RCFF11 não cancela assembleia de cotistas e fará por telefone

O fundo imobiliário RBR Desenvolvimento Comercial Feeder FOF (RCFF11) divulgou na manhã desta quinta-feira, 19 de março/20, que sua assembleia não foi cancelada e será realizada através de uma conferência telefônica.

A reunião seria realizada na cidade de São Paulo, na sede do escritório do seu administrador, BRL Trust.

No entanto, em decorrência dos recentes desdobramentos da expansão do coronavírus (Covid-19) no país, será evitado, através da disponibilização da conferência telefônica, a aglomeração de pessoas em um único ambiente fechado, conforme recomendação da Organização Mundial da Saúde (OMS).

RCFF11 - Veja como o cotista poderá participar da assembleia

A assembleia será realizada amanhã, 20 de março/20, por meio do dial-in (11)3133-0295, seguindo o seguinte passo:

  • digitar número da sala: 79312 + #
  • digitar senha: 8855 + #
  • falar seu nome e/ou de sua empresa + #

RCFF11 - Orientações e informações

  • Mesmo que o cotista manifeste seu voto por meio da conferência telefônica, deverá enviar a manifestação de voto por e-mail devidamente assinada com a devida comprovação de poderes, até às 11h00 do dia agendado para a assembleia.
  • Os assuntos de deliberação constantes do edital de convocação, datado de 05 de fevereiro de 2020, permanecem sem alterações.
  • Eventuais procurações ou manifestações de voto já encaminhadas pelos cotistas continuam plenamente válidas.
  • A assembleia geral extraordinária se instalará com a presença de qualquer número de cotistas.
  • As deliberações deverão ser tomadas pela maioria dos votos dos cotistas presentes e que representem, no mínimo, 50% das cotas emitidas do RCFF11.

O RCFF11 é um FII do tipo papel gestão ativa com um patrimônio líquido de 31,7 milhões.

Bruno Sperandio
Bruno Sperandio Desenvolvedor de conteúdos

Formado em Engenharia de Produção pela FAACZ, com experiência de mais de 5 anos no mercado financeiro do Brasil. Investidor e desenvolvedor de conteúdos sobre o mercado imobiliário, economia e investimentos.

Comentários