Muitos investidores que utilizam os FIIs como forma de investimento, escolhem seus ativos através da tabela de rentabilidade dos fundos imobiliários 2019.

Contudo, ao utilizar somente a tabela de rentabilidade dos fundos imobiliários 2019, o investidor fica alienado aos ganhos do passado, o que não é garantia de rentabilidade futura.

Por isso, além do histórico de rentabilidade de um ativo, o investidor deve ficar atento a outros aspectos tão importantes quanto a capacidade de entregar resultados. Os fundamentos que não são mostrados em uma tabela de rentabilidade perpetuam o ativo no longo prazo, visto que são eles que mostram a capacidade do fundo imobiliário de gerar caixa sem prejudicar o bom andamento do fundo.

5 motivos que geram rendimento para os Fundos imobiliários

tabela rentabilidade fundos imobiliários 2019

Veja abaixo os 5 principais elementos de geração de renda para os FIIs:

  • Aluguel de imóveis: Os FIIs que possuem imóveis utiliza-os para gerar renda através do aluguel. Com isso, o fundo capta recursos através de contratos de alugueis e essa renda é convertida em rendimento.
  • Arrendamento de imóveis: O arrendamento de um imóvel é o contrato pelo qual o contratado se obriga a ceder o ativo, por tempo determinado ou não, com o objetivo de nele ser exercida atividade de exploração.
  • Construção de imóveis: Nesse caso o fundo utiliza seus recursos para incorporação e construção de imóveis para futura venda, e com isso lucrar com o negócio.
  • Aquisição de títulos de renda fixa: Essa é uma prática comum principalmente nos fundos de papel. Nesse caso, são adquiridos papéis e títulos atrelados ao mercado imobiliário, como LCIs e CRIs, que geram um retorno mensal na forma de juros.
  • Aquisição de cotas de outros fundos imobiliários: Essa prática é adotada de forma comum pelos fundos de fundos (FOFs). Nesse caso, esse tipo de fundo adquire cotas de outros fundos imobiliários.

Tabela de rentabilidade dos fundos imobiliários 2019

A seguir, será apresentada a tabela de rentabilidade dos FIIs, classificados por ordem decrescente.

É importante destacar que a rentabilidade, nesse caso, é demonstrado pelo dividend yield – DY 12 meses acumulado.

Os dados foram coletados na aba “ranking de FIIs” no site funds explorer na data de 14 de março de 2019.

Portanto, veja quais são os 10 fundos imobiliários mais rentáveis de 2019 no acumulado de 12 meses:

#

CÓDIGO  NOME DO FUNDO IMOBILIÁRIO DY (12M) ACUMULADO 

1

RBDS11 RB CAPITAL DESENV. RESID. II 22,3202%
2 RBCB11 RIO BRAVO CRÉDITO IMOBILIÁRIO I

16,8586%

3

FAMB11B EDIFÍCIO ALMIRANTE BARROSO 16,0487%
4 FIGS11 GENERAL SHOPPING ATIVO E RENDA

13,9790%

5

BRCR11 BTG PACTUAL CORP. OFFICE FUND 13,9651%

6

BBFI11B BB FDO INV IMOB PROGRESSIVO 13,2734%

7

UBSR11 UBS (BR) RECEB IMOB

11,9763%

8

PORD11 POLO FDO INV IMOB - RECEBÍVEIS IMOB II

11,5828%

9

XPCM11 XP CORPORATE MACAÉ

10,2659%

10 RBRD11 RB CAPITAL RENDA II

10,1566%

Rentabilidade fundos imobiliários 2019 - Considerações

Em síntese, a tabela de rentabilidade de fundos imobiliários 2019 pode ser uma boa ferramenta para filtrar FIIs que entregam bons resultados. Entretanto, essa não pode ser a única fonte de informação para uma análise bem sucedida. Leia sobre como analisar um fundo imobiliário e encontre os melhores FIIs para sua carteira.

Marcos Baroni
Marcos Baroni Especialista em FIIs (Suno Research)

Marcos Baroni é especialista em Fundos Imobiliários. Professor há 20 anos em cursos de Graduação e MBA nas áreas de Gestão de Projetos e Processos.

Comentários