RBFF11 diz que perspectivas de consumo são negativas até o 2º semestre



Quer receber todas as notificações desse FII? Seguir FII Seguir Fundo

Rio Bravo IFIX Fundo de FII (RBFF11), fundo imobiliário administrado e gerido pela BRL Trust e Rio Bravo Investimentos, respectivamente, apresentou uma carta em seu relatório mensal, esclarecendo os possíveis impactos do cenário atual.

RBFF11  foi constituído em maio de 2013 com o objetivo de proporcionar retorno aos seus cotistas por meio de uma carteira diversificada de cotas de FIIs.

RBFF11: Carta do Rio Bravo Investimentos (gestor)

Em março vimos desdobramentos mais perversos relacionados à pandemia do novo Coronavírus ao redor do mundo, provocando quedas substanciais nos mercados e exigindo pacotes de estímulos dos governos para viabilizar as medidas de reclusão recomendadas pela Organização Mundial da Saúde.

Medidas como redução de juros, cortes de compulsórios, swaps entre Bancos Centrais e compra de dívidas corporativas foram tomadas para garantir a liquidez dos mercados.

Para além das políticas monetárias, diversas medidas fiscais foram tomadas para efetuar transferência de renda direta aos setores mais afetados pelo fechamento do comércio ou pelos impactos específicos em cada setor como o elétrico, turismo, aviação, navios, serviços e varejo não alimentar.

As perspectivas de emprego e consumo são negativas até o segundo semestre (2020), mas tudo indica que as economias irão retomar crescimento no próximo ano (2021) e compensar essa queda.

No Brasil, devido à inflexibilidade no mercado de trabalho, acreditamos que, como a Europa, a curva de crescimento deve ser um pouco mais lenta, e inclusive prever alguns períodos recessivos.

Os próximos meses devem ser ditados pela curva de contaminação e pelas medidas de contingência social.

Dados estudados pela área de Pesquisa Econômica da Rio Bravo indicam que o nível de fluxo nos transportes públicos caiu 80%, em linha com outros países do mundo, o que indica que estamos tomando o mesmo nível de cuidado que outras metrópoles globais, levando a responsabilidade mais para o poder público do que para a aderência da população.

Ainda sobre o cenário nacional, apesar de as exportações não estarem caindo, a guerra de preços de petróleo entre Rússia e Arábia Saudita vem afetando o mercado de energia em todo o mundo, que além de ter retraído em demanda por conta das paralisações decorrentes da Covid-19, ainda tem sofrido com a elevação na produção pelos sauditas. A receita doméstica, bem como de outros países exportadores de petróleo, é bastante prejudicada.

RBFF11: Cenário dos FIIs

Sobre o cenário de fundos imobiliários, vimos o IFIX chegando a quedas superiores a 30%, com os setores hoteleiros e de shoppings sendo os que mais sofreram.

Apesar de as primeiras resoluções indicarem reabertura do comércio no dia 07/04, consideramos praticamente dada a extensão da recomendação de isolamento social e manutenção do comércio de portas fechadas, o que afeta cadeias produtivas ligadas ao varejo não alimentar.

Seguimos monitorando o mercado e analisando a capacidade de geração de caixa e endividamento das empresas locatárias às quais temos acesso nos portfólios dos fundos investidos.

Vislumbramos importantes oportunidades de alocação e giro no portfólio, dado que o fundamento imobiliário parece ter sido sobreposto pelo fundamento financeiro no curto prazo e encontramos barganhas em termos de preços por m² e custo de reposição dos ativos.

No entanto, acreditamos que “barato” ou “caro”, mesmo para o mercado de transações de imóveis diretos depende também dos fundamentos macroeconômicos – haja visto que esse influencia no crédito, nos juros, na inflação e outros fatores – e um valuation competente deve levar em consideração esta cesta de aspectos, além daqueles relacionados diretamente ao tijolo ou ao crédito.

O Rio Bravo IFIX (RBFF11) concluiu sua segunda emissão de cotas, no montante de 180 milhões, no dia 10 de março de 2020. O direcionamento da gestão é a proteção do patrimônio e a alocação prudente dos recursos, sendo cauteloso com o curto prazo e com foco na recorrência de renda para os cotistas no longo prazo.

Equipe Rio Bravo Investimentos

Bruno Sperandio
Bruno Sperandio Autor

Engenheiro por formação, com mais de 7 anos de experiência no mercado de investimentos, trabalha com produção de conteúdo informativo e educacional para o mercado imobiliário brasileiro.




Comentários