FIIs.

Bruno Sperandio
Bruno Sperandio Autor

Engenheiro por formação, com mais de 7 anos de experiência no mercado de investimentos, trabalha com produção de conteúdo informativo e educacional para o mercado imobiliário brasileiro.




Comentários