SADI11: Portfólio do FII está 100% adimplente em suas obrigações

O Santander Papeis Imobiliários CDI (SADI11), fundo imobiliário que tem por objetivo investir em CRIs, divulgou seu relatório de resultados do mês de fevereiro/20.

O SADI11 apresenta uma estratégia em seus investimentos cujo o objetivo é montar uma carteira de CRI indexados ao CDI com baixo perfil de risco e com rentabilidade alvo equivalente a 100% da variação da Taxa DI, líquido de imposto de renda para pessoa física.

O Santander Securities, administrador do SADI11, informou que 97,8% de seu patrimônio está alocado em CRI, todos indexados ao CDI e isentos de tributação.

sadi11

Nos rendimentos, pelo fato do mês de fevereiro ter contido apenas 18 dias úteis, contra 22 dias úteis do mês de janeiro de 2020, a distribuição mensal de rendimento foi proporcionalmente menor, distribuindo R$ 0,29 por cota.

sadi11

Por outro lado, disse que no mês de março, com 22 dias uteis, espera um aumento das distribuições por cota, uma vez mantidas as outras variáveis constantes.

Liquidez e mercado secundário: Durante o mês de fevereiro o SADI11 negociou R$ 14.311.691 em cotas. Este volume representa uma liquidez diária média de R$ 195,1 mil.

Por último, o SADI11 destacou que neste momento de maior volatilidade no mercado financeiro, reforça a qualidade e saúde dos ativos investidos na carteira do fundo os quais encontram-se 100% adimplentes em todas as suas obrigações.

Bruno Sperandio
Bruno Sperandio Desenvolvedor de conteúdos

Formado em Engenharia de Produção pela FAACZ, com experiência de mais de 5 anos no mercado financeiro do Brasil. Investidor e desenvolvedor de conteúdos sobre o mercado imobiliário, economia e investimentos.

Comentários