XPIN11 vs. Poupança: Rendimento do FII em maio foi 292,3% superior



Quer receber todas as notificações desse FII? Seguir FII Seguir Fundo

A administradora Vórtx juntamente com a gestora XP Vista Asset divulgaram na tarde de terça-feira, 23 de junho/20, o relatório de resultados do XP Industrial (XPIN11) referente ao mês de maio.

O XP Industrial é um fundo imobiliário do tipo tijolo que busca oferecer rentabilidade aos seus cotistas através da distribuição da renda gerada com a exploração imobiliária de galpões industriais.

XPIN11 - Movimentações e acontecimentos em maio

  • O fundo adquiriu 57 módulos com ABL total de 156,6 mil m² nas cidades de Atibaia/SP, Jundiaí/SP e Jarinu/SP. Com estas aquisições, alcançou a marca de 242 mil m² de área bruta locável (ABL).
  • XPIN11 recebeu três aluguéis antecipados.
  • Renovação de contrato da Intercos por mais 36 meses.
  • A última emissão de cotas contribuiu para que o XPIN11 alcançasse uma situação confortável de caixa de aproximadamente R$ 85 milhões, considerando as aplicações em fundos de renda fixa e em cotas de fundos imobiliários do segmento logístico e industrial.
  • O resultado de R$ 0,56 por cota para o mês de maio decorreu do recebimento de 100% do valor de locação devido ao fundo e considerou 100% das novas cotas emitidas e integralizadas na 4ª emissão.

Rendimentos: A distribuição de 0,60 por cota (dividendo 0,51%, cota base R$ 115,99) levou em consideração o ganho de capital já obtido com a venda de cotas de fundos imobiliários no mercado secundário ao longo deste mês de junho.

xpin11

Fazendo um comparativo com o rendimento da poupança (1,57% ao ano/0,13% ao mês), o dividendo do XPIN11 (0,51% no mês) rendeu quase 3 vezes mais, ou seja, uma diferença positiva de 292,3% no mês.

Carteira de ativos: O XP Industrial FII possui cotas de FIIs (4%), ativos de liquidez (8%) e 88 módulos nos condomínios empresariais CEA, Barão de Mauá, Gaia, GLP Jundiaí I e GLP Jundiaí II, localizados nas cidades de Atibaia/SP, Jarinu/SP e Jundiaí/SP (88%). A vacância do portfólio é de 8,7%.

São 28 locatários distribuídos em contratos típicos (94%) e atípicos (6%) representando 0% de inadimplência no mês.

xpin11

Liquidez: No mercado secundário, ocorreram 452.430 negociações, movimentando um volume de R$ 47,5 milhões. A liquidez média diária na bolsa foi de R$ 2,4 milhões e a cotação no mercado secundário fechou o mês a R$ 107,30 por cota. Esse valor representa um giro de 6,9% do total de suas cotas.

Rentabilidade: A cota valorizou 2,12% em abril, partindo de R$ 105,07 em 30 de abril, para R$ 107,30 em 29 de maio. Na dia de ontem (23), a cota fechou o dia sendo negociada a R$ 115,50.

xpin11

A cota patrimonial do XPIN11 encerrou maio no valor de R$ 109,18. Nesse sentido, sua gestão informou que ainda é prematuro conjecturar qualquer impacto da crise do vírus no valuation dos imóveis do fundo, visto que são produtos de alta relevância na cadeia industrial e logística.

O XPIN11 é um FII que iniciou suas atividades em meados de 2018 que atualmente possui 27,1 mil cotistas e um patrimônio de R$ 723,9 milhões. Sua taxa de administração é de 0,75%-0,60% ao ano, em regra de cascata, sobre seu valor de mercado e não é cobrado o adicional de performance no resultados. Nos últimos 12 meses, a variação da cota é negativa em 2,53%.

Bruno Sperandio
Bruno Sperandio Autor

Engenheiro por formação, com mais de 7 anos de experiência no mercado de investimentos, trabalha com produção de conteúdo informativo e educacional para o mercado imobiliário brasileiro.




Comentários