Dinheiro - 4 maneiras para fazer seus investimentos crescerem



Fazer o próprio dinheiro trabalhar para melhorar a qualidade de vida ou realizar um sonho tem sido o objetivo de muitos brasileiros nos últimos anos.

Talvez programar para uma viagem ou uma aposentadoria tranquila, quem sabe uma casa ou um carro novo, cada um com suas metas à conquistar. Mas enfim, sabemos que o que traz essas coisas é o dinheiro, e pra isso, temos que alcançá-lo.

O dinheiro nada mais é do que o meio usado na troca de algo, na forma digital, de moedas ou notas, usado na compra de bens, serviços ou nas demais transações financeiras, emitido e controlado pelo governo de cada país, que é o único que possui essa atribuição.

Por consequência, a menos que você tenha a sorte de nascer com uma boa herança já no seu aguardo, você terá que fazer do seu dinheiro a boa e velha maneira, “trabalhe para isso”.

Por isso, para gerar um patrimônio, entender como o dinheiro é feito e constituído no mercado, pode ser uma grande vantagem em nosso mundo capitalista. Portanto, apresentamos quatro maneiras básicas de ganhar dinheiro, juntamente com as estratégias que podem ajudar um indivíduo a construir uma fortuna e realizar seus objetivos e sonhos.

1 - Dinheiro: Venda seu tempo

dinheiro

Esta é a fonte de renda utilizada por praticamente todos os trabalhadores que buscam o seu famoso "pão de cada dia".

É o dinheiro em forma de recompensa que uma pessoa recebe por vender seu tempo fazendo algum tipo de atividade e/ou serviço para ele mesmo (empresário/empreendedor) ou para um empregador, que nesse caso é remunerado em forma de salário.

No entanto, a remuneração que uma pessoa recebe pelo seu tempo vendido, depende da oferta e demanda para a atividade/negócio em questão e também do nível de conhecimento e habilidades que o indivíduo possuir.

Devido a estes motivos, para ganhar dinheiro neste modelo de renda, é necessário investir em si mesmo e melhorar o valor que você pode cobrar por vender seu tempo através de suas habilidades.

Dinheiro: Renda sobre juros em rendimentos fixos

Esse tipo de renda provém dos tomadores de dinheiro (Agências Financeiras) que pagam ao investidor um percentual para “alugar” seu capital.

Para exemplificar, quando o investidor adquiri um Certificado de Depósito Bancário (CDB) em uma agência financeira, ele está emprestando dinheiro ao banco em troca de uma taxa de retorno predeterminada.

Nesse caso, o banco recebe o dinheiro, empresta a uma taxa mais alta, e no prazo determinado devolve ao investidor com o prêmio de remuneração.

O mesmo acontece quando uma pessoa investe no Tesouro Direto, onde o dinheiro é emprestado para o governo.

Deste modo, o investidor faz o seu próprio dinheiro trabalhar, atribuindo valores a si mesmo com o passar do tempo.

Dinheiro: Receita de dividendos

dividendos

Neste caso, a representação é feita pela parte dos rendimentos de um fundo de investimento (cotas) ou de uma empresa (ações) na qual o investidor se associou.

Para entender melhor, imagine que um investidor possui 50% de ações de um "carrinho de limonada" e o mesmo conseguiu lucrar R$ 1.000 e teve despesas de R$ 500. Logo, serão R$ 500 de lucro e o investidor terá sua participação de R$ 250.

Sobretudo, um bom investimento é aquele em que a empresa ganha mais, ano após ano, aumentando a quantidade de valores que é enviada para o investidor em uma base regular.

Entretanto, assim como a receita de juros, a essência da receita de dividendos é que seu dinheiro está saindo e trabalhando.

Nesse sentido, existem algumas formas de trabalho que podem ser incluídas nesta categoria, veja:

Um vendedor que ganha comissões em pedidos recorrentes com pouco ou nenhum trabalho está, na verdade, apenas intermediando um negócio.

Assim também, é o homem que registra uma nova patente e ganha royalties sobre ela ou um compositor que ganha quando uma estrela de gravação escolhe sua música para um novo single.

Dinheiro - Ganhos de Capital

dinheiro

Esse tipo de receita é gerado quando o investidor compra um ativo por um preço e o vende por outro preço mais alto, obtendo lucro.

Nesse caso, não importa qual seja o produto, se comprá-lo em um preço e vendê-lo em outro, o lucro que resulta é conhecido como um ganho de capital.

Confira algumas razões para isso:

  • O dinheiro feito vendendo seu tempo (salário e salários) é frequentemente tributado a taxas muito mais altas do que os outros tipos de renda.
  • A realidade é que, se o investidor pode ganhar em dividendos, o rendimento é muito melhor, pois não tem tributações nos valores.
  • Existem apenas 24 horas por dia. Assim, só se trabalha algumas horas. Em algum momento, torna-se fisicamente impossível vender mais do seu tempo porque, bem, você ficou sem tempo e precisa descansar.
  • Você sempre pode aumentar o valor que ganha ao desenvolver habilidades raras que estão em alta demanda.
  • Com juros, dividendos e ganhos de capital, praticamente não há limites para o quanto o investidor pode ganhar.

Dinheiro - Considerações

Com a aplicação desses métodos, consequentemente o investidor terá muitos benefícios em sua carteira de investimentos.

Pois, à medida que o portfólio cresce, o investidor se verá ganhando todos os quatro tipos de receita de investimento.

Portanto, se a cada ano, o investidor acumular parte do seu dinheiro para cultivar seus investimentos, poderá se ver ganhando grandes valores ao longo do tempo e com isso, adquirir sua independência financeira.

Bruno Sperandio
Bruno Sperandio Autor

Engenheiro por formação, com mais de 7 anos de experiência no mercado de investimentos, trabalha com produção de conteúdo informativo e educacional para o mercado imobiliário brasileiro.




Comentários