VISC11: Gestão reduz 50% da própria remuneração em maio



Quer receber todas as notificações desse FII? Seguir FII Seguir Fundo

Vinci Shopping Centers FII (VISC11), FII administrado pelo BRL Trust e Vinci Real Estate, respectivamente, apresentou seu relatório de desempenho mensal referente ao mês de maio/20. Os destaques foram para a reabertura dos shoppings, número de cotistas e redução de 50% da parcela da taxa de administração.

Em seu robusto portfólio de participação em 13 shopping centers, 5 já estão em funcionamento e representam 53% da receita imobiliária esperada.

Além do Prudenshopping, Iguatemi Florianópolis e Shopping Crystal, ativos que já estavam abertos, dois shoppings do fundo entraram na conta: o shopping Pátio Belém, que reabriu no dia 06 de junho/20, e o Iguatemi Fortaleza, que retomou suas atividades no dia 08 de junho/20.

"Os shoppings estão funcionando em horário reduzido e seguem rígido protocolo de reabertura, que visa preservar a saúde e o bem-estar de todos os clientes, lojistas, colaboradores e parceiros. As operações nos segmentos de alimentação e entretenimento seguem as restrições impostas pelas autoridades locais", destacou a Vinci em comunicado ao mercado.

Outro destaque importante foi a iniciativa da Vinci, que por sua mera liberalidade, decidiu reduzir 50% da parcela da taxa de administração a que faz jus em relação ao mês de maio, sendo que o referido montante será pago ao Gestor em 3 parcelas iguais, nos meses de outubro, novembro e dezembro de 2020.

A gestora ressaltou que essa decisão se deu em decorrência da redução temporária das receitas oriundas dos shopping centers integrantes do portfólio do VISC11, em função da prorrogação das medidas de restrição por determinados Estados ou Municípios, que prolongaram o período de fechamento dos shopping centers e que esperam que até outubro esta situação esteja normalizada.

O número de cotistas do VISC11 ultrapassou a marca de 150 mil no mês de maio.

Rendimentos: O VISC11 vai distribuir R$ 0,23 por cota referente ao mês de maio. Esse valor representa um dividendo de 0,23% (cota base R$ 99,60).

VISC11

O pagamento será realizado no próximo dia 15 aos detentores de cotas em 29 de maio.

O VISC11 encerrou o mês com uma reserva de resultado não distribuído de R$ 0,19 por cota.

Rentabilidade: A cota valorizou 1,47%, partindo de R$ 98,15 em 30 de abril, para R$ 99,60 em 29 de maio. A rentabilidade acumulada total do fundo desde o seu IPO é de 25,3%.

VISC11

Liquidez: Com 100% de presença nos pregões, o volume médio diário de negociação foi de R$ 2,5 milhões, o que representou um giro equivalente a 4% das cotas.

Destinado a investidores em geral, o VISC11 é um FII do tipo tijolo gestão ativa que possui patrimônio líquido de R$ 1,7 bilhões, uma taxa de administração de 1,20% ao ano e não é cobrado taxa de performance.

Bruno Sperandio
Bruno Sperandio Autor

Engenheiro por formação, com mais de 7 anos de experiência no mercado de investimentos, trabalha com produção de conteúdo informativo e educacional para o mercado imobiliário brasileiro.




Comentários