XPHT11 "Closed": FII de hotéis está de portas fechadas

Na manhã desta segunda-feira, 23 de março/20, o XP Hotéis (XPHT11), fundo imobiliário administrado e gerido pelo Genial Investimentos e XP Vista, respectivamente,  informou a seus cotistas e a todo mercado quais serão suas medidas tomadas diante desse atual cenário.

Segundo foi informado, neste momento, tendo em vista a pandemia do COVID-19 e seu surto em diversas regiões do País, o XPHT11 está em contato com as administradoras dos hotéis do seu portfólio, a saber, a Accor, para os ativos de São Paulo, e a Atrio Hotéis, para os ativos da Região Sul do país, para que sigam com diligência as recomendações das autoridades competentes quanto às ações que busquem minimizar a disseminação do vírus.

A prioridade neste momento é de resguardar a saúde e o bem-estar dos nossos hóspedes, colaboradores e de toda a população, destacou seu administrador.

Na Região Sul, de forma geral, com a paralisação da economia, a taxa de ocupação dos hotéis do portfólio está próxima de zero.

Nesse sentido, também é importante mencionar que diversos governos estaduais e municipais da região decretaram a suspensão de serviços nas cidades, incluindo os hotéis.

Portanto, diante dessa realidade, e ainda para minimização dos resultados negativos, a Atrio iniciou a suspensão temporária do funcionamento dos seguintes hotéis:

  • Ibis Chapecó;
  • Ibis Budget Blumenau;
  • Ibis POA Assis Brasil;
  • Ibis Styles POA;
  • Novotel POA Aero;
  • Ibis Canoas;
  • Ibis Budget Curitiba Centro;
  • Novotel Curitiba;
  • Ibis Londrina; e
  • Ibis Budget Foz do Iguaçu.

Somente o hotel Ibis Budget Curitiba Aero ainda continuará em operação, porém podendo ser adotada a mesma medida se necessário.

Os demais hotéis do portfólio do XPHT11 (Pullman Ibirapuera, Ibis Budget Paraíso e Ibis São Paulo Barra Funda) seguirão as diretrizes impostas pelas autoridades competentes, observado que atualmente tais hotéis ainda seguem em operação, mas também impactados por uma baixa taxa de ocupação e podendo apresentar resultado operacional negativo nos meses em que perdurar o combate ao Vírus.

Não está descartada inclusive a possibilidade de suspensão temporária das atividades dos hotéis em São Paulo, sendo que tal medida está em avaliação e será prontamente comunicada aos investidores no caso de ser adotada.

Em adição, o XPHT11 ressaltou que em todos os hotéis do portfólio foram instaurados comitês de crise, de forma a revisar diariamente as ações de segurança e saúde dos hóspedes e colaboradores, assim como também para a adoção de medidas de redução de custos durante o período de enfrentamento da disseminação do Vírus.

Por fim, informou que manterá o mercado tempestivamente informado sobre qualquer notícia que impacte os hotéis do seu portfólio.

-

O XP Hotéis é um FII do tipo tijolo renda gestão ativa que possui um patrimônio de R$ 409,4 milhões e cerca de 1,6 mil cotistas. Seu portfólio contém 1.046 quartos distribuídos em 14 hotéis sendo sua maioria no estado de São Paulo, representando um total de 75%.

Bruno Sperandio
Bruno Sperandio Desenvolvedor de conteúdos

Formado em Engenharia de Produção pela FAACZ, com experiência de mais de 5 anos no mercado financeiro do Brasil. Investidor e desenvolvedor de conteúdos sobre o mercado imobiliário, economia e investimentos.

Comentários