NEWU11: Um FII de lajes corporativas do nordeste brasileiro



Quer receber todas as notificações desse FII? Seguir FII Seguir Fundo

O Newport Renda Urbana FII (NEWU11) divulgou ao mercado seu primeiro relatório mensal, e como destaque, disse que está iniciando agora uma nova fase, sob nova gestão e novo nome, e com o objetivo de se tornar um fundo imobiliário com ativos diversificados de qualidade, com fluxo de rendimentos resiliente e liquidez crescente.

As cotas de emissão do fundo passaram a ser negociadas na B3 sob novo código de negociação NEWU11 (antes RDES11) a partir de 23 de março de 2020.

Em 13 de janeiro foi realizada assembléia geral extraordinária de cotistas, na qual foi aprovada a transferência da gestão do fundo para o Banco Plural e a NewPort Real Estate que iniciaram o trabalho em 16 de março/20.

A NewPort Real Estate, gestora do NEWU11, iniciou 3 frentes de gestão ativa dos seus ativos imobiliários com o objetivo de incrementar os rendimentos e o valor de mercado do fundo. São eles:

  • Revisão, atualização e regularização de todos os documentos e informações dos ativos e do fundo;
  • Avaliação, renovação e execução de ações de locação e venda dos imóveis do fundo;
  • Início da reciclagem do Portfólio e aquisição de novos imóveis comerciais urbanos para o fundo.

A NewPort relatou que na semana em que iniciaram seu trabalho no fundo, a crise do Covid-19 começou a produzir impactos relevantes no Brasil, e para minimizar os impactos no NEWU11, sua equipe tem mantido contato próximo aos locatários de modo a estabelecer uma relação de parceria de longo prazo e equilibrada, buscando sempre proteger o patrimônio do investidor.

NEWU11 não distribuiu rendimentos referente ao mês de março/20

O relatório informou que em função dos custos imobiliários decorrentes da sua elevada vacância física, de carências e descontos dados em renegociações e de despesas adicionais relacionadas a ajustes retroativos, o resultado operacional do fundo foi reduzido nos últimos meses.

Por outro lado, no último dia 7 de fevereiro de 2020, o contrato de locação com a BRK Ambiental, totalizando 1.850m² no Ed. Center I, levou a taxa de ocupação desse ativo a 100% e reduziu a vacância física total do NEWU11 em 14,34%.

O prazo do contrato é de 10 anos e, em função de investimentos que o locatário fará no imóvel, O NewPort comunicou que foi negociada uma carência no pagamento do aluguel. Os custos imobiliários, no entanto, já ficam a cargo do locatário.

Além disso, em janeiro desse ano, o fundo firmou a prorrogação do contrato com a Petrobrás no Ed. Center I por mais 3 anos, vigorando retroativamente desde novembro de 2019, mediante uma redução no valor do aluguel na ordem de 30,66%, para R$36.50/m².

Diante disso, o NEWU11 entende que a grave crise do Covid-19, que atingiu todos os setores da economia brasileira, atingiu também alguns de seus locatários, que entraram em contato solicitando ajustes específicos.

Portanto, dada as incertezas futuras, o fundo iniciou conversas com o objetivo avaliar cada situação e tomar decisões equilibradas em cada caso. Como consequência, estas incertezas poderão impactar o resultado operacional para os próximos meses.

"Nosso time segue atento e em contato próximo com os locatários do fundo e tomará as decisões com o objetivo principal de defender os interesses dos investidores, bem como prezar pela construção de um relacionamento de longo prazo com os locatários e parceiros", evidenciou a NewPort em seu relatório.

Carteira de ativos: O fundo detém 3 ativos de lajes corporativas localizados em cidades na região nordeste do Brasil. A figura abaixo apresenta suas características.

newu11

No fechamento de março/20, o valor patrimonial da cota foi de R$ 88,29 e o valor de mercado da cota foi de R$ 55,00.

O NEWU11 tem por objeto a participação em empreendimentos imobiliários urbanos de uso institucional ou comercial, priorizando a aquisição propriedades que sejam lajes ou prédios de escritórios, imóveis ocupados por monousuários localizados na malha urbana das cidades brasileiras.

Bruno Sperandio
Bruno Sperandio Autor

Engenheiro por formação, com mais de 7 anos de experiência no mercado de investimentos, trabalha com produção de conteúdo informativo e educacional para o mercado imobiliário brasileiro.




Comentários