Exclusivo: XPML11 vai ultrapassar a marca de 200 mil investidores em maio



Quer receber todas as notificações desse FII? Seguir FII Seguir Fundo

Sua gestão, XP Vista Asset, disse em entrevista para o fiis.com.br que o XP Malls (XPML11)  vai ultrapassar a marcar de 200 mil investidores neste mês de maio.

Atualmente, no ranking dos 5 FIIs com o maior número de investidores, o XPML11 conta com 193 mil cotistas, tendo na sequência o KNRI11 (189 mil), BCFF11 (186 mil), HGLG11 (182 mil) e MXRF11 (156 mil). Dados de abril/20.

XPML11 apresenta o maior número de cotistas em um FII de toda história na indústria imobiliária.

Portfólio do XPML11 é composto por 13 shopping centers

Sua carteira imobiliária é composta por 13 shopping centers, sendo 12 em operação, os quais possuem, em conjunto, Área Bruta Locável (ABL) de aproximadamente 399.374 m² e aproximadamente 2.000 lojas.  A ABL própria do XPML11, por sua vez, totaliza 110.063 m².

xpml11

Shoppings do XPML11 seguem fechados

Em seu último relatório de resultados, a gestão comentou que a indústria de shopping centers foi severamente afetada pela crise do COVID-19, tanto no país quanto no resto do mundo.

Disse também que no mês de abril, os 12 empreendimentos do XP Malls permaneceram fechados durante todo o mês, mantendo abertas apenas operações de serviços essenciais para a população, como por exemplo farmácias, clínicas médicas, bancos, supermercados e algumas operações de alimentação via delivery.

No último dia 18 de maio, o fundo divulgou uma carta informando que assim como ocorrido nos últimos dois meses (março/abril), não realizaria distribuição de rendimentos neste mês (maio). Destacou também que os empreendimentos do fundo permanecem fechados, em decorrência das determinações das autoridades competentes na luta contra a propagação do COVID-19.

Em vista disso, explicou que em função do fechamento provisório dos shoppings do seu portfólio e do impacto que causará no resultado do fundo durante a crise, a XP optou por não distribuir rendimentos mensalmente.

Além disso, noticiou que não há previsão de cobrança de aluguel na maioria dos shoppings do portfólio do XP Malls durante o período em que os empreendimentos estiverem fechados, e há possibilidade do fundo precisar arcar com despesas condominiais.

"Esta medida visa proteger o patrimônio do XPML11, uma vez que ainda não é possível confirmar a magnitude do impacto negativo que o resultado do fundo pode ter nos próximos meses", destacou o documento.

XPML11: Linha do tempo das aquisições do XP Malls

xpml11

 

Com uma gestão ativa, XPML11 possui um patrimônio de R$ 1,97 bilhões e uma taxa de administração de 0,55% ao ano adicionado a uma performance de 20% do que exceder seu benchmark (IPCA +  6% ao ano).

Bruno Sperandio
Bruno Sperandio Autor

Engenheiro por formação, com mais de 7 anos de experiência no mercado de investimentos, trabalha com produção de conteúdo informativo e educacional para o mercado imobiliário brasileiro.




Comentários