P/VP: entenda o que é e como funciona esse indicador em FIIs

P/VP: entenda o que é e como funciona esse indicador em FIIs
P/VP: entenda o que é e como funciona esse indicador em FIIs

Para realizar a análise de investimentos, investidores recorrem a diversos indicadores financeiros para buscar oportunidades capazes de trazer a maior rentabilidade possível. Um destes indicadores financeiros é o P/VP.

O P/VP é utilizado principalmente por investidores que realizam análise fundamentalista de investimentos, dado que ele está associado à capacidade de uma empresa gerar receita ao longo do tempo. Com isso, neste artigo, será explicado do que se trata o P/VP, como ele é calculado e interpretado, além de limitações associadas a seu uso.

O que é o P/VP?

O indicador P/VP está associado ao preço de uma ação, dividido pelo seu próprio valor patrimonial. Ele  indica o quanto os investidores estão dispostos a pagar pelo patrimônio líquido da empresa.

Nesse sentido, ele serve como um indicador para a análise fundamentalista. Dessa maneira, permite que o investidor conheça os fundamentos de um negócio analisando principalmente sua situação financeira.

Utilizar um indicador este para realizar análise de negócios ajuda o investidor a entender se uma ação é uma boa escolha de investimento, além de também apresentar os riscos associados à ação.

A avaliação do P/VP é feita de forma técnica, utilizando como base informações contábeis e de mercado, sendo assim, não existe nenhum tipo de arbitragem sobre o resultado do indicador por parte dos acionistas.

Como calcular o P/VP?

A complexidade para calcular P/VP é baixa, no entanto, isso não significa que ele não é útil, pelo contrário, é um indicador bastante utilizado para análise de investimentos. A fórmula de cálculo do P/VP segue o formato abaixo:

P/VP = Preço de Mercado / Valor Patrimonial

O Preço de Mercado é o valor da ação praticado na bolsa de valores naquele momento. Por outro lado, o Valor Patrimonial representa o valor total do patrimônio da empresa correspondente a cada ação.

Sendo assim, para obter o VP, é necessário dividir o Patrimônio Líquido da empresa pela quantidade de ações que a mesma emitiu. Por isso é possível encontrar o P/VP após calcular P/VPA, onde o VPA significa Valor Patrimonial por Ação. Com isso, calcula-se o VPA pela seguinte fórmula:

VPA = Valor Patrimonial/Quantidade de Ações

Como interpretar o indicador P/VP?

Após o cálculo do P/VP é necessário entender como se interpretam os valores obtidos para fazer o bom uso deste indicador. Desta forma, o investidor irá compreender o que os números representam. Existem três linhas de análise do indicador P/VP, quando o resultado é abaixo de 1, acima de 1 e igual a 1, cada um representando uma informação diferente ao investidor.

Como analisar um P/VP abaixo de 1?

Quando o P/VP atinge valor abaixo de 1, significa que o valor de mercado do ativo está abaixo do valor patrimonial, sendo assim, o mercado se dispõe a pagar menos do que a empresa possui de patrimônio.

Isso pode significar que as ações estejam sub precificadas e que há um espaço para valorização em um momento que o mercado volte a precificar os ativos de forma mais justa. Contudo, também pode apontar que os investidores possuem algum pessimismo em relação ao ativo.

Como analisar um P/VP acima de 1?

Quando o P/VP está acima de 1, isso significa que o mercado está pagando pela ação acima do que ela possui como patrimônio. Neste caso, significa que investidores estão otimistas em relação ao ativo.

Por outro lado, pode indicar também que a ação está supervalorizada e que em breve poderá passar por queda em seu valor. O indicador acima de 1 também pode indicar que a empresa possui pouca margem de valorização e de apresentar equilíbrio em crises, gerando riscos para quem optar em investir.

Como analisar um P/VP igual a 1?

Por fim, quando o indicador P/VP é igual a 1, significa que os ativos da empresa estão sendo negociados em equilíbrio com o volume patrimonial da empresa. Sendo assim, para a composição de uma carteira de investimentos, o indicador P/VP igual a 1 aponta que dado ativo não é uma oportunidade e nem mesmo apresenta grandes riscos ao investidor.

Quais são as limitações do P/VP?

Embora o P/VP seja um bom indicador para fazer a análise de preços de um ativo da bolsa de valores, ele apresenta uma série de limitações. Por utilizar o Patrimônio Líquido, o indicador não considera ativos intangíveis, como direitos autorais, a marca da empresa, patentes, softwares, etc.

Sendo assim, analisar o P/VP isoladamente pode trazer uma informação distorcida ao investidor, principalmente em negócios que dispõem de poucos ativos tangíveis em seu patrimônio. Dessa forma, é importante utilizar outros indicadores financeiros em paralelo antes de tomar uma decisão de investimento.

Por que usar o P/VP para analisar fundos imobiliários?

Este indicador financeiro pode ser muito importante para ajudar investidores a avaliarem a qualidade de um fundo imobiliário. Nesse sentido, um FII pode não ser vantajoso caso o indicador apresente um valor muito maior que o praticado na bolsa de valores.

Com isso, a análise de um FII utilizando o P/VP é feita da mesma forma que em um negócio, mas, em vez do preço da ação, é utilizado o preço da cota do fundo. No entanto, assim como em negócios, deve-se ter cuidado com fatores subjetivos que podem influenciar no preço do FII.

Um ponto importante é que o valor patrimonial do fundo imobiliário está bastante atrelado a forma como foi feita a avaliação dos imóveis. Com isso, o preço do imóvel no momento da análise pode não corresponder com a realidade ao realizar o cálculo P/VP.

Qual a importância do P/VP?

Avaliar uma empresa através de seu valor patrimonial é uma forma bastante interessante para realizar uma análise de investimento. O indicador ajuda a direcionar o investidor para ativos mais vantajosos que estão sendo disponibilizados na bolsa de valores. Contudo, embora o investidor entenda que o ágio apontado pela relação do P/VP esteja correto, é necessário realizar a análise de outros indicadores.

Isso se deve pelo fato de, como foi dito anteriormente, o valor patrimonial considerar apenas ativos tangíveis, o que pode apresentar distorção no caso de empresas que possuem valores intangíveis muito elevados, como empresas de tecnologia.

Com isso, utilizar o P/VP é importante na avaliação de ativos, no entanto, deve ser considerado outros fatores. É importante que o investidor tenha em mãos o máximo de informação disponível antes de tomar sua decisão de investimento em relação a um ativo.

ACESSO RÁPIDO
comente este artigo
foto do autor: João Vitor Jacintho
João Vitor Jacintho

Redator profissional, com atuação no mercado editorial na produção de notícias e conteúdos sobre o mercado de ações, criptomoedas, fundos imobiliários e economia popular. Graduando em Engenharia Química pela Unesp, também já trabalhei como consultor financeiro.

últimas notícias