Resultados do VLOL11: fundo imobiliário monoativo de gestão passiva

fundo imobiliário Vila Olímpia Corporate (VLOL11) disponibilizou hoje, 12 de fevereiro de 2020, seu relatório com os resultados de janeiro.

O VLOL11 investe no empreendimento Vila Olímpia Corporate por meio da aquisição de 6 lajes comerciais na Torre B.

VLOL11

Segundo seu administrador, Oliveira Trust, mesmo com 100% de ocupação nos andares pertencentes ao VLOL11, a equipe de gestão trabalha ativamente atuando na renegociação dos contratos de locação vigentes no empreendimento.

Ainda salientou que os esforços empregados pela equipe de gestão vêm surtindo efeito, resultando em recorrentes visitas ao imóvel e na evolução das negociações.

"Ademais, a equipe de gestão continua agindo ativamente para melhorar a performance dos imóveis visando assim, proporcionar aos cotistas do VLOL11 a máxima rentabilidade possível", destacou a Oliveira Trust.

Rendimentos do VLOL11

O VLOL11 distribuirá R$ 0,45 por cota como rendimento aos titulares detentores de cotas no final do dia 31/01/20.

A distribuição de rendimentos aos cotistas é calculada de acordo com o resultado apurado sob regime de caixa do FII em cada mês.

Abaixo segue tabela contendo as receitas e despesas do FII.

vlol11

Para critério de conhecimento, os rendimentos a serem distribuídos possuem isenção fiscal para pessoas físicas detentoras individualmente de até 10% do patrimônio líquido do FII, contanto que o FII tenha no mínimo 50 cotistas e cujas cotas sejam negociadas em bolsa de valores ou mercado de balcão organizado.

Histórico do rendimento do VLOL11

vlol11

Saiba mais sobre o VLOL11

O Vila Olímpia Corporate é um fundo imobiliário monoativo de gestão passiva, que teve o seu início em agosto de 2012 e que tem como público alvo investidores em geral.

O VLOL11 investe no empreendimento Vila Olímpia Corporate, edifício comercial localizado na Rua Fidêncio Ramos, número 302, na Vila Olímpia, em São Paulo (SP). Na ocasião, a incorporadora responsável foi a Odebrecht Realizações Imobiliárias.

O imóvel possui certificação LEED (Leadership in Energy and Enviromental Design), classificação AAA e área das lajes que variam de 1.394 m² a 2.617 m² privativos. Suas taxas de administração, gestão e consultoria são de 0,09%, 0,21% e 0,1% do patrimônio líquido (atualmente de R$ 161.708.513), respectivamente.

Bruno Sperandio
Bruno Sperandio Desenvolvedor de conteúdos

Formado em Engenharia de Produção pela FAACZ, com experiência de mais de 5 anos no mercado financeiro do Brasil. Investidor e desenvolvedor de conteúdos sobre o mercado imobiliário, economia e investimentos.

Comentários