RBVA11/SAAG11: Rio Bravo prorroga proposta de incorporação por mais 10 dias

O Rio Bravo, administrador dos FIIs Rio Bravo Renda Varejo (RBVA11) e Santander Agências (SAAG11) divulgou no último dia 21 de fevereiro a prorrogação do prazo de consulta formal da proposta de incorporação do SAAG11 pelo RBVA11 por mais 10 dias.

O adiamento foi feito com o intuito de ampliar a participação de cotistas nas soluções propostas.

Em adição, também foi adicionada à agenda mais uma reunião presencial com a gestão com o intuito de esclarecer a operação e dúvidas dos cotistas.

A reunião será realizada em um sábado, dia 7 de março de 2020 na Avenida Chedid Jafet, 222 – Bloco B – 3º andar, Vila Olímpia, São Paulo (SP) às 10h.

Novo cronograma previsto para o processo de inclusão dos FIIs

Em vista da prorrogação do prazo para manifestação dos cotistas, foram substituídos apenas os prazos originalmente previstos no último dia 23 de janeiro, não havendo, portanto, nenhuma alteração nas ordens propostas e demais informações apresentadas.

rbva11 saag11

Incorporação dos FIIs SAAG11 e RBVA11

Essa integração, segundo o administrador, busca unificá-los consolidando os respectivos patrimônios e cotistas de forma a melhorar liquidez, gerar ganhos de escala, otimizar a gestão e diluir despesas.

No entanto, tendo em vista que a incorporação será submetida à deliberação dos cotistas de cada fundo, é possível que não seja obtido o quórum mínimo ou que ela seja reprovada pelos cotistas.

Desta forma, caso qualquer um dos FIIs não aprove a realização da incorporação, esta não se realizará e os respectivos fundos continuarão com suas atividades normalmente.

Proposta de incorporação dos FIIs SAAG11 e RBVA11

A Rio Bravo propõe a incorporação do SAAG11 pelo RBVA11, criando um player dominante no mercado imobiliário, com forte presença em pontos estratégicos:

  • 83 imóveis consolidados em uma mesma estrutura de portfólio e sob gestão integrada, com ganho de escala e agilidade nas prospecções, análises e negociações;
  • O fundo consolidado potencializa a capacidade de diversificação de portfólio, geográfica, de locatários e de contratos, o que mitiga riscos, gera retornos mais consistentes e fornece segurança no longo prazo;
  • A combinação tem como resultado o maior fundo do mercado voltado para o varejo de rua, o que também ampliará a liquidez do investimento.

O RBVA11 foi constituído em 2012, com o objetivo de viabilizar o processo de desmobilização de agências e expansão da Caixa Econômica Federal via aquisição e adaptação de imóveis de varejo para posterior locação à Caixa mediante a celebração de contratos de locação atípico.

O SAAG11 é um FII que, em seu início, possuía características muito semelhantes ao RBVA11. Foi constituído em 2012, com o objetivo de viabilizar o processo de desmobilização de agências do Banco Santander, e seus ativos mantêm a essência imobiliária de ativos de rua, assim como os imóveis do RBVA11.

No fechamento de mercado do dia 26 de fevereiro de 2020, a cota do SAAG11 fechou em R$ 130,20 e RBVA11 em R$ 145,97.

Bruno Sperandio
Bruno Sperandio Autor

Engenheiro por formação, com mais de 7 anos de experiência no mercado de investimentos, trabalha com produção de conteúdo informativo e educacional para o mercado imobiliário brasileiro.

Comentários