VISC11 compra mais um ativo e passa a ter 13 participações em shoppings



Quer receber todas as notificações desse FII? Seguir FII Seguir Fundo

O Vinci Shopping Centers (VISC11), fundo imobiliário administrado pelo Vinci Real Estate informou nesta quarta-feira, a aquisição de participação no Shopping ABC em São Paulo.

Hoje, 05 de fevereiro de 2020, o VISC11 adquiriu 7,32% da fração imobiliária do Shopping ABC, shopping regional localizado no ABC paulista, região metropolitana de São Paulo.

visc11

O Shopping ABC é situado na cidade de Santo André, que faz parte da região do ABC paulista na Grande São Paulo. Possui 47.375 m² de Área Bruta Locável (ABL), distribuídos em 4 pisos.

O empreendimento foi inaugurado em 1996 e é um destino predominantemente procurado por consumidores das classes A e B da região.

Valor da aquisição do imóvel

O valor total da aquisição foi de R$ 52 milhões e o pagamento foi feito à vista, nesta data.

Com essa nova participação, VISC11 passa a ter a posse do shopping e direito a NOI em regime caixa de imediato.

Nessa transação, a gestora estima um cap rate de 8,3% para os próximos 12 meses.

Administradora do shopping ABC

O Shopping ABC é administrado pela AD Shopping, que tem mais de 843 mil m² de ABL sob gestão, distribuídos em 37 shoppings.

Dos ativos do portfólio do VISC11, a AD Shopping é responsável pela administração do Pátio Belém e do Minas Shopping.

Shopping ABC - Indicadores financeiros e operacionais

De acordo com os dados informados pela gestão do VISC11, o Shopping ABC apresentou crescimento de 9% de 2018 para 2019 e tem expectativa de crescer o mesmo patamar para 2020.

visc11

A taxa de ocupação do shopping encerrou o ano de 2019 com uma média de 97,5%, acima da média do VISC11, assim como a inadimplência média no ano, que foi negativa, indicando uma recuperação líquida de 1,6%, também melhor que a média do fundo.

Estimativa de rendimento para o VISC11

Segundo o documento, a expectativa da gestão é de que a aquisição do shopping gere, em média, o equivalente a R$ 0,30 por cota nos próximos 12 meses.

Destaca-se portanto que, descontados os efeitos da redução das receitas de aplicação financeira do caixa a ser utilizado na aquisição, o incremento representa R$ 0,15 por cota ao resultado caixa que seria gerado sem esta aquisição.

Com essa aquisição, o VISC11 passa a ter participações em 13 shoppings centers, que totalizam mais de 105 mil m² de área bruta locável própria.

Bruno Sperandio
Bruno Sperandio Autor

Engenheiro por formação, com mais de 7 anos de experiência no mercado de investimentos, trabalha com produção de conteúdo informativo e educacional para o mercado imobiliário brasileiro.




Comentários